quinta-feira, 1 de abril de 2010

Para o dia de hoje...o improvável.

Brasília amanheceu em polvorosa. Na boca do povo um fato intrigante e com possibilidade de ser verídico. Um certo caseiro de uma importante propriedade, ao dirgir-se ao jardim deparou-se com uma cena no mínimo estranha. Parecia ter acontecido ali, uma comemoração íntima, intrigante.

O caseiro, sempre ele, descrevera assim o que tinha visto. Nos fundões tenebrosos daquele jardim, da luxuosa casa que no passado fora batizada de "casa da Dinda", em um espaço restrito a poucas pessoas, havia uma mesa com três cadeiras. Em cima dela, dois copos pequenos em forma de dedal, desses em que é servida "a mardita" nos botequins desse Brasil. Uma garrafa de "51" ainda com dois dedos da bebida, duas taças de cristal para vinho. Uma delas continha manchas de baton vermelho, e junto uma garrafa vazia de Chateau Duvallier. E ainda, uma pequena caixa de charutos cubanos.
Na cabeça do repórter privilegiado, que não se sabe como conseguiu ser o primeiro a contactar o caseiro, estava definida a prova de que ali acontecera uma comemoração por uma importante batalha política. Contra quem e como se obtera a vitória abriria-se um grande leque no vasto campo de especulações. No entanto, o faro de Scherlock do bom reporter, levou-o a mais tarde definir quem estava nesta comemoração. Antes mesmo de ser revelado, os próprios leitores do jornal onde seria publicado o "furo", tinham quase certeza de quem comemorava o que. Cachaça, vinho, taça com marca de baton, charutos, casa da Dinda, PT x PSDB...ano em que tomara posse o novo presidente, ainda compondo seu novo ministério....Mistério!?
O fato que viria a tona em seguida, era que o novo governo comemorava naquele dia a promulgação do Ato inconstitucional nº6, marcada para o dia seguinte. Objeto: delimitar o campo de atuação da pessoas que atuavam na Blogosfera. Cercear a liberdade de expressão de milhares de blogueiros independentes. Criar mecanismos visando bloquear o acesso ao conhecimento democrático através da Internet a milhares de cidadãos. A idéia ditatorial já havia tramitado em outros tempos no Congresso Nacional, e morreu na casca. Devido ao exercício pleno da liberdade de pensamento, a sociedade brasileira sufocou todas as tentativas de trazer de volta a famigerada Lei da Mordaça.
Este texto foi elaborado para ser publicado em 1º/04/2010, em memória do significado da data. Achei oportuno antecipar em virtude dos rumores de mentiras e meias verdades que logo irão assolar este país. Alguns candidatos a presidência da republica já lançaram suas candidaturas.

RSS/Feed: Receba automaticamente todas os artigos deste blog.
Clique aqui para assinar nosso feed. O serviço é totalmente gratuito.

4 comentários:

Novaes disse...

Oi Guara, obrigado pela visita ao meu blog!! Também gosto muito da obra do Zé Rodrix! Era fã da banda que ele tinha com o Sá e o Guarabira! Pode publicar coisas do meu blog aqui no seu blog! Com a devida referência, claro! Vou colocar a url do blog do Guara no meu bloghumor! Abração! Novaes.

BLOG DO JOÃO SÁVIO disse...

Belíssima exposição do Blog do Guará. Sou apaixonado pelo conhecimento, pela observação detida das coisas, às vezes até um pouco demais, mas muito do que diz seu texto eu não havia percebido ainda. Muito bom mesmo. Fiquei fã. Vou linká-lo como dos meus blogs recomendados. Aguardo sua blogvisita e comentários. abs

GUARACI CELSO PRIMO disse...

Olá João Sávio,
Grato pelo comentário, pelo elogio, e pelo link.
Isso me incentiva a buscar sempre melhorar.
T.'.F.'.A.'.

GUARACI CELSO PRIMO disse...

Novaes,
Estarei publicando sua charge do Zé Rodrix.
Sugiro leitura do post em:
http://www.seuguara.com.br/2009/05/morre-ze-rodrix.html.
Obrigado pelo comentário.
Um grande abraço.

Postar um comentário

Seu comentário é muito importante para agregar valor à matéria. Obrigado.

Arquivos

Site Meter

  ©Blog do Guara | Licença Creative Commons 3.0 | Template exclusivo Dicas Blogger