quarta-feira, 10 de dezembro de 2014

Política - O danoso "pacotaço" de Beto Richa. Veja quem votou contra.


Depois de uma vitória acachapante nas eleições para governador em primeiro turno, o governador reeleito Beto Richa propôs um "pacotaço" antipopular que certamente vai doer no bolso do cidadão paranaense. Além do aumento de 40% no IPVA com o desconto por pagamento antecipado caindo de 10% para 3 %, aumenta inclusive o ICMS da gasolina, que certamente será repassado para o consumidor.
A proposta prevê ainda o fim da isenção do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) de 12 itens da cesta básica.


O conjunto de medidas que compõem "pacotaço" reúne vários projetos. O mais danoso para a população é o Projeto de Lei 513/2014. Onde, além da elevação dos aumentos de impostos citados acima, consta também a elevação de 12% a 25% na porcentagem do ICMS para mais de 95 mil itens. Como, medicamentos, produtos de higiene e limpeza, aparelhos eletrônicos, artigos de vestuário, material escolar e outros. 

Veja a lista dos parlamentares quem votaram contra o "pacotaço" de Richa.

Votaram "Não":

Adelino Ribeiro (PSL)

André Bueno (PDT)

Anibelli Neto (PMDB)

Elton Welter (PT)

Enio Verri (PT)

Gilson de Souza (PSC)

Luciana Rafagnin (PT)

Nenson Luersen (PDT)

Nereu Moura (PMDB)

Paranhos (PSC)

Pastor Edson Praczyk (PRB)

Péricles de Mello (PT)

Professor Lemos (PT)

Roberto Aciolli (PV)

Tadeu Veneri (PT)

Tercilio Turini (PPS)

Hermas Brandão Júnior (PSB), Teruo Kato (PMDB), Toninho Wandscheer (PT) e Valdir Rossoni (PSDB) não participaram da votação. Os três primeiros estavam ausentes, enquanto o tucano, por ser o presidente da Casa, só vota na condição de minerva, isto é, em caso de empate. Os outros 34 parlamentares referendaram a proposta governamental.

O presidente do Sistema Federação das Indústrias do Paraná (Fiep), Edson Campagnolo, criticou a aprovação do pacote apresentado pelo governo do Estado. "Demonstrou preocupação em relação à pressão inflacionária que o aumento de impostos deve gerar no Paraná e lamentou que a conta seja paga pela sociedade. “Está claro que o povo não aguenta mais essa estratégia de repassar o custo para a população. Isso vale para o governo federal, governo estadual e para muitos municípios”, disse. “Temos aquela máxima de que o povo esquece rápido, mas espero que o povo não esqueça”, conclui Campagnolo.

As "bondades" deste desgoverno no Paraná, não param por aí. Na Assembleia Legislativa está um Projeto que representa um golpe para os aposentados e pensionistas do INSS. O Governo pretende taxar aposentadorias e pensões que ultrapassem o teto de benefício, atualmente em R$ 4.390,24. A "paulada" será de 11% sobre o valor recebido.  

Vamos dizer que a grande maioria dos eleitores paranaenses não sabiam de nada do que podia acontecer. Desconfiavam, talvez. Agora, todos serão chamados a pagar uma conta pela qual não tem nenhuma responsabilidade direta. Conta originária da má administração no mandato anterior. Dos mesmos gestores que recentemente contemplaram os cidadãos paranaenses com o oneroso reajuste da tarifa de energia elétrica.

Está na hora dos que ajudaram estes mesmos a permanecer em seus cargos, protestarem contra esses abusos. Com a mesma veemência quando criticavam o governo federal, que em uma medida justa e democrática tinha aliviado os usuários nesse mesmo tipo de serviço público. Baixando a conta da luz direto nas faturas das pessoas físicas e jurídicas.

Acorda povo paranaense!      


Fonte: Assembleia Legislativa do Paraná
VIA (com informações do Bem Paraná/Gazeta do Povo/debatepublico)
Imagem: reprodução/canaldamassa

RSS/Feed: Receba automaticamente todas os artigos deste blog.
Clique aqui para assinar nosso feed. O serviço é totalmente gratuito.

1 Comentário:

BRASIL ESPÉRANÇA edson tadeu disse...

Boto Richa que tapar o buroco do seu ultimo governo e para isso vai esfolar o paranaense que certamente Richa acha que sao verdadeiros otarios uma vez que quebrou o estado e eles ainda assim votaram nele voces merecem o governador que tem.

Postar um comentário

Comente e compartilhe. Seu comentário é muito importante para agregar valor à matéria. Obrigado.

Arquivos

Site Meter

  ©Blog do Guara | Licença Creative Commons 3.0 | Template exclusivo Dicas Blogger