Mostrando postagens com marcador vídeo. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador vídeo. Mostrar todas as postagens

quinta-feira, 13 de abril de 2017

Política: “Essa imprensa sabia de tudo e agora fica nessa demagogia”, diz Emílio Odebrecht [vídeo]


Jornal GGN - Em depoimento diante do procuradores da República, em Brasília, Emílio Odebrecht, patriarca da empreiteira alvo da Lava Jato, disse que fica "incomodado" com a cobertura jornalística que parte da grande mídia faz sobre a operação, tratando com doses exageradas de "surpresa" as revelações sobre esquemas que, na verdade, são praticados no País há pelo menos 30 anos.


"O que me surpreende é quando vejo todos esses poderes, até a impresa, todos [agindo] realmente como se fosse uma surpresa. Me incomoda isso. Não exime em nada nossa responsabilidade. Não exige em nada nossa benevolência. Não exime em nada que nós praticamente passamos a olhar isso com normalidade. Porque em 30 anos, é difícil não ver isso como normalidade."

"O que me entristesse (...) é que a imprensa toda sabia que efetivamente o que acontecia era isso. Por que agora estão fazendo tudo isso? Por que não fizeram há 10 ou 15 anos atrás? Porque tudo isso acontece há 30 anos!", disse.

Emílio disse que compreende que os procuradores da Lava Jato, como são jovens, estão empolgados com as descobertas e que admira o trabalho e é o primeiro a querer colaborar com as investigados.

"Agora, os mais velhos, os das minha geração? Me perdoem, mas não aceitou essa omissão, de nenhuma área. É importante que haja compreensão disso, isso é realidade: A própria imprensa... Pode botar na conta, essa imprensa sabia de tudo e agora fica nessa demagogia. Eu acho que todos deveriam fazer uma lavagem de roupa nas suas casas", disparou.

Os vídeos da delação de Emílio à PGR foram divulgados pelo Estadão. Eles tratam principalmente do Anexo 10 da delação premiada, sobre um encontro com Lula, em 2009, para tratar do chamado Refis da crise.

No depoimento, Emílio diz que foi conversar com Lula para que o então presidente discutisse o projeto com Guido Mantega, titular da Fazenda, pois haveria impacto para as finanças da Braskem e empresas de diversos outros setores. Emílio disse ainda que Lula ficou de conversar com Mantega, numa resposta protocolar. O patriarca da Odebrecht disse que, assim, atendia a um pedido de Marcelo Odebrecht, e que não havia, pelo menos de acordo com o que conhecia, nenhuma propina envolvida.







Leia mais: Imprensa criou departamento de propina, repasses eram para todos, diz Emílio Odebrecht

***


Leia Mais ►

quinta-feira, 30 de março de 2017

Assista ao primeiro trailer da 7ª temporada de 'Game of Thrones'

A HBO divulgou no início da tarde de hoje, o primeiro trailer da sétima temporada da famosa série de TV Game of Thrones, campeã de audiência tanto nos EUA como no Brasil. O vídeo é apresentado ao som da canção "Sit Down", da banda britânica James e mostra três nomes importantes do empolgante seriado: Jon Snow, Daenerys e Cersei, sem dizerem uma palavra. No final, um close nos olhos de um White Walker.
Leia Mais ►

terça-feira, 14 de março de 2017

Caixa dois é crime, mas agora pode não ser. FHC quer separar 'o joio do joio'

Assista aos vídeos em que os eminentes jornalistas, Bob Fernandes do Jornal da Gazeta e Ricardo Boechat da Band News, relatam sobre a nova interpretação da Justiça Eleitoral e dos políticos em relação ao Caixa 2 dos Partidos. Montante formado exclusivamente a partir das contribuições de estatais e empresas públicas, com a finalidade de financiar as promiscuas campanhas eleitorais brasileiras, o Caixa 2 ganha novos e estranhos aspectos na opinião dos dois jornalistas.
Leia Mais ►

sexta-feira, 23 de dezembro de 2016

O escândalo das Teles [vídeo]

O Supremo Tribunal Federal (STF) vai analisar a validade do Projeto de Lei das Telecomunicações, aprovado a toque de caixa na Câmara dos deputados e em comissão no Senado. Na segunda-feira (19), a mesa do Senado rejeitou três recursos da oposição para que o texto fosse votado em plenário, facilitando o envio da proposta direto à sanção presidencial.
Leia Mais ►

quarta-feira, 21 de dezembro de 2016

Chapecoense faz vídeo de agradecimento aos clubes brasileiros

"Somos muito + que 11". A Chapecoense postou em seu site oficial, um vídeo em agradecimento às homenagens e manifestações de carinho e solidariedade recebidas dos clubes brasileiros em virtude do trágico acidente sofrido pelo clube. As imagens mostram as camisas dos times com o escudo do clube e ao fundo o canto de incentivo, "Vamo, vamo Chape, que sempre se ouvia quando time estava em disputa na Arena Condá e fora dela.
Leia Mais ►

quinta-feira, 17 de novembro de 2016

Ministros batem boca e trocam provocações na sessão do Supremo Tribunal Federal [vídeo]

"Os ministros do Supremo Tribunal Federal Ricardo Lewandowski e Gilmar Mendes bateram boca durante a sessão plenária desta quarta-feira (16/11). Esta foi a sessão mais tensa desda que a ministra Cármen Lúcia assumiu a presidência do Supremo em setembro."
Leia Mais ►

quinta-feira, 27 de outubro de 2016

Política - Estudante secundarista dá lição de cidadania e mexe com brio dos parlamentares paranaenses [vídeo]


A estudante secundarista Ana Júlia Pires Ribeiro, do Colégio Estadual Senador Manoel Alencar Guimarães da capital Curitiba-PR, discursou na sessão plenária da Assembleia Legislativa do Estado do Paraná em defesa das ocupações nos colégios estaduais. A jovem de 16 anos de idade, representando dezenas de milhares de estudantes paranaenses, se posicionou contra a reforma do ensino médio e a PEC 241.

A Proposta de Emenda Constitucional 241 proposta pelo governo interino de Michel Temer, já aprovada em segundo turno na Câmara dos deputados e encaminhada ao Senado, limita gastos do governo com educação e saúde por 20 anos corrigida pela inflação do ano anterior. Ao longo do tempo, a PEC 241 penaliza a grande maioria da população dependente da saúde pública e dos programas sociais de educação, que é um dever do Estado e um direito de qualquer cidadão.

Ana Júlia não se intimidou diante da ameaça do presidente da Casa em suspender a sessão durante seu pronunciamento. Pediu desculpas, por uma possível ofensa aos parlamentares e seguiu com seu discurso. Criticou o projeto da chamada “Escola sem partido” e a campanha de desmoralização e ofensas contra os estudantes nas ocupações das escolas.

Afirmou que o movimento ´dos estudantes é sério e apartidário e não admite manipulação de forma alguma. "Nossa bandeira é a educação", disse ela. O discurso do jovem estudante, diante dos olhares perplexos dos deputados foi de extrema coragem. Ana Júlia com sua espontaneidade e determinação, deu um grande exemplo de cidadania e patriotismo. Mexeu com brio e o sentimento de honestidade deputados paranaenses.

Nada mais. Ana Júlia estará num futuro bem próximo entre àqueles inúmeros cidadãos e cidadãs brasileiros conscientes do valor da democracia, na luta pelo bem estar geral da nação brasileira. 

Vídeo imperdível de uma estudante secundarista: uma lição de cidadania

Por Tarso Cabral Violin, no seu blog


Na Assembleia Legislativa, estudantes defendem legitimidade das ocupações.

A convite do deputado Tadeu Veneri (PT), estudantes secundaristas participaram ontem (26) da sessão plenária da Assembleia Legislativa para defender a legitimidade das ocupações nos colégios estaduais contra a reforma do ensino médio proposta pelo governo Temer na Medida Provisória 746.

Ana Júlia Pires Ribeiro, do Colégio Estadual Senador Manoel Alencar Guimarães, criticou a campanha de desmoralização e ofensas contra os estudantes das ocupações. Ela disse que é um “insulto” afirmar que os alunos são doutrinados politicamente. “Sabemos pelo que estamos lutando. Nossa única bandeira é a educação. Somos um movimento apartidário, de estudantes para estudantes. Estamos ocupando pela educação. Não estamos ocupando para fazer baderna, para fazer brincadeira”.

A adolescente de 16 anos defendeu que a reforma no ensino médio seja amplamente debatida pela sociedade, e não através de MP. “A gente sabe que o país precisa de uma reforma no ensino médio, e no sistema de educação como um todo. Mas uma reforma que tenha sido debatida, feita pelos profissionais da educação, com conversa, em que todos estejam de acordo. Se colocamos esta reforma da MP 746 em prática, estaremos fadados ao fracasso”.

Aluna do Colégio Estadual Santa Felicidade, Nicoly Moreira do Nascimento, de 15 anos, ressaltou que os estudantes das ocupações estão lutando contra o retrocesso e o desmonte no ensino público. “Estamos lutando por algo que já deveria ser nosso por direito, para que não haja retrocesso no ensino público. Estamos defendendo educação de qualidade, que forme uma geração de críticos, de pensadores, e não apenas números”.

Veneri reiterou o apoio aos estudantes das ocupações que estão lutando por um ensino melhor. “As meninas estão de parabéns, falam com a emoção de quem está vivendo o movimento. A escola é transitória, mas o que os estudantes aprendem é permanente. E as ocupações mostram que, a despeito de muitas críticas, eles estão aprendendo sobre cidadania”.

Líder da oposição, Requião Filho (PMDB) parabenizou as adolescentes pela iniciativa. “Que aula! Que orgulho dessas meninas que se mostraram conhecedoras do tema e da realidade. Se depender delas, o Brasil tem um futuro promissor, apesar dos políticos que hoje comandam o nosso estado e nosso país. Devemos ter orgulho do movimento Ocupa Paraná, que está formando cidadãos de senso crítico”.

O parlamentar falou ainda que a violência nas escolas do Paraná não é novidade e mencionou diversas ocorrências e homicídios nos últimos anos por falta de segurança e atenção do governo Richa. “A violência é uma realidade. Ver o governo estadual, que acabou com o projeto Patrulha Escolar, dizer que a violência nos colégios é fruto das ocupações chega a ser risível. A violência nos colégios é fruto do abandono da educação pelo atual governo”.



***

Leia Mais ►

quinta-feira, 6 de outubro de 2016

Política: sobre a PEC 241, a PEC da maldade

Por Pedro Rossi (*) - Se aprovada no congresso, na semana que vem, será o enterro das pretensões civilizatórias da sociedade brasileira. É o golpe dentro do golpe! Nesse vídeo faço uma crítica à proposta centrada nos argumentos:



A PEC é:

1) Austeridade contratada para 20 anos,

2) não é anticíclica, ao contrário do que dizem,

3) Retira o poder do congresso e da sociedade de moldar o tamanho do orçamento público,

4) Provoca um acirramento do conflito distributivo dentro do orçamento,

5) Impõe um projeto de Estado mínimo, incompatível com aquele almejado pela Constituição de 1988,

6) É inviável sem a destruição do Estado tal como conhecemos.



(*) Pedro Rossi, é professor do Instituto de Economia da Unicamp, diretor do Centro de Estudos de Conjuntura e Política Econômica da Unicamp e coordenador do Conselho Editorial do Brasil Debate.

VIA

***

Leia Mais ►

quinta-feira, 15 de setembro de 2016

Goleiro do Botafogo quase faz golaço de bicicleta [vídeo]

No confronto desta quarta-feira (14) entre Santos e Botafogo, válido pelo 25ª rodada do Brasileirão 2016, o goleiro Sidão quase entra para a história ao tentar marcar o que seria o gol de empate do Botafogo, no último lance do jogo. Na cobrança de uma falta pela direita, aos 49' do segundo tempo, atendendo ao comando do técnico Jair Ventura, o goleiro foi pra área. Na sobra da bola, Sidão executou o movimento perfeito para marcar de bicicleta, mas o arremate foi nas mãos do goleiro adversário.
Leia Mais ►

Política: 'A defesa de Lula contra o “espetáculo” de Curitiba' [vídeo]

Por Fernando Brito, em seu blog - "Luiz Inácio Lula da Silva e sua esposa Marisa Letícia Lula da Silva repudiam publica e veementemente a denúncia ofertada na data de hoje (14/09/2016) pelo Ministério Público Federal (MPF), baseada em peça jurídica de inconsistência cristalina.


A denúncia em si perdeu-se em meio ao deplorável espetáculo de verborragia da manifestação da Força Tarefa da Lava Jato. O MPF elegeu Lula como “maestro de uma organização criminosa”, mas “esqueceu” do principal: a apresentação de provas dos crimes imputados. “Quem tinha poder?” Resposta: Lula. Logo, era o “comandante máximo” da “propinocracia” brasileira. Um novo país nasceu hoje sob a batuta de Deltan Dallagnol e, neste país, ser amigo e ter aliados políticos é crime.

A farsa lulocentrica criada ataca o Estado Democrático de Direito e a inteligência dos cidadãos brasileiros. Não foi apresentado um único ato praticado por Lula, muito menos uma prova. Desde o início da Operação Lava Jato houve uma devassa na vida do ex-Presidente. Nada encontraram. Foi necessário, então, apelar para um discurso farsesco. Construíram uma tese baseada em responsabilidade objetiva, incompatível com o direito penal. O crime do Lula para a Lava Jato é ter sido presidente da República.

O grosso do discurso de Dallagnol não tratou do objeto da real denúncia protocolada nesta data – focada fundamentalmente da suposta propriedade do imóvel 164-A do edifício Solaris, no Guarujá (SP). Sua conduta política é incompatível com o cargo de Procurador Geral da República e com a utilização de recursos públicos do Ministério Público Federal para divulgar suas teses.

Para sustentar o impossível – a propriedade do apto 164-A, Edifício Solaris, no Guarujá – a Força Tarefa da Lava Jato valeu-se de truque de ilusionismo, promovendo um reprovável espetáculo judicial- midiático. O fato real inquestionável é que Lula e D. Marisa não são proprietários do referido imóvel, que pertence à OAS.

Se não são proprietários, Lula e sua esposa não são também beneficiários de qualquer reforma ali feita. Não há artifício que possa mudar essa realidade. Na qualidade de seus advogados, afirmamos que nossos clientes não cometeram, portanto, crimes de corrupção passiva (CP, art. 317, caput), falsidade ideológica (CP, art. 299) ou lavagem de capitais (Lei nº 9.613/98, art. 1º).



1- Violação às garantias da dignidade da pessoa humana, da presunção da inocência e, ainda, das regras de Comunicação Social do CNMP.

A coletiva de imprensa hoje realizada pelo MPF valeu-se de recursos públicos para aluguel de espaço e equipamentos exclusivamente para expor a imagem e a reputação de Lula e D. Marisa, em situação incompatível com a dignidade da pessoa humana e da presunção de inocência. O evento apresentou denúncia como uma condenação antecipada aos envolvidos, violando o art. 15, da Recomendação n.º 39, de agosto de 2016, do Conselho Nacional do Ministério Público, que estabelece a Política de Comunicação Social do Ministério Público.

2- Não há nada que possa justificar as acusações.

2.1 – Corrupção passiva – 

O ex-Presidente Lula e sua esposa foram denunciados pelo crime de corrupção passiva (CP, art. 317, caput), no entanto:

2.2.1 O imóvel que teria recebido as melhorias, no entanto, é de propriedade da OAS como não deixa qualquer dúvida o registro no Cartório de Registro de Imóveis (Matricula 104801, do Cartório de Registro de Imóveis do Guarujá), que é um ato dotado de fé pública. Diz a lei, nesse sentido: “Art. 1.245. Transfere-se entre vivos a propriedade mediante o registro do título translativo no Registro de Imóveis”. A denúncia não contém um único elemento que possa superar essa realidade jurídica, revelando-se, portanto, peça de ficção.

2.2.2. Confirma ser a denúncia um truque de ilusionismo o fato de o documento partir da premissa de que houve a “entrega” do imóvel a Lula sem nenhum elemento que possa justificar tal afirmação.

2.2.3. Lula esteve uma única vez no imóvel acompanhado de D. Marisa — para conhecê-lo e verificarem se tinham interesse na compra. O ex-Presidente e os seus familiares jamais usaram o imóvel e muito menos exerceram qualquer outro atributo da propriedade, tal como disposto no art. 1.228, do Código Civil (uso, gozo e disposição).

2.2.4. D. Marisa adquiriu em 2005 uma cota-parte da Cooperativa Habitacional dos Bancários (Bancoop) que, se fosse quitada, daria direito a um imóvel no Edifício Mar Cantábrico (nome antigo do hoje Edifício Solaris). Ela fez pagamentos até 2009, quando o empreendimento foi transferido à OAS por uma decisão dos cooperados, acompanhada pelo Ministério Público do Estado de São Paulo. Diante disso, D. Marisa passou a ter a opção de usar os valores investidos como parte do pagamento de uma unidade no Edifício Solaris – que seria finalizado pela OAS — ou receber o valor do investimento de volta, em condições pré-estabelecidas. Após visitar o Edifício Solaris e verificar que não tinha interesse na aquisição da unidade 164-A que lhe foi ofertada, ela optou, em 26.11.2015, por pedir a restituição dos valores investidos. Atualmente, o valor está sendo cobrado por D. Marisa da Bancoop e da OAS por meio de ação judicial (Autos nº 1076258-69.2016.8.26.0100, em trâmite perante a 34ª. Vara Cível da Comarca de São Paulo), em fase de citação das rés.

2.2.5. Dessa forma, a primeira premissa do MPF para atribuir a Lula e sua esposa a prática do crime de corrupção passiva — a propriedade do apartamento 164-A — é inequivocamente falsa, pois tal imóvel não é e jamais foi de Lula ou de seus familiares.

2.2.6. O MPF não conseguiu apresentar qualquer conduta irregular praticada por Lula em relação ao armazenamento do acervo presidencial. Lula foi denunciado por ser o proprietário do acervo. A denúncia se baseia, portanto, em uma responsabilidade objetiva incompatível com o direito penal

2.3 – Lavagem de Capitais 

Lula foi denunciado pelo crime de lavagem de capitais (Lei nº 9.613/98, art. 1º) sob o argumento de que teria dissimulado o recebimento de “vantagens ilícitas” da OAS, que seria “beneficiária direita de esquema de desvio de recursos no âmbito da PETROBRAS investigado pela Operação Lava Jato”.

2.3.1 Para a configuração do crime previsto no art. 1º, da Lei nº 9.613/98, Lula e sua esposa teriam que ocultar ou dissimular bens, direitos ou valores “sabendo serem oriundos, direta ou indiretamente, de crime”.

2.3.2 Além de o ex-Presidente não ser proprietário do imóvel no Guarujá (SP) onde teriam ocorrido as “melhorias” pagas pela OAS, não foi apresentado um único elemento concreto que possa indicar que os recursos utilizados pela empresa tivessem origem em desvios da Petrobras e, muito menos, que Lula e sua esposa tivessem conhecimento dessa suposta origem ilícita."

***

Leia Mais ►

sábado, 6 de agosto de 2016

Game of Thrones: Ned Stark, um homem de honra

Relembre neste vídeo do Canal TheGaroStudios, a saga de Eddard Stark chamado carinhosamente pelos amigos e familiares de "Ned". Um dos principais personagens na 1ª temporada da famosa e espetacular série de TV Game of Thrones, Ned Stark, interpretado pelo ator Sean Bean, foi chefe da Casa Stark, Senhor de Winterfell, e Protetor do Norte. Era casado com Catelyn Stark, da Casa Tully, com quem teve cinco filhos legítimos: Robb, Sansa, Arya, Bran e Rickon.
Leia Mais ►

sábado, 23 de julho de 2016

Confira o primeiro vídeo de produção da 7ª temporada de Game of Thrones

Assista ao primeiro vídeo da 7ª temporada de Game of Thrones, lançado durante a San Diego Comic-Con 2016. As imagens mostram a equipe técnica construindo os cenários , adereços e figurinos. Ao fundo ouvem-se algumas falas dos últimos capítulos da última temporada, enquanto os assistentes preparam a mesa de leitura dos roteiros.
Leia Mais ►

sexta-feira, 8 de julho de 2016

Por que você acha que está certo, mesmo quando está errado?

Visto no Brasil Acadêmico - "Perspectiva é tudo, especialmente quando se trata de avaliarmos nossas crenças. Será que você é um soldado, disposto a defender seu ponto de vista a todo custo, ou um escoteiro, estimulado pela curiosidade? Julia Galef examina as motivações por trás dessas duas formas de pensar e o modo como elas moldam a maneira pela qual interpretamos informações novas, através de uma lição histórica convincente, que ocorreu na França do século 19. "Quando suas firmes opiniões são postas à prova", Galef diz, "qual é a coisa pela qual você mais anseia? Por defender suas próprias crenças, ou por ver o mundo da forma mais clara possível?"



"Peço que, por um instante, você imagine que você é um soldado em pleno combate, talvez um soldado romano, um arqueiro medieval, ou quem sabe um guerreiro zulu. Independentemente do lugar e da época, algumas coisas não mudam. Seu nível de adrenalina fica elevado e suas ações são decorrentes de reflexos profundamente arraigados, reflexos que vêm de uma necessidade de proteger a si mesmo e aos seus, e de derrotar o inimigo.

Agora, peço que você se imagine numa função bem diferente, a de um escoteiro. A função do escoteiro não é atacar nem defender. Sua função é tentar entender. É ele quem sai, mapeia o terreno e identifica possíveis obstáculos. O escoteiro procura saber, por exemplo, se existe uma ponte num local conveniente, para atravessar um rio, mas, acima de tudo, o escoteiro procura sondar o ambiente, com o máximo de precisão. Num exército de verdade, tanto o soldado quanto o escoteiro são essenciais, mas você também pode imaginar essas funções como tipos de mentalidade, metáforas de como todos nós processamos informações e ideias no nosso dia a dia. Hoje, o que quero discutir é o fato de que ter bom senso, calcular com precisão e tomar boas decisões têm basicamente a ver com o seu tipo de mentalidade.
 
Para ilustrar essas mentalidades em ação, vamos voltar à França do século 19, onde este pedaço de papel aparentemente inofensivo trouxe à tona uma dos maiores escândalos políticos da história. Foi descoberto em 1894 por oficiais das forças armadas francesas. Ele foi rasgado e jogado em um cesto de papel, mas, quando seus pedaços foram juntados, descobriu-se que alguém entre os soldados estava vendendo segredos militares à Alemanha.
 
Uma grande investigação foi iniciada e as suspeitas rapidamente se voltaram para um homem: Albert Dreyfus. Ele tinha um histórico impecável, sem qualquer histórico de infrações e sem motivo, até onde se sabia. Porém, Dreyfus era o único oficial judeu naquele grupo militar e, infelizmente, naquela época, o exército francês era extremamente antissemita. A caligrafia de Dreyfus foi comparada à do documento e concluiu-se que eram compatíveis, embora especialistas civis em comparação de caligrafias não tivessem tanta certeza, mas deixa isso pra lá. O apartamento de Dreyfus foi vasculhado em busca de evidências de espionagem, vasculharam os arquivos dele, mas não encontraram nada. Ficaram ainda mais convencidos de que Dreyfus era não só culpado, mas também sorrateiro, por obviamente ter escondido todas as provas antes que eles pudessem encontrá-las.

Depois, investigaram a vida pessoal dele, tentando encontrar qualquer detalhe incriminador. Falaram com os professores dele e descobriram que ele estudara línguas estrangeiras na escola, o que "obviamente" mostrava um desejo de conspirar junto a governos estrangeiros depois de adulto. Os professores também disseram que Dreyfus era bom de memória, o que era "muito" suspeito, não? Afinal, um espião precisa se lembrar de muitas coisas.
 
O caso foi a julgamento e Dreyfus foi considerado culpado. Ele foi levado a uma praça pública, a insígnia do uniforme dele foi solenemente rasgada e sua espada foi partida em duas. Foi a chamada "degradação de Dreyfus". Ele foi sentenciado à prisão perpétua na ilha apropriadamente chamada de "Ilha do Diabo", um pedaço de rocha estéril, próxima à costa da América do Sul. Ele foi mandado pra lá e lá permaneceu sozinho, escrevendo cartas e mais cartas ao governo francês, implorando que reabrisse seu caso para que se provasse sua inocência, mas a França basicamente considerou o caso dele encerrado.
 
Uma coisa que acho muito interessante no "caso Dreyfus" é por que os oficiais ficaram tão convencidos de que Dreyfus era culpado. Podemos até achar que "armaram" pra ele, que o consideraram culpado intencionalmente, mas os historiadores não acham que foi isso. Até onde se sabe, os oficiais realmente acreditavam que o caso contra Dreyfus era legítimo, o que nos faz pensar: o que isso revela a respeito da mente humana, a ponto de acharmos evidências tão insignificantes convincentes o bastante para condenar um homem?
 
Esse é um exemplo do que os cientistas chamam de "tendência cognitiva". É o fenômeno no qual nossas tendências inconscientes, nossos desejos e medos, moldam a forma como interpretamos informações. Algumas informações, algumas ideias, parecem ser nossas aliadas, e queremos que elas vençam, queremos defendê-las. Outras informações e ideias são nossas inimigas, e queremos acabar com elas. É por isso que chamo a tendência cognitiva de "mentalidade do soldado".

A maioria de vocês provavelmente nunca perseguiu um oficial franco-judeu por traição capital, eu suponho, mas talvez tenham acompanhado esportes ou política e devem ter notado que, quando o juiz diz que o seu time cometeu falta, você tem grande tendência a buscar razões pra ele estar errado. Se ele disser, porém, que o outro time cometeu falta... ótimo! Perfeito! Deixa quieto. Talvez você tenha lido um artigo ou estudo que tratava de alguma política controversa, como a pena de morte. Como pesquisadores já demonstraram, se você apoiar a pena de morte e o estudo mostrar que ela não é eficaz, você terá uma forte tendência a buscar todos os argumentos para afirmar que o estudo não foi bem realizado. Se ele mostrar que a pena de morte funciona, o estudo é perfeito. E vice-versa: se você não apoia a pena de morte, o mesmo se aplica.
 
Nosso julgamento é inconsciente e fortemente influenciado dependendo do lado que queremos que vença. Isso influencia tudo. Isso molda nossa forma de pensar sobre nossa saúde, nossas relações, a forma como decidimos votar, o que consideramos justo ou ético. O que acho mais assustador na tendência cognitiva, ou mentalidade do soldado, é o quanto ela é inconsciente. Podemos achar que estamos sendo objetivos e justos e, ainda assim, acabarmos arruinando a vida de um homem inocente.

Entretanto, para Dreyfus, felizmente, sua história não acaba aí. Este é o coronel Picquart. Ele também era oficial de alta patente do exército francês. Como a maioria das pessoas, ele achou que Dreyfus fosse culpado e, como a maioria das pessoas no exército, ele era no mínimo um pouco antissemita, mas, em certo momento, Picquart começou a pensar: "E se todos estivermos enganados quanto a Dreyfus?" Ele havia descoberto evidências de que a espionagem tinha continuado, mesmo após a prisão de Dreyfus. Ele também descobriu que outro oficial do exército tinha uma caligrafia perfeitamente compatível, bem mais até que a caligrafia de Dreyfus. Ele levou suas descobertas aos seus superiores, mas, para seu espanto, eles não se importaram e às vezes tinham explicações lógicas para aquelas descobertas, tais como: "Bem, Picquart, você só mostrou que existe outro espião que aprendeu a imitar a caligrafia de Dreyfus, e assumiu a tarefa de espionagem depois que ele foi preso. Mesmo assim, Dreyfus é culpado". No fim, Picquart conseguiu que Dreyfus fosse dispensado, mas ele levou dez anos pra isso e, em parte desse tempo, ele mesmo esteve na prisão pelo crime de deslealdade para com o exército.

Muitas pessoas acham que Picquart não pode ser o herói dessa história porque ele era antissemita, e isso é ruim, eu concordo, mas, pessoalmente, acho que o fato de Picquart ser antissemita, na verdade, torna suas ações ainda mais admiráveis, porque ele tinha os mesmos preconceitos, a mesma tendenciosidade, de seus colegas oficiais, mas sua inclinação por encontrar a verdade e sustentá-la superou tudo isso.
 
Então, para mim, Picquart é o "garoto propaganda" do que eu chamo de "mentalidade do escoteiro", a vontade não de ver uma ideia ganhar ou perder, mas apenas entender a realidade, da forma mais franca e precisa possível, mesmo que ela não seja bonita, conveniente ou agradável. É essa mentalidade que me fascina. Passei os últimos anos estudando e tentando entender de onde vem a mentalidade do escoteiro. Por que algumas pessoas, pelos menos às vezes, conseguem vencer seus próprios preconceitos e tendenciosidades e tentar ver os fatos e as evidências da forma mais objetiva possível?

E a resposta é emocional. Assim como a origem da mentalidade do soldado são as emoções, tais como defesa ou tribalismo, a do escoteiro também. São apenas emoções diferentes. Por exemplo, os escoteiros são curiosos. É mais provável que digam que sentem prazer ao receberem novas informações ou uma ânsia por resolver uma charada. É mais provável que se sintam curiosos ao descobrirem alguma coisa que contradiga suas expectativas. Os escoteiros também têm valores diferentes. Eles tendem mais a dizer que acham virtuoso testar suas próprias crenças, e tendem menos a dizer que alguém que mude de ideia demonstra fraqueza. Acima de tudo, os escoteiros são pé no chão. Sua autoestima, enquanto pessoa, não está ligada ao quanto estão certos ou errados sobre determinado assunto. Assim, eles podem acreditar que a pena de morte funcione, mas se estudos mostrarem o contrário, eles dizem: "Hum, acho que me enganei, mas não quer dizer que eu seja mau ou idiota".

Esse conjunto de características é o que os pesquisadores descobriram, e que também descobri informalmente, que é indicativo de um bom senso. O que quero que vocês entendam sobre essas características é que elas não têm fundamentalmente a ver com o quanto você é inteligente, ou com o quanto você sabe. Na verdade, elas não têm correlação alguma com QI. A questão é como você se sente. Existe uma citação que sempre utilizo, uma citação de Saint-Exupéry. Ele é o autor de "O Pequeno Príncipe". Ele disse: "Se você quer construir um navio, não chame as pessoas para juntar madeira, ou atribua-lhes tarefas e trabalho, mas sim ensine-as a desejar a infinita imensidão do oceano".
 
Em outras palavras, eu afirmo, se realmente quisermos melhorar nosso bom senso, enquanto indivíduos e enquanto sociedade, o que mais precisamos não é de mais instrução em lógica, retórica, probabilidade ou economia, embora essas coisas sejam muito valiosas. O que mais precisamos para usar bem esses princípios é da mentalidade do escoteiro. Precisamos mudar nossa forma de sentir. Precisamos aprender a termos orgulho em vez de vergonha, ao percebermos que podemos estar errados. Precisamos aprender a nos sentirmos curiosos em vez de defensivos, ao nos depararmos com informações que contradigam nossas crenças.
 
Então, a pergunta com a qual quero encerrar é: qual é a coisa pela qual você mais anseia? Você anseia por defender suas próprias crenças, ou por ver o mundo da forma mais clara possível?
 
Obrigada.
 
(Aplausos) "
 
Fonte: TED

***
Leia Mais ►

quarta-feira, 18 de maio de 2016

Protesto em Cannes contra o impeachment no Brasil ganha repercussão mundial [vídeo]

Uma mensagem de protesto contra o impeachment da presidente Dilma Rousseff, feita pelo elenco do filme Aquarius no festival de cinema de Cannes, repercutiu instantaneamente no Brasil e no mundo através da internet na redes sociais, sites e blogs. Assista ao vídeo (com legendas da narração), no momento em que no tapete vermelho a equipe e o elenco do novo longa do filme brasileiro de Kleber Mendonça Filho posou segurando cartazes que diziam: O Brasil não é mais uma democracia e "O mundo não pode aceitar esse governo ilegítimo".
Leia Mais ►

segunda-feira, 11 de abril de 2016

Os semifinalistas do Campeonato Paranaense de 2016 [vídeo]

O Coritiba, foi o primeiro a confirmar sua presença nas semifinais do Campeonato Paranaense 2016. O Coxa, que havia vencido a primeira das quartas de final, por 2 a 0, eliminou o Toledo com goleada no Couto Pereira. Surpreendente, o PSTC que perdeu o jogo de ida por 3 a 0, devolveu o placar ao J. Malucelli no tempo normal de jogo, e conquistou a vaga nos pênaltis.


O Paraná Clube, que obteve uma larga vantagem ao vencer o Foz do Iguaçu, fora de casa, por 3 a 0, se classificou com derrota. Perdeu por 2 a 1, na Vila Capanema. O único confronto que parecia estar indefinido, seria Londrina x Atlético. A primeira partida no Estádio do Café, terminou empatada em 1 a 1. Mas o Furacão fez prevalecer o mando de campo na volta e venceu o Tubarão na Arena da Baixada, por 2 a 0.

No próximo domingo (17), acontecem os jogos de ida das semifinais do Paranaense 2016. O PSTC recebe o Coritiba, em Cornélio Procópio, e o Atlético Paranaense enfrenta o Paraná Clube, na Arena da Baixada. Os jogos da volta, que decidem quem vai pra final do campeonato estão marcados o outro domingo (24), com mando invertido.

Assista aos melhores momentos/gols das partidas que definiram os semifinalistas do Campeonato Paranaense 2016.









(com informações do futebolparanaense.net)
Imagem: reprodução/Foto: LANCE!

Leia Mais ►

domingo, 10 de abril de 2016

Receita divulga vídeo para ajudar contribuintes que ainda não declararam o IR

Daniel Lima – Repórter da Agência Brasil - "A Receita Federal produziu um vídeo de animação para ajudar os contribuintes que ainda não enviaram a Declaração do Imposto de Renda Pessoa Física 2016. O prazo que começou no dia 1º de março termina no dia 29 de abril.

Com uma linguagem simples, os produtores do vídeo procuram apresentar os pontos básicos da declaração tais como limite de isenção, valores de multa por não entrega, rendimentos tributáveis, opção por desconto simplificado e itens do patrimônio que devem ser declarados. O vídeo foi divulgado no canal oficial da Receita Federal no youtube, a TV Receita.



O programa gerador da declaração para ser usado no computador pode ser baixado no site da Receita Federal. O aplicativo para dispositivos móveis (tablets e smartphones) na versão Android, da Google, e na versão iOS, da Apple, está disponível no mesmo endereço.

Para esclarecer dúvidas em relação ao preenchimento da declaração do imposto referente ao exercício de 2016, ano-calendário de 2015, a Receita também liberou para download um perguntão com respostas para as dúvidas mais frequentes.

A expectativa do governo é receber neste ano 28,5 milhões de declarações, número 2,1% maior do que as 27,9 milhões entregues no ano passado."

História do Imposto de Renda

Outro vídeo interessante e curioso produzido pela TV Receita conta a história do Imposto de Renda. São quase 6 minutos de produção, que começa com a origem do imposto de renda moderno, surgido na Inglaterra em 1799.
 
 

Edição: Denise Griesinger

Leia Mais ►

sábado, 12 de março de 2016

O talento de Messi com oito anos de idade [vídeo]

O vídeo não é recente, mas comprova que o talento de Lionel Messi não apareceu de uma hora pra outra. O acompanha desde a mais tenra idade. Essas atuações semanais extraordinárias do craque argentino pelo Barcelona, com dribles desconcertantes, passes perfeitos, assistências e golaços, vem de longa data. O vídeo é de quando Messi jogava pelo Central de Córdoba, de Rosário, sua cidade natal. Antes de ir para o Newell's Old Boys, onde despontaria para o mundo do futebol tornando-se o maior jogador de futebol do mundo. Vale observar o entusiasmo do narrador do jogo.
Leia Mais ►

terça-feira, 1 de março de 2016

Game of Thrones: primeiro vídeo dos bastidores da 6ª temporada da série

A HBO lançou nesta segunda-feira (29), um vídeo mostrando os bastidores da 6ª temporada de Game of Thrones, a série de TV de maior sucesso atualmente. O making of, chamado "The Best Seat in the House", mostra o lado privilegiado dos operadores de câmera que acompanham tudo de muito de perto. Um vislumbre daquilo que os fãs da série aguardam há meses para ver, e verão a partir do final do mês de Abril. Confira algumas imagens e logo abaixo, o vídeo.
Leia Mais ►

quarta-feira, 10 de fevereiro de 2016

Imagens inéditas de Marte em 360 graus [vídeo]

Pela primeira vez, a Nasa, Agência Espacial americana divulgou imagens de Marte em 360 graus. O vídeo foi gravado em dezembro do ano passado por uma câmara acoplada ao jipe robô Curiosity, usado na missão de exploração do Planeta Vermelho. As imagens mostradas revelam parte de um banco de dunas de areia preta, conhecida como Dunas Bagnold, ao longo da região noroeste do Monte Sharp.
Leia Mais ►

sábado, 23 de janeiro de 2016

Saíram os primeiros teasers da 6ª temporada da série Game of Thrones

A HBO divulgou nesta sexta-feira (22), alguns teasers da famosa e premiadíssima série de TV, Game of Thrones. Tudo para aumentar a grande expectativa que cerca milhões de expectadores no Brasil e nos EUA, fãs incondicionais da série, que aguardam ansiosos a estreia da 6ª temporada marcada para o dia 24 de abril. Assista, logo abaixo.
Leia Mais ►

Arquivos

Site Meter

  ©Blog do Guara | Licença Creative Commons 3.0 | Template exclusivo Dicas Blogger