Mostrando postagens com marcador fake news. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador fake news. Mostrar todas as postagens

sexta-feira, 26 de outubro de 2018

Política: Bolsonaro usa informações falsas ao acusar o PT de espalhar fake news

O candidato à Presidência da República Jair Bolsonaro (PSL), publicou nesta sexta-feira um vídeo afirmando que Fernando Haddad (PT) "espalha agora os mais variados fake news" sobre ele. No entanto, o candidato cita várias informações falsas sobre seu adversário, ou que já foram desmentidas e negadas pelo petista. Bolsonaro começa o vídeo dizendo que "Haddad, após receber de presente uma bíblia, simplesmente a jogou no lixo, zombando da nossa fé".
Leia Mais ►

sexta-feira, 19 de outubro de 2018

Whatsapp notifica agências que disparam mensagens anti-PT

O WhatsApp enviou notificação extrajudicial para as agências Quickmobile, Yacows, Croc services e SMS Market determinado que parem de fazer envio de mensagens em massa e de utilizar números de celulares obtidos pela internet, que as empresas usavam para aumentar o alcance dos grupos na rede social. A empresa também baniu as contas do WhatsApp associadas a essas agências.
Leia Mais ►

sexta-feira, 12 de outubro de 2018

TSE manda Carlos Bolsonaro tirar do ar fake news contra Fernando Haddad

Reportagem de Luísa Martins e Isadora Peron no Valor Econômico informa que o ministro Carlos Horbach, do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), determinou que o vereador Carlos Bolsonaro (PSC) - filho do candidato Jair Bolsonaro (PSL) - remova informações falsas publicadas sobre Fernando Haddad (PT) em suas redes sociais.
Leia Mais ►

terça-feira, 9 de outubro de 2018

Política: Bolsonaro recusa pacto contra fake news ao chamar Haddad de canalha

O presidenciável Jair Bolsonaro (PSL) recusou a proposta do adversário Fernando Haddad (PT) para que ambos unissem esforços para combater a disseminação de notícias falsas, os chamados fake news, nas redes sociais, notadamente através do Whatsapp. Haddad propôs que eles assinassem um protocolo ético em relação ao segundo turno das eleições pedindo uma campanha limpa, sem mentiras e ataques anônimos. Bolsonaro, disse não. 
Leia Mais ►

sábado, 6 de outubro de 2018

Fake news - charge do Nani

Leia Mais ►

quarta-feira, 25 de julho de 2018

Facebook retira do ar rede de fake news ligada ao MBL antes das eleições 2018

Por Brad Haynes - reportagem adicional de Lais Martins - SÃO PAULO (Reuters) - O Facebook retirou do ar nesta quarta-feira uma rede de páginas e contas usadas para divulgação de notícias falsas por membros do grupo ativista de extrema-direita Movimento Brasil Livre (MBL), disseram fontes à Reuters, como parte dos esforços para reprimir perfis enganosos antes das eleições de outubro.
Leia Mais ►

terça-feira, 19 de junho de 2018

Rejeição a checagem de fatos no Brasil surpreende Facebook

DW/Brasil - Para reverter a fama de principal vetor de notícias falsas da internet, o Facebook firmou parcerias com agências de checagem de fatos em 14 países. Implementado no exterior, o programa ajudou a reduzir o alcance orgânico de Fake news na plataforma em até 80%. Mas no Brasil a medida provocou uma forte reação de usuários contrários.
Leia Mais ►

sábado, 16 de junho de 2018

Mídia e redes sociais: as notícias falsas e dicas simples para identificá-las


Com a popularização da internet e o vertiginoso avanço tecnológico, as notícias falsas, chamadas fake news, proliferaram de uma maneira acentuada na grande rede. Notadamente através dos blogs e das redes sociais, causando um estrago muitas vezes irreversível. Quando o assunto é política, a questão sempre foi uma ameaça constante. Durante as campanhas eleitorais, vira um fenômeno capaz de influenciar a opinião pública e induzir cidadãos e cidadãs ao erro, no momento de decidirem o voto, nesse ou naquele candidato.
Leia Mais ►

quarta-feira, 18 de abril de 2018

Agência Xeque: Globo produz análise fake sobre condenação de Aécio Neves

A Agência Xeque, o mais novo serviço de checagem de fake news criada pelo jornal GGN, sob a responsabilidade e coordenação do jornalista Luis Nassif com a colaboração de leitores e assinantes, analisou o editorial de o Globo de 18/04/2018: "Aécio convertido em réu abala teoria persecutória do PT". Confira o resultado.
Leia Mais ►

terça-feira, 27 de março de 2018

Jurista e jornalista fazem fake news sobre presunção de inocência!

Por Lenio Luiz Streck, no Conjur - Para adoçar o gosto de quem costuma ler apenas o título ou o início de textos, aviso: o texto é sobre um advogado (José Cavalcanti Filho) e um jornalista (Merval Pereira), que publicaram fake news. Para usar a palavra da moda: horrível.
Leia Mais ►

sábado, 3 de março de 2018

Senado discute proposta para apagar conteúdo considerado fake news

Por Fernando Martines, no Conjur - Os limites entre liberdade de expressão, notícias falsas e interferência criminosa por meio de mentiras em assuntos de interesse nacional começa a ser debatido em nível legislativo. Na próxima segunda-feira (05/03), o Conselho de Comunicação Social do Senado discute um anteprojeto de lei que criminaliza a criação e disseminação de fake news.
Leia Mais ►

sexta-feira, 19 de janeiro de 2018

O desafio das "fake news" nas eleições de 2018

DW/Brasil - Enxurrada de notícias falsas nas redes levam autoridades brasileiras a discutir leis para combater o problema. Especialistas, no entanto, alertam para os riscos à liberdade de expressão. - O filho do ex-presidente Lula é dono do frigorífico JBS. A ex-presidente Dilma Rousseff tentou o suicídio ao se ver encurralada pelo impeachment. O delator Alberto Yousseff foi encontrado morto na véspera das eleições de 2014.
Leia Mais ►

domingo, 4 de junho de 2017

Pesquisa mostra campeões na divulgação de fake news da semana: G1 e O Globo

Por Antonio Mello, em seu blog - O Monitor do Debate Político no Meio Digital é um projeto que mapeia as redes analisando e medindo o compartilhamento de notícias. Eles recolhem todas as matérias de política brasileira de 118 fontes de 82 veículos de comunicação. 
Esta semana monitoraram a divulgação das principais “fake news”.

Foram dois os boatos que tomaram as redes nos últimos dias:

1. “Delegado que investigava morte de Teori Zavascki é assassinado”

2.  “Irmão de Suzane Richthofen é retirado da Cracolândia” Quem foram os campeões na divulgação desses boatos?

O do delegado da PF: G1 (das Organizações Globo) com 14 mil compartilhamentos.O do irmão de Suzane: O Globo, com 47 mil compartilhamentos. Números completos:

Dois boatos divulgados inclusive pela grande mídia nos últimos dias. O primeiro é sobre a morte do delegado Adriano Antonio Soares que a imprensa erroneamente noticiou estar investigando a morte de Teori.

O segundo é sobre o irmão de Suzane Richthofen que foi detido na Zona Sul, mas grande parte dos veículos noticiou que ele fora encontrado na Cracolândia. Veículos que noticiaram o primeiro boato com variações da manchete: “Delegado que investigava morte de Teori Zavascki é assassinado”

1) Notícias Brasil Online: 14 mil compartilhamentos
2) G1: 14 mil compartilhamentos
3) Yahoo: 13 mil compartilhamentos
4) EM: 10 mil compartilhamentos
5) Veja: 10 mil compartilhamentos
6) Debate Progressista: 10 mil compartilhamentos
7) DCM: 9 mil compartilhamentos
8) Plantão Brasil: 8 mil compartilhamentos
9) Papo TV: 7 mil compartilhamentos
10) O Globo: 7 mil compartilhamentos
11) Infomoney: 7 mil compartilhamentos
12) Exame: 5 mil compartilhamentos
13) Diário do Brasil: 4 mil compartilhamentos
14) Folha Política: 4 mil compartilhamentos
15) Esquerda Valente: 3 mil compartilhamentos

Veículos que noticiaram o segundo boato com variações da manchete: “Irmão de Suzane Richthofen é retirado da Cracolândia”

1) O Globo: 47 mil compartilhamentos
2) IstoÉ: 20 mil compartilhamentos
3) Fernando Francischini: 17 mil compartilhamentos
4) Papo TV: 8 mil compartilhamentos
5) Diário de Pernambuco: 5 mil compartilhamentos
6) Notícias Brasil Online: 3 mil compartilhamentos
7) O Dia: 3 mil compartilhamentos
8) Extra: 3 mil compartilhamentos
9) JC Online: 1 mil compartilhamentos

Cabe esclarecer que muitos desses veículos publicaram notas de retratação, corrigiram a matéria e/ou a tiraram do ar.

Já está na hora de atualizar o refrão: O Povo não é bobo / Abaixo as Organizações Globo.

Fonte: Monitor do debate político no meio digital

Leia Mais ►

Arquivos

Site Meter

  ©Blog do Guara | Licença Creative Commons 3.0 | Template exclusivo Dicas Blogger