quinta-feira, 26 de janeiro de 2012

Ricardo Boechat comenta a Favela, os governantes, e a cidadania

O jornalista Ricardo Boechat (TV Bandeirantes), articulista de alta credibilidade na mídia brasileira, e por isso um dos mais importantes formadores de opinião pública, fez um comentário excelente sobre o mandado de desocupação em Pinheirinho, na cidade paulista de São Bernardo do Campo-SP. Um efetivo de 2000 homens da polícia militar executou a ordem de reintegração de posse do terreno.
A ação teve início na manhã de domingo do dia 22, com a concordância do governo do Estado. No dia 20 (Sexta-feira), o Tribunal Regional Federal (TRF) suspendeu a ordem de reintegração de posse. Mas a Justiça estadual determinou a continuidade da ação.  

O governador Geraldo Alkimin (PSDB), anunciou que o Estado proveria aluguel social às famílias desalojadas com repasse do valor ao governo municipal. Até que fiquem prontas as moradias populares através dos programas de governo. Enquanto isso centenas de pessoas, idosos e crianças, são condenadas a um tempo incerto de sofrimento, angústia, e tristeza. E de outro lado, a massa falida da empresa Selecta, do grupo do empresário Naji Nahas, a se beneficiar do fruto desta ação, e safar-se de parte de seus muitos problemas com a justiça. Naji Nahas, é o autor da ação. E como lembra Boechat em seu comentário, este probo senhor é o mega especulador que no passado recente foi o responsável pela quebra da Bolsa de valores do Rio de Janeiro. 

Interessante notar, que a justiça tão lenta quando é de interesse público, neste caso, rápida, intolerante e implacável. Gerando violência, terror e desesperança para muitos. Um conflito de decisões precipitadas e ilegítimas, que revelou a incapacidade dos governantes e da própria justiça brasileira, na resolução deste grande problema social que se arrasta ao longo de 8 anos. 


O comentário de Ricardo Boechat sobre o caso vem de encontro às palavras acima e de muitas manifestações críticas aos fatos que envolveram a ação de reintegração de posse da área onde se formou a comunidade de Pinheirinho. A crítica de Boechat é esclarecedora, equilibrada e oportuna. Mas, também é temerária. Posto que, a imprensa, através dos grandes veículos de comunicação do país, revela-se descompromissada com a imparcialidade quanto aos assuntos dos poderes políticos governamentais. Sejam eles oriundos da esfera municipal, estadual, ou Federal.

Esse extremo caso de desgoverno ocorrido em Pinheirinho, São José dos Campos-SP, clama aos cidadãos livres e de bons costumes deste país por uma reflexão profunda acerca do bem estar do seu semelhante. Pode ocorrer outra vez. São muitos os déspotas inimigos da pátria. Inúmeras comunidades carentes existentes no país aguardam indefesas, ações eficazes de justiça social por parte dos ditos homens de bem. Estejam eles no exercício do poder Executivo, no Legislativo, ou no poder Judiciário, ou não. Os cidadãos e cidadãs dessas comunidades, reclamam nada mais que seus direitos de vida e cidadania, um dever do Estado.  

Exorto a todos a ouvir o importante comentário do jornalista. Clique no player abaixo..







Fonte: Advivo.com.br
Imagem: DiáriodaClasse.

 
RSS/Feed: Receba automaticamente todas os artigos deste blog.
Clique aqui para assinar nosso feed. O serviço é totalmente gratuito.

0 comentários:

Postar um comentário

Comente e compartilhe. Seu comentário é muito importante para agregar valor à matéria. Obrigado.

Arquivos

Site Meter

  ©Blog do Guara | Licença Creative Commons 3.0 | Template exclusivo Dicas Blogger