quarta-feira, 27 de maio de 2020

Política: Carla Zambelli é criticada por adotar 'discurso petista' contra Sergio Moro

Ao afirmar que o ex-ministro da Justiça Sergio Moro, quando era juiz, defendia o PSDB e tinha predileção em condenar o PT, a deputada Carla Zambelli (PSL-SP), foi alvo de críticas por ter o mesmo discurso do Partido dos Trabalhadores do ex-presidente Lula.
"No período em que o Sergio Moro foi juiz, a única pessoa que ele prendeu fora do PT e era de grande escala foi o Eduardo Cunha. A gente não teve prisões do Mensalão Tucano, [e nem] de vários mensaleiros tucanos que estavam sem foro privilegiado", disse a deputada.

A fala de Zambelli teve muita repercussão entre ex-bolsonaristas e petistas. "A deputada bolsonarista das fake news disse que Moro tinha predileção em condenar o PT. Ao menos uma vez na vida, essa senhora foi honesta. Mas a confissão não apaga toda sujeira que fizeram contra o PT. É preciso haver a suspeição de Moro e a cassação da chapa de de Bolsonaro!", disse a presidente do partido, Gleisi Hoffman (PR) no Twitter.

Até o ex-ministro da Justiça [e ex-comandante da Operação Lava Jato, que prendeu Lula], abandonar o governo Bolsonaro, a  parlamentar era fiel defensora de Moro, que chegou a ser seu padrinho de casamento. Em vídeo antigo, Zambelli chegou a afirmar que o ex-ministro, assim como a Polícia Federal, eram instituições.

"Deixem as suas risadas: eu vivi para ver isso, o gado está feroz devorando ela por dizer que na vazajato o marreco perseguia o PTê para encobrir as sujeiras do PSDB, agora virou tag #ZambellimarmitaDoPT", escreveu no Twitter o perfil @Esquerdista_Br, postando o vídeo abaixo:

Devido a acusações de defensores do PT de que Moro protegia o PSDB, em palestra em 2016, nos Estados Unidos, Moro precisou explicar porque não havia julgado casos envolvendo o partido de Aécio Neves. Segundo ele, chegaram denúncias contra o PT por ser o partido que estava no governo desde 2003. "Naturalmente, nessa situação, os políticos que aparecem são aqueles que administram a companhia estatal. E o PT está no poder desde 2003", disse.

Em 2017 a Frente Brasil de Juristas pela Democracia divulgou nota, afirmando que o então juiz era parcial, como prova, constava a foto em que Moro aparece ao lado de políticos do PSDB.

Por Zambelli aderir ao mesmo discurso que os petistas, os defensores do ex-juiz levantaram a #ZambelliMarmitaDoPT. "Carla Zambelli delira na tentativa desenfreada de defender Bolsonaro. Recorrendo até mesmo as narrativas petistas que sempre rechaçou. #ZambelliMarmitaDoPT, diz um dos internautas. 


Imagem: reprodução/Twitter

RSS/Feed: Receba automaticamente todas os artigos deste blog.
Clique aqui para assinar nosso feed. O serviço é totalmente gratuito.

0 comentários:

Postar um comentário

Seu comentário é muito importante para agregar valor à matéria. Obrigado.

Arquivos

Site Meter

  ©Blog do Guara | Licença Creative Commons 3.0 | Template exclusivo Dicas Blogger