segunda-feira, 18 de maio de 2020

Política: Bolsonaro entrega mais um cargo de fundo bilionário ao Centrão

Lançando mão da prática da velha política do "toma lá dá cá", que disse em campanha que jamais faria, o presidente Jair Bolsonaro deu mais um passo no objetivo de consolidar sua base governista. Bolsonaro entregou a Diretoria de Ações Educacionais do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE) ao PL, partido do ex-deputado Valdemar da Costa Neto.
Nesta segunda-feira (18), Bolsonaro nomeou o assessor legislativo do PL na Câmara dos Deputados , Garigham Amarante Pinto para a diretoria do órgão, homem considerado de confiança do presidente do partido, Valdemar da Costa Neto, condenado no Mensalão.

Dos órgãos negociados com o Centrão, que incluem cargos no Banco do Nordeste, Funasa, Porto de Santos, Incra, DNIT, entre outros, o FNDE que é vinculado ao Ministério da Educação e responsável por programas como distribuição de livros didáticos e merenda escolar. O Fundo é um dos espaços mais cobiçados por políticos, com orçamento de R$ 29,4 bilhões neste ano. 

Foi por meio do FNDE que o MEC contratou uma empresa para fornecer kits escolares a estudantes que, segundo o Ministério Público, está envolvida em um esquema que desviou R$ 134, 2 milhões de dinheiro público da saúde e da educação na Paraíba. No ano passado, o FNDE foi alvo de uma disputa entre o presidente da Câmara Rodrigo Maia (DEM-RJ) e o ministro da Educação, Abraham Weintraub. Um indicado por Maia, Rodrigo Sérgio Dias, foi exonerado da presidência do Fundo em dezembro.  

Ameaçado pela investigação sobre interferência na Polícia Federal e sem base no Congresso, Bolsonaro intensificou nas últimas semanas as conversas com os partidos do chamado Centrão, grupo que inclui legendas que se dizem de centro, formam uma base móvel de apoio e apoiaram todos os últimos governos. Em troca de cargos no governo, partidos como PP, PSD, PL, Republicanos e PTB, entre outros, vêm negociando apoio a Bolsonaro. Desde  o início do mês, essa é a terceira nomeação para agraciar os novos aliados.

O primeiro nomeado foi Fernando Marcondes de Araújo Neto Leão como diretor-geral do Departamento Nacional de Obras Contra a Seca (DNOCS), indicado pelo Avante de comum acordo com o senador Ciro Nogueira (PI), presidente do PP. Em seguida, Tiago Pontes Queiroz, indicado pelo Republicanos, foi colocado como Secretário Nacional de Mobilidade e Desenvolvimento Regional do Ministério do Desenvolvimento Regional.

Segundo líderes do Centrão, mais nomeações estão previstas para os próximos dias, com nomes ligados aos partidos do Centrão. Aos menos nove órgãos, departamentos e empresas públicas são citadas em conversas de integrantes  do grupo, e ainda tem Solidariedade, PSD e PTB.

Fonte: EM/Estado de Minas
Com reportagem de Lisandra Paraguassu/Reuters
Imagem: reprodução/Foto: Adriano Machado

RSS/Feed: Receba automaticamente todas os artigos deste blog.
Clique aqui para assinar nosso feed. O serviço é totalmente gratuito.

0 comentários:

Postar um comentário

Seu comentário é muito importante para agregar valor à matéria. Obrigado.

Arquivos

Site Meter

  ©Blog do Guara | Licença Creative Commons 3.0 | Template exclusivo Dicas Blogger