sábado, 8 de maio de 2010

Alfabeto templário e alfabeto maçônico - origens e curiosidades

Antes de mais nada, apesar da similaridade entre Templários e Maçons. é bom que se repita que "uma coisa é uma coisa e outra coisa é outra coisa". Isto é, existem atualmente muitas associações que se proclamam herdeiras da lendária Ordem do Templo. Porém, segundo algumas versões históricas mais verdadeiras, a Maçonaria é originária de organizações que existiram há muito mais tempo. Bem antes da criação das Cruzadas, onde surgiu a Ordem dos Pobres Cavaleiros de Cristo e do Templo de Salomão, como se chamava anteriormente a organização dos lendários Cavaleiros Templários.
Nos tempos longínquos da Idade Média (mais ou menos 779 d.C.), não existe registro oficial de uma data precisa, existiram as chamadas "Guildas", corporações de Ofício hierarquicamente constituídas. Tinham dentre as funções de comércio e artesanato, a construção de Templos e Catedrais. Seus integrantes eram subdivididos em: aprendizes, artesãos, e Mestres. Para se comunicarem entre si, eles usavam palavras e sinais exclusivos de cada categoria.

Muitos anos depois, os Templários que viriam a ser a mais poderosa organização religiosa, política e militar da Idade Média, também se dedicavam a construção de magníficos templos, que existem até hoje. Notadamente em Portugal, Inglaterra e França. Reza a história, que os Templários praticavam os seus próprios rituais secretos e se utilizavam de um alfabeto codificado, visando guardar sigilo das grandes negociações que realizavam.

A Maçonaria, tal qual se apresenta nos dias de hoje foi constituída por volta de 1717, quando se reuniram 4 das 12 lojas existentes em Londres, na Inglaterra. Fato histórico, que culminou na elaboração da primeira Constituição Maçônica redigida pelo pastor presbiteriano James Anderson.

Em referência ao alfabeto codificado, tanto a Maçonaria quanto as associações representativas dos Templários contemporâneos, pela característica em comum de serem organizações iniciáticas, adotaram esse comportamento sigiloso. Tal qual era no passado longínquo. Vale lembrar que ambas associações sempre tiveram relações conflitantes com a Igreja Católica, ao longo da história. 

Hoje, o Vaticano reconhece apenas duas das representações templárias: a Soberana Ordem de Malta ou Soberana Ordem Militar Hospitaleira de S. João de Jerusalém de Rodes e Malta, e a Ordem Eqüestre do Santo Sepulcro de Jerusalém. E não há documento ou Encíclica que comprove o reconhecimento da Maçonaria como organização cristã, que é atacada por toda a cristandade de um modo geral.

Alfabeto Templário.

Logo abaixo, para exemplificar a comunicação exclusiva e secreta praticada até os dias de hoje pelos maçons e a ligação com a Ordem Templária do passado, o que não se pode afirmar categoricamente em relação aos seus atuais representantes, reproduzo o alfabeto por eles utilizado.

Segundo muitos pesquisadores e estudiosos sobre o tema, os Templários criaram este alfabeto com base na criptografia chamada Atbash muito utilizada na língua hebraica, que teriam conhecido em suas viagens ao Oriente onde mantiveram contato com os muçulmanos. A cifra Atbash consiste em substituir a primeira letra de uma palavra pela última, só que invertido:

Normal:  a  b c d  e  f  g  h  i  j  k  l  m  n  o  p  q  r s  t  u  v  w  x  y  z 
Código:  z  y  x w v  u  t   s  r q  p o  n  m  l   k  j  i  h  g  f  e  d  c  b  a .

O resultado é uma expressão em hebraico. E aí caberia a tradução mais correta. Isto é, conforme melhor se adaptasse ao idioma utilizado.
Aqui o resultado adaptado pelos Templários:

Fonte: Iespana

Alfabeto Maçônico:

A Maçonaria utiliza um alfabeto convencional, em uma cifra criada pelo místico e alquimista alemão chamado, Agrippa de Nettsesheim, nascido em 18/02/1486, conhecida os dias de hoje como cifra pig pen (porco de chiqueiro) onde cada letra (porco) é colocada numa casa (chiqueiro). Não há registro que Agrippa tivesse ligações com a Ordem Maçônica, nem tão pouco buscasse inspiração nos Templários. 

Aqui a figura de Agrippa no alfabeto maçônico inglês, alemão e da Idade Média:  


Há que se distinguir, o misticismo e os fatos concretos produzidos por estas duas associações. Na verdade, são  Irmandades que até hoje persistem em influir sobremaneira nos destinos da sociedade organizada. Porém, ambas explicitamente com um ponto comum entre elas: o bem estar dos seus iniciados e da humanidade em geral.

                  
Imagem inicial: eresmas.net.

RSS/Feed: Receba automaticamente todas os artigos deste blog.
Clique aqui para assinar nosso feed. O serviço é totalmente gratuito.

13 comentários:

Rui Morel Carneiro disse...

Bacana essa informação do alfabeto deles. Nós (vc e eu) como ex-bancários, não podemos esquecer de salientar que foram os Templários que desenvolveram um sistema financeiro que viria a desencadear o que hoje conhecemos por Bancos.
Enquanto fazia o Caminho de Santiago tive o privilégio de conversar com um senhor que se diz remanescente tamplário e há uma parte do caminho que passa ao lado de um castelo templário construído no sec. X. Gosto muito desse tema. Obrigado pelas informações. Rui.

GUARACI CELSO PRIMO disse...

Rui,
Eu é que agradeço por acrescentar este comentário.
Um abraço.

TOP BLOG ws disse...

Olá.
Venho por meio deste convidar-te a participar do 'Top Blog da Semana' do site 'TOP BLOG ws'. PRÊMIO: Espaço de publicidade em um blog de qualidade. Cadastre seu blog e concorra.
http://videosincriveis.ws/topblog

Um grande abraço!

GUARACI CELSO PRIMO disse...

Muito obrigado pelo convite.

Anônimo disse...

OLA, EU SEMPRE OUÇO FALAR DE PESSOAS QUE ERAM POBRES E DEPOIS QUE ENTRARAN NA MAÇONARIA EM POUCO TEMPO FICARAM MUITO RICOS E ATE MILIONARIOS, ISSO É VERDADE MESMO OU NAO? TAMBEM OUÇO FALAR QUE OS MAÇONS SAO PESSOAS DIGNAS, TALVES SEJA ISSO POR SEREM PESSOAS HONESTAS DE VERDADE AJUDAM UNS AOS OUTROS ATE FICAREM MUITO RICOS, PENSO ISSO, POR QUE SE EU FOSSE UM MILIONARIO NAO VERIA PROBLEMA NENHUM EM AJUDAR OUTRA PESSOA DESDE QUE SEJA HONESTO E CAPAZ DE VERDADE A SE TORNAR RICO, RICO MESMO MUITO RICO, EU AJUDARIA. MAS GOSTARIA DE SABER SE ISSO OCORRE NA MAÇONARIA? OBRIGADO!

GUARACI CELSO PRIMO disse...

Não conheço ninguém que tenha ficado milionário após ter iniciado na Maçonaria. Quanto a ajuda mútua, isso é verdade.
Faço convite para pesquisar o termo Maçonaria, dentro do Blog. Há algumas coisas importantes a respeito.
Um abraço.

Anônimo disse...

OI,GUARA, O SENHOR É MAÇON? ME DIGA POR QUE OS SITES DA MAÇONARIA NUNCA RESPONDE QUANDO AGENTE ENTRA EM CONTATO? JA TENTEI ME COMUNICAR MAS NUNCA RESPONDEM NADA. OBRIGADO

Guara. disse...

Amigo anônimo,
Sim, eu sou.
Entre em contato através do formulãrio do Blog (link na faixa azul superior), me informando o link dos sites que você contactou. Em seguida eu mando muinha opinião.
Um abraço e obrigado pelo comentário.

Anônimo disse...

ola sou,um grande apreciador dos templarios gosto muito, gostar de saber porque o termo Veritas vos liberabit e porque dos trê pontos nas assinatura abrigado pela atenção

Anônimo disse...

E aí Guara não vai responder a pergunta acima, estamos curiosos. Lembre-se a dúvida de um pode ser a de muitos. Abs. Ass. Professor

GUARACI CELSO PRIMO disse...

A utilização dos três pontos na assinatura pelos maçons é bastante emblemática. Tem sua origem nas abreviaturas das palavras, prática usada ao longo da história da humanidade que chegou atá a ser proibida por causar confusão de interpretação. De uma forma geral o número três é cercado pelo misticismo existente em todas as civilizações, e ligado a idéia ternária dos termos filosóficos. Com por exemplo: pai, mãe e filho; princípio, meio e fim; passado, presente e futuro; Liberdade, Igualdade e Fraternidade; Vontade, Amor e Sabedoria; Fé Esperança e Caridade. Estas três últimas constantes da filosofia maçônica. Daí foi um passo para fazer parte da simbologia que cerca a Maçonaria. Alguns estudiosos afirmam que os Templários faziam uso dos Três pontos, e, que no calabouço, onde Jacques de Molay esteve preso, nas paredes havia grafitos e um deles era o Triponto.
Todavia, seu uso na assinatura, pelos maçons, não é universalmente utilizada. Pelo que eu sei, nem é regra geral que conste de sua ritualística. No entanto, como símbolo maçônico tem o significado de DISCRIÇÃO, e é usado para lembrar ao iniciado dos seus compromissos assumidos perante a Ordem. Mas, não consta que seja obrigatório utilizar cada vez que se assina um documento. Esta prerrogativa fica a critério do livre árbitrio de cada um.
Espero que tenha respondido a contento.
Agradeço pelos dois últimos comentários e na dúvida peço que entrem em contato. Será um prazer trocamos idéias.
Voltem mais vezes.
Abraços.

Unknown disse...

Ir:. GUARA
Ola, e interessante seu texo sobre os templários e sua explicação ao irmao acima, que do mesmo modo não se distância da minha percepção, dos tres pontos, de que se assimilar os três pontos a piramide, como as "pilastras" em base e a "ti " de igual modo usado tbm se os três pontos com seus demais significados, isso é muito relevante a quais formas de conceito se basear em algumas vezes e situações. Rs.. eu sou um pouco perfeccionista em questão a tudo e gosto de opinar cm base no que sei e quando não sei vou em busca de respostas ,mesmo avançando alguns estudos pra saber outros que aprenderia futurente, o bom é que ir além da espectativas dos seus superios grao mestr te deixa com vontade de buscar mais conhecimentos. E é por isso que eu gostaria de saber mais algumas coisas, porém não direi nada aqui nesta página por ser exposta, pois não seria coerente da minha parte tocar em certos assuntos e tópicos, mas achei muito interessante e como voce disse a acima que é um frater, não haverá problemas algum em me explicar algumas coisas com base nas as que eu já sei e que estudo.
Obrigado pela atenção, aguardo sua resposta.
Que as bênção do G.A.D.U estaja sobre vós.

( 93,93/93 )

-Vênus.:.

GUARACI CELSO PRIMO disse...

May DMus,
Entre em contato através do formulário específico (link no blog), qí poderemos trocar idéias.
Abraço e obrigado pelo comentário.

Postar um comentário

Seu comentário é muito importante para agregar valor à matéria. Obrigado.

Arquivos

Site Meter

  ©Blog do Guara | Licença Creative Commons 3.0 | Template exclusivo Dicas Blogger