terça-feira, 5 de janeiro de 2010

A era digital, a Natureza e a sabedoria popular.

Assim como é na natureza, o imenso mundo da WEB pode se transformar através de um pequeno gesto, ou de um só clik. Como estaria nosso comportamento em relação ao meio ambiente e ao avanço tecnológico desta nova era?
[CONTINUE LENDO]

O universo da Grande Rede guarda segredos e mistérios que jamais serão dominados pelo homem comum, obrigado a conviver e assimilar o rápido progresso da ciência da tecnologia. É indispensável todo cuidado e atenção que possamos dispender no contato com ela, sob pena de nos transformarmos em vítima do próprio sistema. Ao navergarmos por esses mares de conhecimento haveremos de ter plena consciência ao usufruirmos deste conteúdo, obedecendo todas as regras exigidas por este tão desconhecido ambiente. O retorno pode não ser o esperado. Ao contrário, os recursos e os instrumentos oferecidos não sendo utilizados com zêlo e respeito, podem de uma hora para outra se voltarem contra nós. O usufruto indiscriminado, sem critério e sem disciplina poderá resultar em perdas, danos e sofrimento. Neste caso específico isso poderia significar a perda de arquivos importantes ou de todo o disco que armazena os dados de uma pesquisa. A ação de um indivíduo mal intencionado e sem consciência, ou de um grupo de pessoas inescrupulosas que espalham todo tipo de praga e vírus pela rede, vem prejudicar a grande maioria de usuários. Quando não, aproveita a opotunidade praticando atos verdadeiramente criminosos.
Não está muito distante o relacionamento depredador de alguns com a própria natureza. Basta verificarmos o comportamento inadequado ao tratá-la como um simples bem de consumo e não um bem universal. 
Estariamos nós seguindo as pequenas regras de relacionamento para com o meio ambiente separando o lixo que não é lixo, economizando energia, construindo em lugares geologicamente recomendáveis? Nosso comportamento estaria sendo realmente solidário quanto à preservação tanto do mundo real quanto do virtual? Temos consciência de que este e aquele são bens universais e merece uma atitude consciente por parte de todos nós? O paralelo pode ser incoveniente, diante dos inexplicáveis fenômenos climáticos que assolam nosso país notadamente nas regiões sul e sudeste, e que trazem tanta destruição causando sofrimento a muitas pessoas. 
Traçar um ponto de congruência entre era digital e preservação da natureza é realmente muito difícil. No entanto podemos e devemos levar em conta a própria sabedoria popular diante da necessidade de uma readaptação ao novo ambiente que ora se apresenta.
Há muitos ditos populares sendo reformulados e reafirmados como pequenas regras que sempre fizeram parte da própria cultura, agindo como facilitadores para o convívio saudável entre homem,  natureza e progresso tecnológico. Veja um exemplo nesta simples, mas profunda lista de "ditos" bem humorados que vi no blog do Francisco Renaldo, e que rola por aí através do correio eletrônico. Uma prova de que a sabedoria popular anda também em evolução. E tal qual na natureza e na informática, tudo pode se transformar, para o bem geral de toda a humanidade.  

1- A pressa é inimiga da conexão.
2- Amigos, amigos, senhas a parte.
3- A arquivo dado não se olha o formato.
4- Diga-me que chat frequentas e te direi quem és.
5- Para bom Provedor um senha basta.
6- Não adianta chorar sobre arquivo deletado.
7- Em briga de namorados virtuais não se mete o mouse.
8- Hacker que ladra não morde.
9- Mais vale um arquivo no HD do que dois baixando.
10- Mouse sujo se limpa em casa.
11- Melhor prevenir do que formatar.
12- Quando um não quer dois não teclam.
13- Quem clica seus males multiplica.
14- Quem com vírus infecta, com vírus será infectado.
15- Quem envia o que quer, recebe o que não quer.
16- Quem não tem banda larga, caça com Modem.
17- Quem semeia e-mails, colhe spams.
18- Quem tem dedo vai a Roma.com.
19- Vão os arquivos, ficam os back-ups.
20- Diga-me que computador tens e direi quem és.
21- Uma impressora disse pra outra: essa folha é sua ou é impressão minha?
22- Aluno de informática não cola, faz backup.
23- Na informática nada se perde, nada se cria. Tudo se copia...e depois se cola.
               
RSS/Feed: Receba automaticamente todas os artigos deste blog.
Clique aqui para assinar nosso feed. O serviço é totalmente gratuito.

0 comentários:

Postar um comentário

Seu comentário é muito importante para agregar valor à matéria. Obrigado.

Arquivos

Site Meter

  ©Blog do Guara | Licença Creative Commons 3.0 | Template exclusivo Dicas Blogger