quinta-feira, 9 de maio de 2013

Não tenho tempo. Reveja seu ponto de vista.


Profissionais do mundo corporativo em todos os segmentos, reclamam muito da falta de tempo. Não só ali, mas de um modo geral em qualquer atividade humana, a grande maioria das pessoas vive se queixando que não dá tempo para nada. Como então aproveitar ao máximo o tempo que temos, conciliando vida profissional e vida pessoal?
Os grandes gurus das relações humanas comungam da mesma ideia em relação a melhor aproveitar e não desperdiçar o tempo. O dia tem as mesmas 24 horas para todo mundo, afirmam eles. Regra geral, são necessárias duas ações básicas para cumprir todos os compromissos diários e fazer com que as obrigações pessoais não fiquem prejudicadas. Administrar melhor a nossa disponibilidade e organizar-se para realizar com mais facilidade tudo o que precisa ser feito. Incluindo a identificação do que pode estar nos  roubando preciosos momentos. Quando a tarefa for expressiva e demandar um tempo maior, recomenda-se traçar um plano de ação. Mesmo que seja o mais simples possível e adaptável conforme surjam as emergências.

O progresso vertiginoso da humanidade nos últimos anos, notadamente no ramo da tecnologia e das tele-comunicações, nos submeteram a rever a forma de como utilizamos nosso tempo. Junto a necessidade de sabermos utilizar de maneira eficaz, as novas ferramentas que sugiram e que podem nos ajudar a identificar os ralos por onde acontecem o desperdício de tempo. A internet nos trouxe muitos benefícios, mas navegando é muito fácil se distrair e perder o foco do que é realmente importante.

Tomemos como exemplo o correio eletrônico. A maioria dos programas de e-mails oferece a possibilidade de se colocar filtros. Eles separam o lixo eletrônico ou mensagens indesejáveis, das mensagens originais, evitando assim uma  perda de tempo razoável. Sempre há na própria rede, dicas ou algum e-book falando de administração do tempo que podem ser de muita utilidade. Os especialistas afirmam que o autoconhecimento também é fundamental. Estar em constante busca de aperfeiçoamento facilita muito na conclusão das tarefas e obrigações, com rapidez e precisão.

Todavia, quem costuma arranjar uma desculpa em relação a disponibilidade de tempo, perante um grupo ao qual pertença, deve ter em mente que apenas está transferindo temporariamente a responsabilidade ora lhe atribuída. Ela pode retornar para si mesmo a qualquer momento. Quando a questão afeta o grupo de um modo geral, cedo ou tarde  essa responsabilidade estará novamente na nossa frente, nos exigindo uma nova postura. Quem não lembra do dito popular que diz , “quem não vive para servir não serve para viver?” Aplica-se perfeitamente tanto ao ambiente corporativo, quanto à vida pessoal ou familiar. Guardadas as condições educacionais, culturais e a hierarquia de cada  grupo, estaremos constantemente dependendo um do outro. O ideal comum a todos, será sempre o exercício da solidariedade e o espírito de cooperação. Sem isso, não se chegará a lugar algum.

Na vida profissional, ainda existe uma saída sempre utilizada. Delegar, ou pedir ajuda quando necessário.  Me lembro de uma frase que constantemente ouvia dos superiores hierárquicos. Uma pergunta um tanto sarcástica, mas bem humorada. Na verdade quase um feedback incisivo: - "E o que você faz da meia-noite às seis"? Brincadeiras à parte, nos dois aspectos, no pessoal de no profissional, existe  um grande segredo. Nada poderá ser realizado sem uma cota excedente de sacrifício. Mas valerá a pena pela satisfação do dever cumprido e pelos frutos que serão colhidos.   

Imagem: reprodução/pensandogrande


RSS/Feed: Receba automaticamente todas os artigos deste blog.
Clique aqui para assinar nosso feed. O serviço é totalmente gratuito.

0 comentários:

Postar um comentário

Comente e compartilhe. Seu comentário é muito importante para agregar valor à matéria. Obrigado.

Arquivos

Site Meter

  ©Blog do Guara | Licença Creative Commons 3.0 | Template exclusivo Dicas Blogger