Mostrando postagens com marcador igrejas evangélicas. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador igrejas evangélicas. Mostrar todas as postagens

quarta-feira, 17 de agosto de 2022

Campanha de Bolsonaro investe na "jihad bolsonarista"

Por Jeferson Miola, para o 247: A campanha de Bolsonaro investe no caminho perigoso da "jihad bolsonarista" - a guerra religiosa -, como parte da guerra total travada contra o ex-presidente Lula. No sábado de 13 de agosto, na cidade do Rio, Bolsonaro completou a 11ª participação dele em uma Marcha para Jesus somente neste ano de 2022. É uma rotina impressionante de participação de um presidente da República: um evento evangélico a cada 20 dias.

Leia Mais ►

terça-feira, 16 de agosto de 2022

Feliciano admite espalhar fake news contra o PT sobre fechamento de igrejas evangélicas

O deputado Marco Feliciano (PL-SP), que também é pastor evangélico, admitiu, em entrevista ao jornal O Globo, que está espalhando que o PT pretende fechar igrejas caso volte ao poder - o que é uma notícia falsa, uma fake news. "Não há, nos planos de governo dos candidatos majoritários, incluindo os de esquerda, como os presidenciáveis Lula (PT) e Ciro Gomes (PDT), qualquer ataque à liberdade religiosa ou indicação de fechamento de igrejas, o que seria inconstitucional", destaca a jornalista Victoria Abel.
Leia Mais ►

quinta-feira, 18 de março de 2021

Estimulado por Bolsonaro, Congresso Nacional perdoa dívida bilionária de igrejas

www.seuguara.com.br/Congresso Nacional/igrejas evangélicas/perdão de dívidas/
Do jornal Folha de S.Paulo - Com respaldo de Jair Bolsonaro, o Congresso Nacional derrubou nesta quarta-feira (17) os vetos presidenciais ao dispositivo que concede anistia em tributos devidos por igrejas, que têm mais de R$ 1 bilhão em dívidas registradas com a União.
Leia Mais ►

segunda-feira, 7 de setembro de 2020

Política: Congresso perdoa dívidas de R$ 1 bilhão de igrejas evangélicas amigas de Bolsonaro

www.seuguara.com.br/Bolsonaro/igrejas evangélicas/dívidas/
Do Estadão: Um projeto aprovado pelo Congresso Nacional pode anular dívidas tributárias de igrejas acumuladas após fiscalizações e multas aplicadas pela Receita Federal. Segundo apurou o Estadão/Broadcast, o valor do "perdão" seria de quase R$ 1 bilhão. O texto aguarda a sanção ou veto do presidente Jair Bolsonaro, que tem na bancada evangélica um importante pilar de sustentação política de seu governo. Ele tem até 11 de setembro para decidir se mantém ou não a benesse aos templos religiosos.
Leia Mais ►

sexta-feira, 1 de maio de 2020

Dívida de pastor que Bolsonaro quer "perdoar" faria "milagre" da compra de 100 mil respiradores da USP

Por Cleber Lourenço* - Bolsonaro pressiona receita federal a perdoar dívidas de culto evangélico. A Igreja Internacional da Graça de Deus, fundada por R. R. Soares, acumula R$ 144 milhões em dívidas na Receita Federal, além de dois processos de R$ 44 milhões no órgão.
Leia Mais ►

quinta-feira, 30 de janeiro de 2020

Política e religião: 'fiéis são desafiados a assinar apoio a partido de Bolsonaro'

Jornal GGN - A saga em busca das assinaturas necessárias para lançar o novo partido de Jair Bolsonaro, o Aliança pelo Brasil, continua. Dessa vez, fiéis da Igreja Presbiteriana Central de Londrina, no Paraná, foram "desafiados" pelo reverendo Emerson Patriota a assinarem ficha de apoio à criação da legenda, durante culto no domingo, 25 de janeiro. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.
Leia Mais ►

quarta-feira, 10 de julho de 2019

Flexibilização fiscal das Igrejas amplia esquemas de lavagem de dinheiro

A proposta de Jair Bolsonaro, de afrouxar as obrigações fiscais de evangélicos (aqui), faz parte da ofensiva para blindar a lavagem de dinheiro. Não se generalize a suspeita. A maior parte dos evangélicos é séria. Mas há um enorme rio de dinheiro frio sendo lavado através de supostas doações a Igrejas.
Leia Mais ►

Arquivos

Site Meter

  ©Blog do Guara | Licença Creative Commons 3.0 | Template exclusivo Dicas Blogger