quinta-feira, 26 de janeiro de 2017

Seleção brasileira vence a Colômbia no jogo em tributo à Chapecoense

Um público pequeno esteve presente no Engenhão, agora conhecido como Estádio Nilton Santos, para assistir o "jogo da amizade" que reuniu de um lado a seleção brasileira e de outro a seleção da Colômbia, num gesto de solidariedade e caridade às famílias dos jogadores da Chapecoense. Antes da partida, com a participação dos jogadores sobreviventes do trágico acidente aéreo sofrido pela equipe catarinense, aconteceu uma comovente cerimonia de homenagem às vítimas e seus familiares.
Momentos de grande comoção envolveu jogadores, dirigentes e torcedores, durante a execução do hino da equipe da Chapecoense. Antes do início da partida, os jogadores do Brasil e Colômbia cantaram os hinos dos respectivos países abraçados de forma intercalada. E na sequência, todos os atletas reunidos no circulo central do campo, convocaram o público presente para um minuto de aplauso, em vez do minuto de silêncio.


Com a bola rolando, o clima de amizade no amistoso não foi levado muito em conta, E o jogo foi disputado palmo a palmo de ambos os lados. Mesmo com certa superioridade da seleção brasileira dentro de campo, foi a Colômbia que teve a melhor oportunidade de abrir o placar e virar o primeiro tempo na frente. Após um cruzamento da direita, Uribe apareceu de surpresa dentro da área e cabeceou com força. Para a sorte do goleiro Weverton e da seleção brasileira o bola foi na trave. O Brasil esteve bem na maior parte do 45 minutos iniciais, mas concluía mal as jogadas de ataque.

No segundo tempo, logo no primeiro minuto de jogo sai o que seria o gol da vitória da seleção brasileira. Já com três substituições feitas, das seis previstas para a partida, uma delas a de Diego, no lugar de Robinho que saiu machucado. Rodriguinho, que havia entrado no lugar de William Arão, tocou para o companheiro de Corinthians Fagner, que quase na linha de escanteio cruzou rasteiro para dentro da pequena área. A bola encontrou Diego Souza que cutucou para a defesa parcial do goleiro David Gozález. No rebote, Dudu cabeceou para o fundo da rede.

Na sequência, e depois mais perto do fim do jogo, os técnicos Tite e Pérkeman aproveitaram para mudar os times. Dentre as mudanças, a mais esperada e pedida pela torcida, foi a entrada do jogador Camilo do Botafogo. Em poucos minutos dentro de campo, o meio campista, que jogou na Chapecoense, fez uma boa estreia na seleção brasileira e foi aplaudido pela torcida.

Porém, as substituições acabaram por contribuir com a queda de produção dos dois times. Uma ou outra chance para cada lado nos contra-ataques, sem real perigo de gol. Assim, o "jogo da amizade" caminhou para o final com um certo marasmo. Para a seleção brasileira, o resultado rendeu a liderança no ranking da Fifa. Entretanto para o mundo do futebol, o amistoso fica marcado como uma lição de humanidade proporcionada pelas seleções do Brasil e da Colômbia. 



(com informações da Gazeta esportiva)
Imagem: reprodução/CBF

RSS/Feed: Receba automaticamente todas os artigos deste blog.
Clique aqui para assinar nosso feed. O serviço é totalmente gratuito.

0 comentários:

Postar um comentário

Comente e compartilhe. Seu comentário é muito importante para agregar valor à matéria. Obrigado.

Arquivos

Site Meter

  ©Blog do Guara | Licença Creative Commons 3.0 | Template exclusivo Dicas Blogger