quinta-feira, 3 de junho de 2010

Ipad - o sonho de consumo e o suicídio.

O sucesso da Apple de Jobs, que superou a  gigante Microsolft de Bill Gates com o lançamento do Ipad no começo do mês passado, só não vendeu mais porque teve problemas de fornecimento de componentes. A empresa Foxconn criadora da maioria dos dispositivos tecnológicos, que atende outras grandes na área da tecnologia, como Dell, HP e Sony, enfrentou e está as voltas com um sério problema de Recursos Humanos.


O microcomputador tem apenas 25 centímetros de tamanho, tela tátil, e é bem mais fino que os Notebooks. Vendeu um milhão de unidades nos Estados Unidos, durante os 28 dias que precederam seu lançamento.


Através dele os clientes "descarregaram mais de 12 milhões de aplicações da Ipp Store e mais de 1,5 milhões de ebooks da nova iBookstore só no primeiro mês de uso." No dia 28 de maio foi a vez de Austrália, Canadá, França, Alemanha, Itália, Japão, Espanha, Suíça e Reino Unido, receberem o último sonho de consumo de tecnologia. Aos brasileiros resta a expectativa. Não há data prevista para chegar ao Brasil.
Steve Jobs, o "cabeça" da Apple,  convidado para participar nesta quarta feira da "conferência D8 "All Things Digital", evento organizado pelo Wall Street Journal ,que reúne as figuras mais emblemáticas do mundo da tecnologia", comparou o novo "tablet" aos automóveis. Que em certa época vieram substituir os caminhões como meio de transporte. Da mesma forma, o Ipad chega para substituir os PCs, reduzindo em muito o numero de pessoas que continuarão a usá-lo. Como os caminhões, terão um uso mais específico.  
Nos Estados Unidos, o fascinante aparelho era vendido nas lojas ao preço de US$ 499, no modelo básico com Wi-Fi. E o modelo mais caro por US$ 800. Quando colocado a venda em outros países, observou-se enormes filas de pessoas anciosas defronte as lojas da Apple. 
Segundo Rachael Rettner, na coluna escrita para Live Science, psicólogos e pesquisadores de mercado afirmam que o consumidor de novos produtos relacionados com a tecnologia,  não são pessoas que sofrem de obsseção por novidades. A Aplle possui uma legião de fãs exclusivos. Como se fora uma "Deusa" a produzir milagres, redem a Ela um culto quase fanático como os devotos de uma religião.
Realmente pelo que se tem observado, é um produto fantástico. Utiliza o que há de mais moderno em aplicativos e solfwares. Prova do vertiginoso e desenfreado progresso no campo da ciência tecnológica. 
Tanto o consumo como a venda do Ipad, como alegara o próprio Jobs, seria muito maior se não ocorressem problemas na cadeia de fornecimento dos componentes para sua fabricação. 
Como muitos, tive o desejo de possuir um desses. E, pesquisando, descobri uma reportagem sobre a empresa Foxconn e seus funcionários. Como citado inicialmente, esta empresa é a principal fabricante e fornecedora da poderosa Apple.

O outro lado da moeda.
Em uma de suas matérias escritas para o Telegraph.co.uk, o escritor Malcolm Moore revela uma investigação sobre suicídios ocorridos no interior da fábrica. Além dos 12 casos de morte, foram constatados várias tentativas de suicídio na semana passada. Com aumento da demanda, houve um acréscimo das horas extras trabalhadas. A empresa que já trabalhou com 120 horas extras/mês para cada funcionário, muito além do que orienta a Apple aos seus fornecedores. A Foxconn tenta no momento reduzir para 80 horas/mes as horas extraordinarias, em virtude das estranhas ocorrências.
A histeria na fábrica de Longhua, onde trabalham, comem, e dormem cerca de 300 e 400 mil empregados, é muito grande. A empresa estuda mudar pelo menos 60 mil para locais mais próximos às suas residencias. Segundo a investigação, a Empresa oferece boas condições de trabalho. Porém, a gestão é ruim. É proibido uns falarem com outros. Se acontecer isso, uma anotação será efetuada em seus registros. Se gritar com o gerente, receberá uma multa.

  Fonte: Telegraph.co.uk
        
Em uma manifestação, um homem segura um banner que diz: "Eu quero conhecer Terry Gou (o presidente da FoxConn). Eu sei a razão por trás dos suicídios de trabalhadores FoxConn, e a maneira de resolver isso. Espero conseguir o equivalente a um milhão de dólares como recompensa."
A FoxConn alega que existem 8000 pessoas a se candidatar a uma vaga na empresa. Oferece vários benefícios aos candidatos, como piscina, quadra de tênis, programas de exercícios, e outros. Entretanto os funcionários alegam que nunca utilizam esses benefícios por não terem tempo de sobra. Segundo o relato de Moore, um aldeão de 23 anos de Maoming, Guangdong, disse: "eu sei porque as pessoas pulam (para o suicídio). Por aqui ninguém dá a mínima pra você."

Não obstante ao desejo da maioria privilegiada, em ceder aos encantos do consumismo exacerbado, todas as invenções vem contribuir para o progresso do ser humano. Porém, as grandes corporações vem sistematicamente ignorando seu principal patrimônio composto pelo grande numero de seus colaboradores. Ou seja, cada indivíduo que contribui para que um produto ou serviço, torne-se realidade e venha beneficiar toda a humanidade de um modo geral.
Venho de uma dessas grandes corporações. Sei muito bem sobre as agruras de ter que produzir por dois, sendo apenas um. Difícil manter a compostura e a dignidade diante da demanda quando ela aumenta e não ver crescer o contingente envolvido com o processo da produção desses bens. Não existe outra saída senão a manifestação de protesto, que neste caso chegou ao extremo. Infelizmente, os grandes CEOs das grandes empresas, dirigentes que não percebem ou deliberadamente ignoram o valor  da influência dos recursos humanos de uma grande empresa. Só reconhecem o valor desse patrimônio quando este já se encontra exaurido, em um estado irremediavelmente debilitado. 
Considere-se aqui, todo o benefício do surgimento de um novo bem. E todas as pessoas envolvidas para que esse bem se torne realidade. E, que o capital e o trabalho estejam sempre unidos, independetemente de qualquer catástrofe nociva a todos os seres humanos, em benefício de toda a humanidade.

Fontes: imagem inicial: Sapo.pt.
            Dados: Telegraph. 

RSS/Feed: Receba automaticamente todas os artigos deste blog.
Clique aqui para assinar nosso feed. O serviço é totalmente gratuito.

2 comentários:

Rui Morel Carneiro disse...

Amigo Guaraci,
veja um comentário de teu interesse no meu blog, assusnto Zimbabue...
Abração-Rui.

GUARACI CELSO PRIMO disse...

Obrigado Nobre Rui,
Já respondi em comentário no seu Blog.
Um abraço.

Postar um comentário

Seu comentário é muito importante para agregar valor à matéria. Obrigado.

Arquivos

Site Meter

  ©Blog do Guara | Licença Creative Commons 3.0 | Template exclusivo Dicas Blogger