segunda-feira, 25 de agosto de 2014

Como a internet pode ajudar a decidir o seu voto

No dia 05 de outubro quase 143 milhões de brasileiros irão às urnas para decidir quem será o presidente da República nos próximos quatro anos. Os eleitores também irão escolher em quem vão votar para governador, senador, deputado federal e deputado estadual. Até o dia das eleições 2014, certamente o cidadão buscará informações nos veículos de imprensa e meios de comunicação para melhor decidir sobre o seu voto.
Além disso, existe na internet uma gama de instrumentos que poderão facilitar essa decisão, em vista das propostas dos candidatos. Dentre os vários sites, aplicativos, blogs, plataformas colaborativas existentes na grande rede, a equipe do Tecnoblog fez uma seleção do que há de melhor sobre as eleições deste ano. O primeiro da lista apresentado na matéria publicada por Thássius Veloso no site, é o portal Projeto Brasil, que tem como objetivo "tornar a política brasileira mais transparente, competente e democrática".

Confira o vídeo de apresentação do projeto.



O segundo, é um aplicativo criado pelo estudante de computação Walter Junior, a partir do Tinder e disponível para Android e iPhone. Chamado Voto x Voto, o sistema mostra as propostas dos candidatos a governadores estaduais e à Presidência da República. A fonte de todos os dados é o plano de governo que cada candidato é obrigado a entregar ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE). O universitário compilou os dados com parágrafos enxutos para que a plataforma informe qual candidato tem pontos de vista semelhantes ao do dono do aparelho.

"Outro ponto do Voto x Veto está relacionado à forma como os candidatos pontuam. Quando o aplicativo apresenta, por exemplo, a ideia de que é preciso desmilitarizar as polícias, o usuário tem a opção de marcar “Eu voto” ou ”Eu veto”, explica o autor da matéria  que conversou com o criador do App. "O aplicativo teve 40.000 downloads no Google Play até agora. Além de estrear na loja da Apple, uma versão para Windows Phone está em produção", conclui Veloso. 

O terceiro relacionado é o blog Preto no Branco, mantido por repórteres do jornal O Globo com base no princípio básico do jornalismo de checar dados e apurar informações. A equipe acompanha promessas e declarações dos candidatos, depois "consulta bancos de dados e especialistas para determinar se aquela ideia é plausível de ser executada". A ação seguinte é atribuir "selos" à essas promessas e declarações, como: "falso", "insustentável", "contraditório", "ainda é cedo para dizer", "exagerado", "verdadeiro", "verdadeiro, mas". De acordo com a editora Cristina Tardáguila, "O objetivo do blog é ajudar o leitor a decidir seu voto". 

Outro instrumento apresentado na matéria é o Promessômetro. Colocado no ar há dois anos no site da Folha, é parecido com o Preto no Branco. Baseado naquilo que foi dito pelos candidatos a colocar em prática em seus futuros governos, divide as promessas em vária categorias, como: "fácil de cumprir", "possível", "difícil". "O Promessômetro por enquanto só tem promessas de Dilma Rousseff e Aécio Neves. Dada a reviravolta após a morte do ex-governador Eduardo Campos, na ferramenta não há falas ou declarações da ex-ministra Marina Silva", diz Thássius Veloso.

Outros dois instrumentos citados são: o UOL eleições, voltado especificamente sobre o assunto, e o aplicativo Acordei, que permite ao eleitor saber tudo sobre os candidatos, como declaração de bens e a previsão de gastos durante a campanha. Informa o nível de instrução, a profissão e certidões em nome do candidato.   

Leia matéria completa aqui.

Imagem: reprodução/correiodooeste
       
RSS/Feed: Receba automaticamente todas os artigos deste blog.
Clique aqui para assinar nosso feed. O serviço é totalmente gratuito.

0 comentários:

Postar um comentário

Comente e compartilhe. Seu comentário é muito importante para agregar valor à matéria. Obrigado.

Arquivos

Site Meter

  ©Blog do Guara | Licença Creative Commons 3.0 | Template exclusivo Dicas Blogger