Mostrando postagens com marcador lembranças. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador lembranças. Mostrar todas as postagens

quarta-feira, 9 de abril de 2008

CULTIVAR BOAS LEMBRANÇAS.

Muitas pessoas vivem tão preocupadas em evitar desastres do passado que esquecem de desfrutar o presente ou ter esperança no futuro.

Aprenda a Relaxar

O professor de consciência espiritual e administração pessoal Mike George ensina em Aprenda a Relaxar, da Publifolha, que nunca devemos reprimir totalmente nossas lembranças, mas também não devemos viver delas.
Segundo George, é saudável ver as experiências passadas como o tesouro espiritual da vida, a herança pessoal de cada um. No entanto, apegar-se demais a essas experiências pode representar algo não muito bom.
Em Aprenda a Relaxar, George aborda desde como trilhar os caminhos para o relaxamento, o que fazer para repousar, respirar e potencializar poder da mente, além de oferecer dicas para se relacionar melhor consigo e com os outros.
O volume conta ainda com 25 exercícios simples e práticos. Uma forma de libertar-se do passado é apresentado em um dos trechos. Leia abaixo dica de como "organizar" o álbum da memória e viver bem.
*
O álbum da memória
(Exercício 24)
Nunca devemos reprimir totalmente nossas lembranças, mas também não devemos viver delas. Este exercício foi concebido para fechar o livro do passado com o desejo de iniciar um novo projeto. Ainda podemos nos referir ao passado, porém o mais importante é nos concentrarmos no futuro reconhecermos o potencial de mudança e preenchermos um novo álbum com novas experiências.
1 Sente-se confortavelmente e feche os olhos. Pense em algumas imagens do passado às quais você costuma recorrer. Podem ser rostos, episódios ou lugares. Escolha dez lembranças ou mais, se desejar. Uma única imagem pode representar uma fase de sua vida.
2 Imagine-se colando essas imagens em um álbum. Coloque as boas lembranças ao lado das más. Passe os olhos por essa galeria do passado e diga para você mesmo que passará um bom tempo sem revisitar deliberadamente o arquivo de memórias embora algumas dessas imagens possam lhe ocorrer espontaneamente.
3 Imagine-se fechando o álbum e colocando-o em uma prateleira alta, no cômodo menos freqüentado da casa.
4 Visualize um novo álbum, vazio, que você deseja preencher. Mas não é preciso pensar em colar novas imagens ainda: você poderá fazer isso mais tarde, depois que adquirir um tesouro de novas experiências.

Fonte: Folha Online.
*
Leia Mais ►

Arquivos

Site Meter

  ©Blog do Guara | Licença Creative Commons 3.0 | Template exclusivo Dicas Blogger