terça-feira, 20 de maio de 2014

Página 'Dilma Bolada' vira pivô de escândalo na web

O criador da página "Dilma Bolada", Jeferson Monteiro, afirma no Facebook que recebeu proposta de uma agência de publicidade ligada ao grupo digital do candidato Aécio Neves, para que seu personagem mudasse de lado. Monteiro, deixou rolar a "negociação" que se deu por e-mail. E por fim publicou resposta final sobre o caso na rede social.
"... eu e nem a minha criação estão a venda, nunca estiveram. Eu esperei ansiosamente pra escrever isso: vocês podem comprar quem quiserem mas a mim não. O que eu faço não há dinheiro no mundo que pague. Vocês deveriam ter sido um pouquinho mais espertos e terem tido o feeling pra saber que eu não sou e nunca vou ser como vocês. Lealdade não se compra e nem se vende." (...) eu, com a Dilma Bolada, para o ninho tucano. (... - SABE DE NADA INOCENTE!).


247 - "Dilma Bolada estaria à venda? Passaria a apoiar o tucano Aécio Neves? Um ativista digital de Minas Gerais, Pedro Guadalupe, acreditou que sim. A partir deste momento, trocou vários emails com o também ativista Jeferson Monteiro, internauta que criou o personagem Dilma Bolada e chegou até a ser recebido pela presidente Dilma Rousseff no Palácio do Planalto.

A negociação, no entanto, terminou de forma estrepitosa, naquele que pode vir a ser um dos grandes escândalos da pré-campanha eleitoral no Brasil. Ontem à noite, no Facebook, Monteiro denunciou a tentativa de compra do personagem. "Eu queria dizer que nem todo mundo tem seu preço. E que eu e nem a minha criação estão a venda, nunca estiveram. Eu esperei ansiosamente pra escrever isso: vocês podem comprar quem quiserem mas a mim não. O que eu faço não há dinheiro no mundo que pague. Vocês deveriam ter sido um pouquinho mais espertos e terem tido o feeling pra saber que eu não sou e nunca vou ser como vocês", diz ele, referindo-se ao PSDB (leia mais aqui).

Guadalupe, no entanto, conta outra história. "Ele queria sim vender a Dilma Bolada ao PSDB e achou que eu poderia ser uma ponte para isso", afirma. "O que ele estava buscando era dinheiro e colocou até um preço de R$ 500 mil". Monteiro garante que apenas deu corda a Guadalupe para ver até onde a história chegaria.

Uma troca de emails entre os dois pode ajudar a esclarecer o caso.

Ela começa em 9 de maio deste ano, quando Guadalupe procura Jeferson para falar sobre a agência AMA – trata-se de rede #amamosinternet que agencia personagens notórios na web."

Leia aqui, a íntegra da matéria.

Imagem: reprodução/247

 
RSS/Feed: Receba automaticamente todas os artigos deste blog.
Clique aqui para assinar nosso feed. O serviço é totalmente gratuito.

0 comentários:

Postar um comentário

Comente e compartilhe. Seu comentário é muito importante para agregar valor à matéria. Obrigado.

Arquivos

Site Meter

  ©Blog do Guara | Licença Creative Commons 3.0 | Template exclusivo Dicas Blogger