quarta-feira, 30 de maio de 2012

Síndrome de Pinóquio - quem está mentindo?

A última edição da revista Veja trouxe uma reportagem explosiva, com imediata repercussão nos principais jornais do país, na Internet, e também nas redes sociais. A reportagem revela o conteúdo de uma conversa entre o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Gilmar Mendes, o ex-presidente Luís Inácio Lula da Silva, e o ex-ministro da defesa Nelson Jobim. Segundo a revista, Lula teria pressionado o ministro propondo-lhe o adiamento do julgamento do chamado mensalão.
O encontro foi no escritório de Nelson Jobim. O anfitrião e também ex-ministro do Supremo, desmentiu a Revista Veja em entrevista ao Jornal o Estadão, e depois confirmou ao Jornal Zero Hora que não houve conversa sobre mensalão. Gilmar Mendes, reiterou suas declarações ao Jornal Globo News, e até cometeu um ato falho, próprio de quem não está sendo sincero. Na entrevista, Mendes disse que Jobim ouviu o que foi dito a ele por Lula. O ex-presidente demonstrou indignação através de sua assessoria com o que foi publicado na revista.

Quem está mentindo: o ex-presidente Lula e o ex-presidente do STF, Nelson Jobim, ou o também ex-presidente do STF e atual ministro da Corte, Gilmar Mendes? Esta estranha síndrome de Pinóquio, que se abateu sobre três importantes personagens do Poder Público pode ter criado uma crise institucional sem precedentes. A atitude do ministro Gilmar Mendes em revelar à Veja sobre a suposta pressão sofrida pelo ex-presidente, a posição de Nelson Jobim sobre o assunto, e o encontro de Lula com os dois, é de causar tamanha estranheza, posto que ambos são considerados seus desafetos.

Reprodução/247

Na verdade todos devem estar faltando com a verdade, enquanto deveriam por dever de ofício buscá-la a todo custo. Como dos quatro elementos envolvidos neste caso, três pertencem ou já pertenceram a dois dos poderes supremos da República, o Judiciário e o Executivo, julga-se que a justiça e a verdade seria primordial para o ilustre trio. É a espectativa da sociedade. No entanto, não é essa a impressão que temos diante dessa história. O quarto elemento, a revista Veja, um veículo de informação comprovadamente detentor do poder de influenciar a opinião pública, assume constantemente o papel que é exclusivamente do Estado. Submetendo seus leitores ao precipitado julgamento dos fatos, com as versões que particularmente atende seus próprios interesses, age como partido político, o que certamente não é sua basilar função. Que seria a de levar informação precisa e imparcial aos seus leitores.

Veja o comentário do jornalista Bob Fernandes na TV Gazeta.



Sobre este caso, talvez não venhamos tomar conhecimento da verdadeira versão dos fatos. Lembremos que estamos só no começo da CPMI instalada no Congresso Nacional com a inalidade de investigar o mais recente escândalo de corrupção do país. As investigações da Polícia Federal levaram à prisão o pivô da história, o Sr. Carlinhos Cachoeira. O inquérito demonstra que Cachoeira tinha uma conexão perigosa com a revista Veja, desde muito longe. E, tinha como amigo e comparsa, o senador Demóstenes Torres, agora sem partido. Demóstenes, também alvo da CPMI, é amigo do ministro Gilmar Mendes que foi citado várias vezes nas conversas dos arapongas de Cachoeira, conforme revela dos grampos efetuados nas investigações da PF.

Considere que a síndrome de Pinóquio seja apenas uma ilação. Porém, o histórico de Gilmar Mendes, divulgado pela mídia alternativa e pelo jornalismo autêntico sem cabresto político ideológico, comprova que esse mal atingiu em cheio os envolvidos neste caso. Basta lembrar que o ministro da suprema corte, não é flor que se cheire, como dizia a Vó Leonor. Leia aqui e aqui para saber ao que me refiro. Com sua perspicácia legislativa, navegando nos obscuros buracos da Lei e nos preâmbulos da  nossa tão defasada Constituição brasileira, o polêmico ministro mandou soltar por duas vezes um dos maiores inimigos da nação, o banqueiro bandido Daniel Dantas. Só para citar uma de suas peripécias para atender aos seus interesses particulares, e também de seus comensais. 


Quanto à revista Veja, comprovadamente envolvida no atual e escabroso esquema de corrupção através de seus representantes de nariz grande, oferece motivos mais que suficientes para que sestes sejam convocados a depor na CPMI. Não se sabe porque há uma certa relutância dos parlamentares para que isso seja feito. No que diz respeito à reportagem, Veja revela toda sua desfaçatez em querer transformar o ex-presidente Lula em chantageador, e o ministro Gilmar Mendes em vítima. Mais um embuste da revista para desqualificar os trabalhos da Comissão e levar a opinião pública a acreditar que tudo acabará em pizza. Nunca pensei em citar o ex-presidente Collor como exemplo, mas confira seu segundo discurso no plenário do Senado sobre a atuação da revista e a opinião pública, se referindo à própria CPMI.   

Vale lembrar que o julgamento do processo penal do dito mensalão, conduzido pelo revisor Ricardo Lewandowski, atual presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), e pelo relator ministro Joaquim Barbosa, que concluiu o relatório final, está prestes a ter um desfecho. Para acabar de vez com toda essa especulação político-partidária em torno daquele que foi o maior escândalo do Governo de Lula, ora trazido à baila para tirar o foco dos trabalhos da atual CPMI. É claro o fito de escandalizar para atender interesses políticos obscuros, obstruindo os trâmites legais do processo.

Por falar em síndrome de Pinóquio, estranho é observar um ex-ministro da justiça, o Sr. Márcio Thomas Bastos, ser o advogado de Carlinhos Cachoeira. Segundo as fontes de informação, Bastos receberia para defendê-lo, algo em torno de R$ 15 milhões. Isso não é falta de ética? Não se configura receptação de dinheiro de origem duvidosa? Não foram bloqueados os bens de Carlinhos Cachoeira?
Vamos aguardar para ver que bicho que vai dar.           


Imagem: GettyImage
       
RSS/Feed: Receba automaticamente todas os artigos deste blog.
Clique aqui para assinar nosso feed. O serviço é totalmente gratuito.

0 comentários:

Postar um comentário

Seu comentário é muito importante para agregar valor à matéria. Obrigado.

Arquivos

Site Meter

  ©Blog do Guara | Licença Creative Commons 3.0 | Template exclusivo Dicas Blogger