Mostrando postagens com marcador ciência. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador ciência. Mostrar todas as postagens

terça-feira, 4 de junho de 2019

Estudo científico comprova que a solidão nos deixa doentes e pode matar [vídeo]

A solidão pode ter grande impacto sobre a nossa saúde física e mental. De acordo com estudos, pessoas solitárias correm um risco maio de desenvolver hipertensão, câncer e até sofre ataques cardíacos. Nas sociedades modernas, a solidão é considerada um perigo maior que o fumo, o alcoolismo e a obesidade.
Leia Mais ►

domingo, 13 de novembro de 2016

Maior superlua do século poderá ser observada nesta segunda-feira

Último Segundo - "Nesta segunda-feira (14), será possível observar a maior superlua em quase 70 anos. Neste dia, a lua se encontrará a 48,2 mil quilômetros mais próxima da Terra do que quando esteve recentemente no seu apogeu – que é o ponto mais distante da órbita. O satélite natural do nosso planeta não chegava tão perto assim desde 1948 e não voltará a fazê-lo até 2034.

Superlua
A superlua, contudo, não será no momento do perigeu, que ocorrerá às 9h21 (horário de Brasília). O fenômeno por definição ocorre no momento da lua cheia, que será às 11h54 – nesta hora, o satélite estará a 363.338 km da Terra.

Com exceção do eclipse da superlua de 2015, não houve nem haverá por muito tempo uma lua cheia tão especial, mesmo que curiosamente tenhamos tido três superluas consecutivas em três meses, a anterior ocorreu em 16 de outubro e a última será no dia 14 de dezembro.

Como ocorre

Como em qualquer outra lua cheia, o corpo celeste parece maior e mais brilhante quando aparece no horizonte. E o mesmo ocorre com as superluas. Ainda que elas apareçam 14% maiores e 30% mais luminosas que as luas cheias comuns, são mais surpreendentes quando estão na linha do horizonte e não altas, no céu.

Isso acontece porque a órbita da lua não é um círculo perfeito, então em alguns pontos de sua órbita ela parece estar mais próxima do planeta Terra. “Quando a lua está em seu ponto mais distante isso é conhecido como apogeu e quando está mais perto é chamado de perigeu”, explica o cientista da Nasa Noah Petro.

No perigeu, a lua está cerca de 48 mil quilômetros mais perto da Terra do que no apogeu. Essa proximidade faz com que a lua pareça 14% maior e 30% mais brilhante do que uma lua cheia do apogeu. Por isso, a lua cheia do perigeu ficou conhecida como superlua."

Fonte: Último Segundo - iG @ http://ultimosegundo.ig.com.br/ciencia/2016-11-13/superlua-como-observar.html

***
Leia Mais ►

domingo, 13 de dezembro de 2015

ONU: conheça os principais pontos do projeto de acordo sobre clima

Representantes de 195 países estiveram presentes à Conferência das Nações Unidas sobre o clima (COP21), neste sábado (12), em Paris, para assinar o primeiro e histórico acordo universal de luta contra as alterações climáticas e o aquecimento global.
Leia Mais ►

sexta-feira, 4 de dezembro de 2015

O que é e como se proteger do Zika vírus

Do Science Blogs – Zika vírus e suas complicações – “Em um dos posts mais técnicos que não faço há bastante tempo, vamos dar uma olhada no que é o Zika, tanto a febre quanto o vírus. Para acesso rápido ao tópico, basta clicar na lista abaixo.
Leia Mais ►

domingo, 10 de agosto de 2014

Superlua acontece neste domingo

Fernanda Dutra* – Portal EBC

- Dois eventos astronômicos disputarão nos próximos dias a atenção daqueles que gostam de observar a movimentação dos astros no céu: a chuva de meteoros Perseídas e a superlua.
Na noite deste domingo (10) a Lua se apresentará até 14% maior e mais brilhante do que o habitual. O fenômeno, conhecido como superlua, ocorre quando a Lua, em sua fase cheia, se encontra no ponto mais próximo da Terra em sua órbita.

De acordo com o professor Antônio Araújo Sobrinho, presidente da Associação Norte-Riograndense de Astronomia (ANRA), a Lua possui uma órbita elíptica pela qual ela gira em torno da Terra, em um ciclo aproximado de 28 dias. “Esse processo é chamado de revolução e conforme ele vai se dando, a distância entre o nosso planeta e seu satélite vai variando.

O ponto mais distante desta órbita em relação à Terra é chamado de apogeu [406 mil quilômetros], enquanto o menor é o perigeu [356,8 mil quilômetros], por qual o satélite passará neste dia 10”, explica ele.

Segundo a Agência Espacial Norte-Americana (NASA), a ocorrência de luas cheias durante a passagem pelo perígeo acontece a cada três meses e 18 dias. O que torna o fenômeno deste domingo especial, segundo Araújo, é que este será o momento em que a lua passará mais perto de nosso planeta em todo o ano de 2014. 

Ele também aponta que o melhor momento para observar a superlua será no início da noite.

Nos dias 11, 12 e 13 será a vez da chuva de meteoros perseídas ser observada no céu. Ao contrário da chuva de meteoros delta aquarídeas austrais, que ocorreu no final de julho, esta deve ser bastante intensa. Conforme dados da NASA, o pico da chuva de meteoros perseídas deve produzir cerca de 80 meteoros por hora, incluindo bolas de fogo. 

O professor ressalta, porém, que em algumas áreas a lua poderá atrapalhar a observação deste outro fenômeno ao ofuscar com seu brilho intenso a visualização dos meteoros.

* Com informações da Agência Espacial Norte-Americana (NASA)


Leia Mais ►

terça-feira, 15 de abril de 2014

"Lua sangrenta": veja imagens do eclipse lunar

Tempo nublado na maior parte do país impediu boa visibilidade do eclipse lunar ocorrido na madrugada desta terça-feira (15). O fenômeno denominado "Lua sangrenta", ou "lua de sangue" foi melhor apreciado nas regiões norte e centro-oeste do país. Na fase final, nas localidades mais a Oeste. Veja fotos e vídeo.
Leia Mais ►

quarta-feira, 21 de agosto de 2013

O que acontece quando dois macacos são pagos com desigualdade? [vídeo]


Leia Mais ►

quarta-feira, 7 de agosto de 2013

O egoísmo é o maior inimigo do ser humano

Uma pesquisa científica recente, revelou o que os homens e as mulheres de boa vontade, livres e de bons costumes, já desconfiavam. A evolução não favorece às pessoas egoístas. E que o egoismo poderia ter levado os seres humanos à extinção.
Leia Mais ►

sexta-feira, 15 de fevereiro de 2013

Meteorito cai na Rússia e deixa mais de 500 pessoas feridas

Segundo o Ministério do Interior da Rússia, passa de 500 o número de pessoas feridas com a queda de um meteorito na região de Tcheliabinsk, nos montes Urais. Somente 14 precisaram ser internadas. O meteorito caiu a 80 quilômetros da cidade de Satka, mas os fragmentos causaram danos em pelo menos seis cidades da região. 
Leia Mais ►

domingo, 3 de fevereiro de 2013

Controle remoto sem pilhas: uma boa notícia para o meio ambiente [vídeo]


Leia Mais ►

terça-feira, 7 de agosto de 2012

Sonda Curiosity pousa em Marte [vídeo]

A Sonda Curiosity (curiosidade, em português) pousou na superfície do planeta Marte neste Domingo. Veja um pequeno vídeo que mostra sequência fotos em miniatura documentando os 2,5 minutos antes do pouso. A Nasa anunciou que este é o primeiro laboratório móvel da ciência enviado a um mundo distante. A Sonda permanecerá por dois anos em solo marciano procurando sinais de que um dia já existiu vida no planeta. 
Leia Mais ►

sábado, 4 de fevereiro de 2012

“O som do Apocalipse” – Cientistas avaliam o mistério

Desde meados de 2011, um zumbido estranho vem sendo ouvido em várias partes do mundo. Um som que mais parece trilha sonora de filmes de ficção. Foi gravado nos EUA, Costa Rica, Reino Unido, Rússia, Ucrânia, República Checa, Austrália, dentre outros. Geofísicos dizem ter descoberto a origem do misterioso fenômeno, conhecido como “O Som do Apocalipse”, ou “Hum”. Testemunhas afirmam que este zumbido peculiar é ouvido como um rugido, outros como um 'boom' e alguns chegam a compará-lo com o som que faria “Godzilla”. Em qualquer caso, este é um ruído de freqüência muito baixa.
Leia Mais ►

sexta-feira, 25 de novembro de 2011

Fim do mundo à luz da Ciência

Uma quantidade crescente de filmes sobre o fim do mundo, e outras fantasias produzidas pela mente humana, revelam certa fascinação do ser humano pelo dia do juízo final, e que estaria bem próximo de acontecer. Há 3.500 milhões de anos a vida apareceu na Terra com toda sua fragilidade diante das catástrofes e e fenômenos naturais, advindos ao longo da história causando de milhões de mortes. Das 4.000 espécies que já existiram no planeta, 99% estão extintas.
Leia Mais ►

Arquivos

Site Meter

  ©Blog do Guara | Licença Creative Commons 3.0 | Template exclusivo Dicas Blogger