quinta-feira, 5 de maio de 2016

Timão está fora da Copa Libertadores 2016. São Paulo e Atlético-MG se classificam para as quartas de final

Em um jogo dramático na noite desta quarta-feira (04), na Arena Corinthians, o Timão foi eliminado da Copa Libertadores 2016 ao empatar com o Nacional do Uruguai. Precisava vencer com um gol de diferença para se classificar para as quartas de final, mas jogou mal, não teve sorte. E somente empatou em 2 a 2. Veja como foi o drama do Timão, na decisão dentro de casa.
O São Paulo, que podia perder por três gols de diferença para o Toluca, no México, se classificou com derrota. Tomou três gols, mas marcou um e se garantiu na próxima fase da Libertadores 2016. Graças a goleada por 4 a 0 na primeira partida.

A situação do do Atlético mineiro, que se classificou batendo o Racing da Argentina, era igual a do Corinthians. Também precisava de uma vitória por um gol de diferença. Acabou vencendo por 2 a 1, jogando uma ótima partida no Independência. Carlos, abriu o placa para os mineiros aos 16'. Lisandro López empatou para os argentinos, aos 21' do primeiro tempo. Pratto, aos 26' da segunda etapa, marcou o gol da vitória e da classificação dos gaúchos.

O centroavante do Galo perdeu a chance de fazer o terceiro gol na cobrança de um pênalti, defendido pelo goleiro Ibãnez, mas foi fundamental na conquista da vaga para as quartas de final. Depois de tomar sufoco no fim, o Grêmio soube anular a pressão do Racing e garantir o resultado. Contudo, teve ainda uma ótima chance de ampliar no bom arremate de Júnior Urso (ex-Coritiba).

Então, nas quartas de final da Copa Libertadores 2016, teremos um duelo brasileiro. Atlético-MG e São Paulo jogam a partida de ida no dia 11/05, no Morumbi. Veja abaixo o que fizeram os times nas partidas em que ambos conseguiram a classificação para a segunda fase da competição.  


O confronto entre Corinthians e o Nacional do Uruguai, certamente ficará na memória da fiel torcida do Timão. Não só pelos momentos de tensão e drama no decorrer do tempo de jogo, mas também pela emoção e muita tristeza vividos nos minutos finais da partida. Logo aos 4 minutos, os uruguaios abriram o placar e colocaram os corintianos em situação ainda mais difícil. Falha geral na defesa do Timão, quando em posição duvidosa, Nico López cruzou na área e na disputa entre Cássio e Fernández, o centroavante uruguaio levou a melhor e na sobra cutucou pra dentro para marcar o primeiro gol do Rosário.

A esta altura o Corinthians precisava de dois gols para manter-se vivo na competição. Mas absorveu bem o golpe, e com a torcida inflamada nas arquibancadas teve duas grandes chances de empatar. As duas com Felipe, de cabeça, após cobranças de escanteio. Aos 14 minutos, Giovanni Augusto tabelou com Fagner pela direita e lançou na área. André dividiu com o zagueiro e a bola encontrou Lucca, livre de marcação mandou pro fundo da rede deixando tudo igual. Na sequência o primeiro tempo o Corinthians criou pelo menos duas boas chances de passar a frente no placar. Mas no final foi do Nacional a melhor jogada de perigo, quando Fernández cabeceou obrigando Cássio a praticar excelente defesa.

O Corinthians não voltou bem pra a segunda etapa, e aos 12 minutos tomou o segundo gol. Fernández recebeu bom passe de Nico López e bateu de fora da área. Um belo chute que obrigou Cássio a espalmar indo o rebote cair nos pés de Romero que bateu cruzado no canto esquerdo para resgatar a vantagem para os uruguaios. Para tentar reverter a situação, o técnico Tite mudou o time. Colocou Romero e Marquinhos Gabriel (ex-Santos), nos lugares de Lucca e Giovanni Augusto. Pouco adiantou. O Corinthians só tocava a bola de um lado para outro, sem inspiração. Melhorou um pouco com a entrada do veterano Danilo, substituindo Bruno Henrique.

Aos 37', o Timão teve a grande chance do empate, quando Marquinhos Gabriel foi derrubado dentro da área por Polenta. O árbitro marcou pênalti, mas para o desgosto e desespero e desespero da torcida, André foi displicente demais na cobrança e bateu nas mãos do goleiro Conde, que defendeu com facilidade. O Corinthians chegou ao empate com um segundo pênalti. Marquinhos Gabriel bateu e converteu, aos 49' do segundo tempo. Mas não havia mais tempo para nada, restando uma noite melancólica com o Timão fora da Copa Libertadores de 2016.







(com informações da Gazeta Esportiva)
Imagem: reprodução/créditos da Foto: Djalma Vassão/Gazeta Press

RSS/Feed: Receba automaticamente todas os artigos deste blog.
Clique aqui para assinar nosso feed. O serviço é totalmente gratuito.

0 comentários:

Postar um comentário

Seu comentário é muito importante para agregar valor à matéria. Obrigado.

Arquivos

Site Meter

  ©Blog do Guara | Licença Creative Commons 3.0 | Template exclusivo Dicas Blogger