quarta-feira, 10 de abril de 2013

Imposto de Renda: pagar parcelado pode não ser uma boa

Para quem vai ter que pagar imposto de renda, infelizmente, a melhor opção é o pagamento à vista. Ao optar pelo parcelamento em até oito vezes por exemplo, acaba pagando juros mais altos que chegam a 1% ao mês mais a taxa básica de juros (Selic). Vale até lançar mão do dinheiro guardado na poupança.

A dica é do professor de finanças da Fundação Getúlio Vargas (FGV), Alexandre Canalini. Os rendimentos da caderneta são menores que os juros da Selic, por isso sai mais em conta retirar o dinheiro e pagar o Imposto de Renda à vista. "A pessoa vai deixar de receber os rendimentos, mas pelo menos não terá o gasto com os juros do parcelamento, explica o professor.

Alerta no entanto, que o pagamento à vista só deve ser feito se a pessoa tiver recursos disponíveis. "Fazer empréstimo no banco está fora de cogitação, pois os juros são muitos mais altos que os da taxa básica", disse. Neste caso, é melhor pagar parcelado.

Outra questão importante, diz respeito à disciplina financeira. Para recuperar este gasto, o contribuinte deve agir como se estivesse emprestado o dinheiro de si mesmo. "A pessoa deve estabelecer um cronograma de pagamento, para que aquele dinheiro que estava na poupança não se perca", é o conselho de Canalini.

Lembrando: o prazo de entrega da declaração de Imposto de Renda vai até o dia 30 de Abril.

 


Fonte: odia.ig
Imagem: reprodução/jornalcorreiodasemana


RSS/Feed: Receba automaticamente todas os artigos deste blog.
Clique aqui para assinar nosso feed. O serviço é totalmente gratuito.

0 comentários:

Postar um comentário

Seu comentário é muito importante para agregar valor à matéria. Obrigado.

Arquivos

Site Meter

  ©Blog do Guara | Licença Creative Commons 3.0 | Template exclusivo Dicas Blogger