sexta-feira, 25 de março de 2011

Cartunista é demitido por suposta alusão ao racismo.

A charge mostra um macaco fazendo o gesto de "banana" com a legenda: "Almoço para Obama terá baião de dois, picanha, sorvete de graviola...e banana, muita banana. O site Conversa Afiada, de responsabilidade do jornalista Paulo Henrique Amorim, publicou a charge enviada por um leitor sob o título: "Não, nós não somos racistas". A suposta alusão ao racismo, e milhares de  tromboneteadas dos leitores, foi o suficiente para que o jornal eletrônico Estado do Paraná, retirasse a charge do ar e demitisse o Cartunista. No final da postagem, Amorim, coloca um "Em tempo": este post é uma singela homenagem ao Ali Kamel.

Como vemos, uma alfinetada a mais, dirigida ao atual Diretor da Central Globo de Jornalismo, da TV Globo, e autor do livro Não Somos Racistas. É público e notório que o autor do Conversa Fiada, o tem como desafeto ao longo do tempo de sua vida jornalística. Viu na ironia da Charge, mais uma oportunidade para cutucá-lo. Só não previu que induziria muitas pessoas a captar na ilustração, o tom de racismo sugerido no próprio post. A repercussão foi grande. E levou o Jornal a dispensar o autor da charge. O cartunista Solda, acredita que foi esse o motivo de sua demissão.

                 
A charge foi criada na ocasião da visita do presidente americano, Barack Obama, ao Brasil neste fim de semana. Tanto o gesto do macaco, quanto a legenda, resalta o tom de ironia, mais que qualquer outra coisa. Longe da interpretação de muitos que viram ali uma manifestação de racismo. A mensagem nos remete ao termo "República das bananas", criado pelo "cronista e humorista norte-americano Henry, pseudônimo de William Sydney Porter (1862-1810), quando se referia ao colonialismo imposto pelos Estados Unidos".

O cartunista Solda, teve passagens pela Revista Pasquim e pelo Jornal do Brasil. Trabalhava há seis anos no jornal como funcionário terceirizado. Ao criar a charge, Solda, diz que seu único objetivo era criticar os Estados Unidos em sua real pretensão de serem superiores a outros países. -"Não tem nada a ver com o Obama, com racismo, nem com nada" - disse ele.
Sabe-se que o Serviço de Segurança americano, revistou até os carros da Polícia Federal, e exigiu que ministros brasileiros tirassem os sapatos (em revista) dentro do Brasil - "A República das bananas". "Quis me referir exatamente a isso. Nas eleições, eu usei camiseta de Obama, vi que era a renovação" - rebateu Solda, se dirigindo àqueles que interpretaram que o macaco se referia ao presidente dos EUA.

"Se não entenderam, deveriam ter interditado antes e não tirar depois que saiu no Blog"- desabafou Solda. Mais do que uma simples visão particular, a vinculação da charge pelo Conversa Afiada, gerou uma enxurrada de comentários inequívocos e interpretações errôneas, que só prejudicaram a carreira e o trabalho do Cartunista.

Felizmente, existe um batalhão de profissionais do ramo a produzir informação verdadeira através da arte das charges e cartoons. Não da forma como querem as manipuladores da verdade. Analistas, comentaristas, críticos, e interpretes de plantão, podem se servir de um acervo disponível recentemente. Para que possam se manifestar da maneira que lhes convier, uma boa opção é clicar neste link, e mandar ver. 

O pior macaco é aquele que não quer ver. Lamentável é ver seres humanos e macacos, se comportando como se um fosse o outro.          

Com informações de: GazetaDoPovo.
Imagem: ArtistasDeItararé.
RSS/Feed: Receba automaticamente todas os artigos deste blog.
Clique aqui para assinar nosso feed. O serviço é totalmente gratuito.

0 comentários:

Postar um comentário

Comente e compartilhe. Seu comentário é muito importante para agregar valor à matéria. Obrigado.

Arquivos

Site Meter

  ©Blog do Guara | Licença Creative Commons 3.0 | Template exclusivo Dicas Blogger