segunda-feira, 20 de julho de 2020

Rússia anuncia êxito em testes de vacina contra covid-19

www.seuguara.com.br/Rússia/vacina/testes/covid-19/coronavírus/
Da DW Brasil - A Rússia anunciou nesta segunda-feira (20/07) ter concluído com sucesso a fase de ensaios clínicos de uma vacina contra a covid-19. Os testes forma realizados no Hospital Militar Central Burdenko, em Moscou, em conjunto com o Centro Nacional de Epidemiologia e Microbiologia Gamaleya.
www.seuguara.com.br/Rússia/vacina/testes/covid-19/coronavírus/
Em comunicado, o Ministério da Defesa russo afirmou que o segundo grupo de voluntários recebeu alta nesta segunda-feira. As autoridades também anunciaram que "os resultados das análises mostram de forma inequívoca que todos os voluntários desenvolveram uma resposta imunitária como resultado da vacina" e que ela não provocou "complicações" ou "rações indesejadas".

Os voluntários foram vacinados em 23 de junho e serão submetidos em 4 de agosto a uma nova série de análises de controle para confirmação dos resultados e inocuidade da vacina. Segundo o Ministério da Defesa, os ensaios clínicos foram realizados "em concordância com a metodologia científica e com a legislação em vigor, sem encurtar os prazos da investigação para que sejam evitados riscos posteriores".

Na quinta-feira passada, Reino Unido, Estados Unidos e Canadá acusaram o país de tentar roubar informações de pesquisadores que procuram uma vacina contra a covid-19. As três nações alegaram que o grupo de hackers APT29 - também conhecido como Cozy Bear e The Dukes e que "quase certamente atua como parte do serviço de inteligência russo" - atacou instituições de pesquisa acadêmicas e farmacêuticas envolvidas no desenvolvimento de uma vacina contra o ovo coronavírus. Não foi informado se alguma informação foi realmente roubada.

O Cozy Bear foi identificado por Washington como um dos dois grupos de hackers ligados ao governo russo que invadiu a rede de computadores do comitê nacional do Partido Democrata e roubou e-mails antes das eleições presidenciais de 2016.

A Rússia registra oficialmente mais de 770 mil casos de covid-19 e mais de 12 mil mortes em decorrência da doença. Em todo o mundo, já foram registrados mais de 14,5 milhões de infecções e mais de 606 mil óbitos, segundo levantamento da Universidade Johns Hopkins. Mais de 210 países e territórios registraram infecções desde o primeiro caso reportado na China, em dezembro de 2019, de acordo com a agência de notícias Reuters.

A rápida propagação da doença fez diversos países acelerarem estudos sobre uma vacina capaz de conter o novo coronavírus, chamado de Sars-Cov-2. Pesquisadores de todo o mundo correm contra o tempo para tentar concluir em poucos meses etapas de testes normalmente desenvolvidas ao longo de anos. Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), no total, existem no mundo 160 iniciativa as para desenvolver uma vacina. 

Imagem: reprodução

RSS/Feed: Receba automaticamente todas os artigos deste blog.
Clique aqui para assinar nosso feed. O serviço é totalmente gratuito.

0 comentários:

Postar um comentário

Seu comentário é muito importante para agregar valor à matéria. Obrigado.

Arquivos

Site Meter

  ©Blog do Guara | Licença Creative Commons 3.0 | Template exclusivo Dicas Blogger