quarta-feira, 26 de janeiro de 2022

Política e religião: Para Igreja Universal, quem é cristão não vota em partidos de esquerda

Reportagem de Judite Cyprestre, no Metrópoles: Um texto publicado pela Igreja Universal em seu site oficial, nesta segunda-feira (24), chamou atenção por dizer aos seus fiéis que quem é cristão não vota em partidos de esquerda. O grupo de Edir Macedo é apoiador do governo Jair Bolsonaro (PL).
www.seuguara.com.br/Igreja Universal/esquerda/

O texto culpa seguidores da esquerda pela polarização política no país, pois eles "travestem de defensores do povo quando, na verdade, querem repetir no Brasil fórmulas desgastadas e ineficazes - incluindo-se aí os regimes ditatoriais - e espalhar ainda mais o caos para que suas atitudes de desgoverno não sejam notadas".  


Para exemplificar as razões pelas quais os cristãos não deveriam votar em partidos de esquerda, a igreja cita itens como família, formas de governar, crença, lados e unidade.


Segundo a Universal, a esquerda prega contra o "casamento convencional" e incentiva "a liberdade do suo de drogas". De acordo com o texto, isso faz com que a sociedade fique "doente" para que eles possam "salvar" o povo usando um assistencialismo manipulador". 


Já pelo modo de governar, quem é de esquerda, segundo o texto, "gosta de mentir que luta contra a ditadura" e persegue cristãos.


Além de outras ideias, a publicação cita que o esquerdismo negaria a "existência de Deus", "combate a Igreja porque ela abre os olhos da população" e incentivaria "a briga entre as pessoas".


"Se você se diz cristão e ainda vota na esquerda, há apenas duas possibilidades: ou você não segue realmente os ensinamentos do cristianismo, ou os segue e ainda não entendeu o que a esquerda é verdadeiramente", conclui o texto, que tem a assinatura do bispo Renato Cardoso, conhecido por apresentar o programa "Casamento Blindado" na Rede Record. 


Imagem: reprodução/redes sociais


[Vídeo - Estudante encurrala Bolsonaro no "cercadinho": O senhor não é de Deus": "Hadassa Gomes, estudante de 19 anos, encurralou o presidente Jair Bolsonaro, nesta segunda-feira (24) em seu "cercadinho" no Palácio da Alvorada. A jovem foi até o local para fazer questionamentos ao presidente, mas foi retirada por seguranças. Durante a pergunta, ela foi duramente criticada pelo próprio mandatário e aliados."


"Presidente, posso falar um verso bíblico para o senhor?", questiona. "É aquele verso que o senhor diz que gosta muito, e eu também, um dos meus favoritos que é a verdade vos libertará", continua ela ante de chamar Bolsonaro de farsa.


"A verdade é Jesus, a verdade é Justiça, a verdade é honestidade. E sabendo disso dá para considerar que o senhor é uma farsa, presidente", enfatiza Hadassa.

(...)

"Você usa a palavra bíblica para me questionar aqui?", perguntou o mandatário. "Sim, aquele que crê na Bíblia também questiona", afirma a estudante antes de Bolsonaro se distanciar.



***
RSS/Feed: Receba automaticamente todas os artigos deste blog.
Clique aqui para assinar nosso feed. O serviço é totalmente gratuito.

0 comentários:

Postar um comentário

Seu comentário é muito importante para agregar valor à matéria. Obrigado.

Arquivos

Site Meter

  ©Blog do Guara | Licença Creative Commons 3.0 | Template exclusivo Dicas Blogger