terça-feira, 30 de junho de 2009

Escrevendo textos com qualidade.

Nos tempos idos de colegial, gostava muito de ler o jornalzinho informativo do grêmio estudantil e até me aventurei a produzir alguns textos que vieram a ser publicados. Logicamente o conteúdo era puramente juvenil, recheado de cronicas simples que representavam o sentimento ideológico da juventude e o pensamento espontâneo dos alunos do colégio.


Lembro-me que o texto publicado apresentava-se com algumas alterações em relação ao o original apresentado para publicação. Obviamente, depois de ler a matéria já impressa notava-se as correções ortográficas e gramaticais na formação das frases e parágrafos do texto. Certamente, era revisado por alguém que detinha melhores conhecimentos da língua portuguesa.

Naquele tempo nem sonhávamos com um editor de textos que indicasse automaticamente as palavras e os termos escritos erroneamente.

Hoje estamos convivendo com a nova reforma ortográfica que exige conhecimento, informação e adaptação a quem está envolvido com a produção de textos. Principalmente quem está constantemente produzindo matérias através de Blogs na grande rede.

Evidentemente que, escrever em um Blog é muito diferente que produzir matérias didáticas para um grande jornal, site, ou portal da grande mídia contemporânea.
No entanto, para transmitir claramente uma ideia é fundamental seguir as regras da boa escrita. Isto é, escrever corretamente. Sob pena de ser mal interpretado e ter seu ponto de vista totalmente distorcido quando alguém vier a ler aquilo que você publicou.
Uma virgula pode alterar todo o sentido da frase, tornando-a confusa para que lê.
Ou, como se dizia antigamente, colocar os pingos nos "Is", esclarece a finalidade real do assunto tratado no texto.

Atualmente, quando escrevo meus simplórios textos, procuro redobrar a atenção, depois dos flagrantes assassinatos à língua portuguesa que andei cometendo por aí. Mas tenho verificado que a tarefa não é muito fácil. São muitas as armadilhas do Português quando escrevemos.
Aprendi muito, depois de retomar o gosto em transmitir ideias escrevendo. Muitas dicas e ensinamentos me foram conferidas pelo grande mestre Ernest Hemingway,  cuidadosamente compiladas por Augusto Campos em seu Blog.
Porém, levo sempre comigo a convicção de ser o mais simples, claro e objetivo possível, para me fazer entender perante àqueles a quem devo respeito e consideração. Pessoas que se predispõem a ler o que escrevo, e me dignificam com sua atenção e o dispêndio de parte do seu precioso tempo.

Com referência ao assunto, recebi por e-mail,  do sobrinho Diego Zeni,  uma valiosa informação sobre regras da utilização correta da língua portuguesa. Não há informação sobre a autoria. Quem souber me avise para eu conceder os devidos créditos.

Segue o texto:

Dicas para o uso da língua portuguesa...

1. Deve evitar ao máx. a utiliz. de abrev., etc.

2. É desnecessário fazer-se empregar de um estilo de escrita demasiadamente rebuscado. Tal prática advém de esmero excessivo que raia o exibicionismo narcisístico.

3. Anule aliterações altamente abusivas.

4. não esqueça as maiúsculas no inicio das frases.

5. Evite lugares-comuns como o diabo foge da cruz.

6. O uso de parêntesis (mesmo quando for relevante) é desnecessário.

7. Estrangeirismos estão out; palavras de origem portuguesa estão in.

8. Evite o emprego de gíria, mesmo que pareça nice, sacou??...entã o valeu!

9. Palavras de baixo calão, porra, podem transformar o seu texto numa merda.

10. Nunca generalize: generalizar é um erro em todas as situações.

11. Evite repetir a mesma palavra pois essa palavra vai ficar uma palavra repetitiva. A repetição da palavra vai fazer com que a palavra repetida desqualifique o texto onde a palavra se encontra repetida.

12. Não abuse das citações. Como costuma dizer um amigo meu: 'Quem cita os outros não tem ideias próprias'.

13. Frases incompletas podem causar

14. Não seja redundante, não é preciso dizer a mesma coisa de formas diferentes; isto é, basta mencionar cada argumento uma só vez, ou por outras palavras, não repita a mesma idéia várias vezes.

15. Seja mais ou menos específico.

16. Frases com apenas uma palavra? Jamais!

17. A voz passiva deve ser evitada.

18. Utilize a pontuação corretamente o ponto e a vírgula pois a frase poderá ficar sem sentido especialmente será que ninguém mais sabe utilizar o ponto de interrogação.

19. Quem precisa de perguntas retóricas?

20. Conforme recomenda a A.G.O.P, nunca use siglas desconhecidas.

21. Exagerar é cem milhões de vezes pior do que a moderação.

22. Evite mesóclises. Repita comigo: 'mesóclises: evitá-las-ei!'

23. Analogias na escrita são tão úteis quanto chifres numa galinha.

24. Não abuse das exclamações! Nunca!!! O seu texto fica horrível!!!!!

25. Evite frases exageradamente longas pois estas dificultam a compreensão da idéia nelas contida e, por conterem mais que uma idéia central, o que nem sempre torna o seu conteúdo acessível, forçam, desta forma, o pobre leitor a separá-la nos seus diversos componentes de forma a torná-las compreensíveis, o que não deveria ser, afinal de contas, parte do processo da leitura, hábito que devemos estimular através do uso de frases mais curtas.

26. Cuidado com a hortografia, para não estrupar a língúa portuguêza.

27. Seja incisivo e coerente, ou não.

28. Não fique escrevendo (nem falando) no gerúndio. Você vai estar deixando seu texto pobre e estar causando ambigüidade, com certeza você vai estar deixando o conteúdo esquisito, vai estar ficando com a sensação de que as coisas ainda estão acontecendo. E como você vai estar lendo este texto, tenho certeza que você vai estar prestando atenção e vai estar repassando aos seus amigos, que vão estar entendendo e vão estar pensando em não estar falando desta maneira irritante.

29. Outra barbaridade que tu deves evitar chê, é usar muitas expressões que acabem por denunciar a região onde tu moras, carajo! ..nada de mandar esse trem...vixi. .entendeu bichinho?

30. Não permita que seu texto acabe por rimar, porque senão ninguém irá aguentar já que é insuportável o mesmo final escutar, o tempo todo sem parar.


Para quem escreve ou não em Blog sugiro consultar: PARAGRAFO.


Imagem:
RSS/Feed: Receba automaticamente todas os artigos deste blog.
Clique aqui para assinar nosso feed. O serviço é totalmente gratuito.

6 comentários:

APRENDENDO POR AI disse...

Sensacional esse montão de dicas.
Guaraci, aquele abração do amigo Rui.

Guara disse...

Obrigado ilustre amigo.
Quando vai me enviar um exemplar do Momentos?
Um abraço.

Anônimo disse...

Parabéns por este texto com belos conselhos/exemplos. São bem necessários para certas pessoas.
Um abraço
Jorge

PS: Obrigado por me seguir no diHITT

Francisco Amado disse...

Seu link já foi postado e divulgado no 20 minutos também.
Agora deixe um recado lá no blog e divulgue a comunidade.
Abraços.

Excelente artigo.

Raphael Pereira disse...

Gostei das Dicas! Informação util e direta.

Guaraci disse...

Obrigado Raphael,
Fico contente de saber que lhe foi útil.
Um abraço.

Postar um comentário

Comente e compartilhe. Seu comentário é muito importante para agregar valor à matéria. Obrigado.

Arquivos

Site Meter

  ©Blog do Guara | Licença Creative Commons 3.0 | Template exclusivo Dicas Blogger