sábado, 25 de julho de 2020

Fake news: ministro do Supremo manda derrubar contas de bolsonaristas no Twitter

www.seuguara.com.br/fake news/twitter/STF/bolsonaristas/
O ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF, determinou a derrubada de contas de vários bolsonaristas no Twitter, nesta sexta-feira (24). Entre os perfis, estão blogueiros, jornalistas e políticos, membros da milícia digital que apoiam o presidente da República, Jair Bolsonaro (sem partido). Ao todo, são 16 contas.
www.seuguara.com.br/fake news/twitter/STF/
Perfis de figuras como Roberto Jefferson, presidente nacional do PTB, o blogueiro Allan Santos do canal Terça Livre, Bernardo Kuster, a extremista bolsonarista Sara Winter, o empresário Luciano Hang, Edgar Corona e Otávio Fakhoury, forma excluídos da rede social. Todos eles são investigados no inquérito das fake news no Supremo Tribunal Federal (STF). A portaria que abriu o inquérito foi assinada pelo presidente da Corte, ministro Dias Toffoli. 

"Considerando as resistências de notícias fraudulentas, conhecidas como fake news, ameaças e infrações revestidas de ânimos caluniantes, que atingem a honrabilidade e segurança do STF, de seus membros e familiares, resolvo instalar um inquérito criminal para apurar fatos em toda a sua dimensão, afirmou Toffoli na ocasião.      

O ministro da Suprema Corte determinou a retirada das contas em maio. Como a decisão judicial não havia sido cumprida, Moraes diz que foi necessário ressaltar a necessidade de retirada do ar dos perfis afirmando que haverá multa de 20 mil por perfil caso a medida não seja cumprida.

Ao tentar acessar os perfis, aparece a seguinte mensagem: "Esta conta foi retida no Brasil em resposta a uma demanda legal". Em nota, o Twitter disse que "agiu estritamente em cumprimento a uma ordem legal proveniente de inquérito do Supremo Tribunal Federal (STF). 




Roberto Jefferson, político muito conhecido nos labirintos da corrupção desde os tempos do chamando Mensalão, pego na Operação Lava Jato, e aliado de última hora do governo Bolsonaro,  ainda postou no Twitter que torce para que "Deus quebre as mãos" dos ministros do STF Alexandre de Moraes, Edson Fachin, Luis Roberto Barroso. 

Fonte; Metropoles/DCM
Imagem: reprodução

RSS/Feed: Receba automaticamente todas os artigos deste blog.
Clique aqui para assinar nosso feed. O serviço é totalmente gratuito.

0 comentários:

Postar um comentário

Seu comentário é muito importante para agregar valor à matéria. Obrigado.

Arquivos

Site Meter

  ©Blog do Guara | Licença Creative Commons 3.0 | Template exclusivo Dicas Blogger