quarta-feira, 3 de março de 2021

Lavando as mãos, Vera Magalhães ataca eleitores de Bolsonaro: "A degradação é de vocês"

www.seuguara.com.br/Vera Magalhães/eleitores/Bolsonaro/

A jornalista Vera Magalhães foi às redes sociais, nesta terça-feira (02), "lavar as mãos" e atacar os eleitores do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) diante do novo recorde de mortos pela Covis-19 no Brasil.

www.seuguara.com.br/Vera Magalhães/eleitores/Bolsonaro/

"Vocês votaram em Bolsonaro batendo no peito pelo combate à corrupção e defesa da família e da vida. Agora vocês estão justificando a escalada de morte e a compra de uma casa de R$ 6 milhões pelo filho do presidente. Eles são os mesmos que sempre foram. A degradação é de vocês", afirmou.


Vera também mencionou a compra de uma mansão pelo filho do presidente, o senador Flávio Bolsonaro (Republicanos), no valor de R$ 6 milhões em bairro nobre de Brasília.

O valor do imóvel é quase quatro vezes o patrimônio declarado por ele nas eleições de 2018.  


Além disso, Flávio é investigado pela suposta existência de um esquema de desvios de recursos dos salários de seus assessores quando era deputado estadual da Assembleia Legislativa do Rio (Alerj) e, na investigação, é suspeito de realizar a lavagem de dinheiro por meio da venda e compra de imóveis. 




Via: O Essencial 
Imagem: reprodução/YouTube


[Flávio Bolsonaro compra mansão de R$6 mi em Brasília, diz site; veja fotos: "(...) Como senador, Flávio também tem direito a um apartamento funcional na capital federal. O parlamentar é acusado de lavagem de dinheiro pelo Ministério Público, enquanto era deputado estadual no Rio de Janeiro. 
(...)
Do total de R$ 6 milhões do imóvel, R$ 3,1 milhões - pouco mais da metade do valor - será financiado em 360 meses, a taxas reduzidas. A parcela média, de R$ 8.600, consumiria sozinha cerca de um terço do salário que Flávio possui, de R$ 25 mil."]

[Quatro perguntas sobre a nova mansão de Flávio Bolsonaro e o caso da rachadinha: "(...) O filho mais velho do presidente Jair Bolsonaro pagou parte do imóvel com um empréstimo de R$ 3,1 milhões no Banco de Brasília (BRB), instituição pública sob autoridade do governador do Distrito Federal (DF), Ibaneis Rocha, que mantém boa relação com o governo federal.
(...)
O Ministério Público do Rio de Janeiro acusa o senador de ter enriquecido ilicitamente desviando recursos do seu antigo gabinete de deputado estadual, com um esquema de "rachadinha" em que parte do salário dos servidores era devolvido a Flávio. Ele nega as acusações e se diz perseguido por ser filho do presidente."]

***    

RSS/Feed: Receba automaticamente todas os artigos deste blog.
Clique aqui para assinar nosso feed. O serviço é totalmente gratuito.

0 comentários:

Postar um comentário

Seu comentário é muito importante para agregar valor à matéria. Obrigado.

Arquivos

Site Meter

  ©Blog do Guara | Licença Creative Commons 3.0 | Template exclusivo Dicas Blogger