sábado, 1 de fevereiro de 2020

Greve dos petroleiros começa neste sábado em nove Estados

Os petroleiros iniciaram na madrugada deste sábado (1º), greve por tempo indeterminado, em 9 Estados. Apesar da paralisação, a categoria garante que vai manter o abastecimento de combustíveis sem prejudicar a população. A Federação Única dos Petroleiros (FUP) cobra a suspensão das demissões na Fábrica de Fertilizantes Nitrogenados do Paraná (Fafen).

Previsto para começar no dia 14, o processo de demissões nesta unidade da Petrobras deve afetar mais de mil famílias. 
Os trabalhadores reivindicam também o estabelecimento imediato do processo de negociação com a empresa, que acusam a estatal de descumprir itens do Acordo Coletivo de Trabalho, com a suspensão imediata das medidas unilaterais tomadas pela direção. 

Na reunião realizada na sexta-feira (31), os trabalhadores apresentaram à Gerência de Gestão de Pessoas da Petrobras a pauta de reivindicações. Durante a greve, uma comissão formada por cinco diretores da Federação Única do Petroleiros (FUP), estarão ocupando uma sala da sede da Petrobras, no aguardo da diretoria da empresa para negociar. E afirmam que só vão sair quando a greve acabar.

Em nota, a Petrobras afirmou que a "intenção de greve, anunciada pela FUP, não atende aos requisitos legais", e que todos os compromissos assumidos na negociação do Acordo Coletivo de Trabalho 2019-2020 vêm sendo integralmente cumpridos. Mas não se manifestou a respeito da proporção da greve. E "considera descabido o movimento grevista anunciado pela FUP, pois as justificativas são infundadas e não preenchem os requisitos legais (...)". "Os compromissos pactuados entre as partes vêm sendo integralmente cumpridos pela Petrobras em todos os temas destacados pelos sindicatos", diz a nota.

Fonte: UOL/Tempo/Estadão
Imagem: reprodução/Foto: Tânia Rêgo/Agência Brasil  

[Petrobras pede reintegração de posse de edifício ocupado por petroleiros - "Na madrugada deste sábado (01), os cinco dirigentes da Federação Única dos Petroleiros (FUP) que ocupam uma sala do quarto andar da sede da Petrobras, na região central do Rio de Janeiro, receberam a visita de um oficial de Justiça. "Ele entrou por volta das 5h, queria verificar as condições da ocupação", disse Deyvid Bacelar, um dos dirigentes da FUP que ocupou o local. Por volta de 1h, a Petrobras solicitou à Justiça a reintegração de posse do edifício, alegando que os petroleiros estão atrapalhando o funcionamento das atividades no prédio"] 


***

RSS/Feed: Receba automaticamente todas os artigos deste blog.
Clique aqui para assinar nosso feed. O serviço é totalmente gratuito.

0 comentários:

Postar um comentário

Seu comentário é muito importante para agregar valor à matéria. Obrigado.

Arquivos

Site Meter

  ©Blog do Guara | Licença Creative Commons 3.0 | Template exclusivo Dicas Blogger