sexta-feira, 31 de maio de 2013

Copa Libertadores - Atlético-MG vai à semifinal. Fluminense está fora. Veja os melhores momentos

O Atlético de Minas empatou com o Tijuana do México nesta Quinta, no Independência. Depois da Copa das Confederações enfrenta o Newell's Old Boys da Argentina, na semifinal. Na chamada "noite do pânico" quem levou um susto foi o Galo. O goleiro Victor, foi o herói do jogo. Praticou uma defesa espetacular ao defender um pênalti aos 47 minutos do segundo tempo.
No primeiro minuto o arqueiro atleticano faria outra grande defesa. Em pelo menos outras duas ocasiões salvaria a equipe da derrota. A consagração viria no final, em um momento iluminado. O Atlético-MG estava mais assombrado do que a equipe do Tijuana. Irreconhecível, não conseguia desenvolver o futebol que o aponta como o melhor time da Libertadores até aqui.


Parecia que o feitiço tinha virado contra o feiticeiro. O Galo estava atônito com a marcação perfeita dos mexicanos. A ansiedade aumentou quando o Tijuana abriu o placar aos 25' do primeiro tempo. Riascos, aproveitou cruzamento e bateu de primeira para marcar um golaço. Tensos, Bernard e Jô, pouco produziam ao lado de Ronaldinho gaúcho um tanto apagado. A situação ficou menos ruim quando aos 40 minutos, o zagueiro artilheiro Réver escorou um cruzamento batendo de leve na bola enganando o goleiro Saucedo. O empate ainda dava a classificação ao Atlético. 

Luan, que entrou no lugar de Bernard teve grande chance de colocar o Galo em vantagem. Mas parou na boa defesa do goleiro do Tijuana. A partida beirou ao pânico para os atleticanos e sua imensa torcida que lotava o Independência. Alguns chegaram às lágrimas quando o zagueiro Léo Silva cometeu pênalti em Aguilar. Parecia que o sonho de continuar a disputa pelo título da Copa Libertadores chegara ao fim. Foi aí que veio o milagre. Victor, em noite abençoada defendeu espetacularmente a penalidade máxima e colocou o Atlético-MG na semifinal.  

Confira os melhores momentos de Atlético-MG 1 x 1 Tijuana-MEX, com comentários da equipe esportiva do SporTV.




Na Quarta-feira (29), o Fluminense deu adeus à Libertadores. No confronto contra o Olímpia do Paraguai, em Assunção, jogava pelo empate, chegou a marcar 1 x 0 com Rhayner, mas perdeu de virada e foi eliminado. O tricolor fez jus ao apelido de time de guerreiros. Em uma partida que foi uma verdadeira batalha, martelou até o último minuto, mas o empate que lhe daria a classificação não aconteceu. 

Com uma mãozinha da arbitragem, que apontou pênalti em uma jogada duvidosa, os paraguaios marcaram o gol da virada. Salgueiro, foi o autor dos dois gols do Olímpia. A partida terminou com 5 minutos de acréscimo, mas mesmo assim o ataque tricolor não conseguiu o gol de empate. O adversário postou-se na defesa com uma marcação duríssima para garantir a vitória que excluiu o time brasileiro da competição.

        
  Confira os melhores momentos de Olímpia 2 x 1 Fluminense pela Copa Libertadores.




(com informações da Gazeta do Povo)
Imagem: reprodução/Terra


RSS/Feed: Receba automaticamente todas os artigos deste blog.
Clique aqui para assinar nosso feed. O serviço é totalmente gratuito.

0 comentários:

Postar um comentário

Comente e compartilhe. Seu comentário é muito importante para agregar valor à matéria. Obrigado.

Arquivos

Site Meter

  ©Blog do Guara | Licença Creative Commons 3.0 | Template exclusivo Dicas Blogger