sábado, 11 de julho de 2020

'Outro vídeo que Milton Ribeiro terá de apagar: ele criticou a teologia da prosperidade de Edir e Malafaia'

www.seuguara.com.br/Milton Ribeiro/ministro da Educação/governo Bolsonaro/
Por Joaquim de Carvalho, no DCM - Milton Ribeiro já apagou do YouTube o vídeo em que, contrariado lei 13.010/2014, defendeu castigo físico que provoque dor em crianças. Agora tem esse vídeo, em que ataca a teologia da prosperidade defendida por Edir Macedo, Silas Malafaia, RR Soares, Valdemiro Santiago e Marco Feliciano, todos bolsonaristas barulhentos. [Assista o vídeo abaixo]. 
www.seuguara.com.br/Milton Ribeiro/ministro da Educação/governo Bolsonaro/
Na pregação contra a teologia da prosperidade, que ele chama de "O Falso Evangelho da Prosperidade", ele está certo. Mas dizer isso em público, contrariando os pastores bolsonaristas, significa problemas à frente. 

Os pastores bolsonaristas não gostam de ter seus segredos revelados.

Milton Ribeiro é pastor da Igreja Presbiteriana - no caso, a Jardim de Oração, com templos em Santos e São Paulo. A denominação Presbiteriana é bem mais antiga do que as neopentecostais e segue a doutrina do teólogo francês João Calvino  


Imagem: reprodução/YouTube

[Políticos repercutem escolha de novo ministro da Educação: "O anúncio do pastor Milton Ribeiro para o Ministério da Educação nesta sexta-feira (10) repercutiu entre os congressistas. Em 18 meses de gestão Jair Bolsonaro, o pastor é o quarto ministro à frente da pasta. A deputada Joenia Wapichana (Rede-RR) destacou que a nomeação de Ribeiro aconteceu no mesmo dia em que o presidente retirou a vaga dos indígenas no Conselho Nacional de Educação (CNE). (...) Já a deputada Carla Zambelli (PSL-SP) exaltou o currículo do ministro. 
(...) A líder do Psol na Câmara, Fernanda Melchiona (RS), afirmou que a educação brasileira vive "um verdadeiro apagão. Após um ano e meio de gestões obscurantistas, o que vemos é um cenário de perseguição e desmonte das universidades públicas e de aprofundamento da desigualdade social no ensino básico". Já o líder do PDT n Câmara, Wolney Queiroz (PE), desejou que o ministro "possa fazer com que o governo, finalmente, tenha um projeto de educação para o Brasil."]

[Ribeiro é o 11º ministro de Bolsonaro com histórico militar; conheça a lista: "O novo titular do MEC (Ministério da Educação) atuou como 2º tenente do Exército, mas não seguiu carreira. Ele também é pastor na Igreja Presbiteriana. (...) Ribeiro integrou a Comissão de Ética da Presidência da República e é doutor em Educação pela Universidade de São Paulo. Ele também tem mestrado em Direito Constitucional pela Universidade Presbiteriana Mackenzie, da qual foi reitor."]    

***

RSS/Feed: Receba automaticamente todas os artigos deste blog.
Clique aqui para assinar nosso feed. O serviço é totalmente gratuito.

0 comentários:

Postar um comentário

Seu comentário é muito importante para agregar valor à matéria. Obrigado.

Arquivos

Site Meter

  ©Blog do Guara | Licença Creative Commons 3.0 | Template exclusivo Dicas Blogger