terça-feira, 5 de junho de 2018

Flamengo consolida liderança. Corinthians sai do G4. Confira o resumo e melhores momentos dos jogos da 9ª rodada do Brasileirão 2018

A 9ª rodada do Campeonato Brasileiro 2018 foi marcada pelo grande clássico nacional entre Flamengo e Corinthians, realizado neste domingo (03), no Maracanã. O Rubro-negro carioca levou a melhor e venceu o Timão, por 1 a 0, se isolando na liderança da competição com 20 pontos conquistados. Com a derrota, o Corinthians saiu do G4 e caiu para a 8ª posição, com 14 pontos.
Até a metade do primeiro tempo, o time da Gávea pressionou mais que o Alvinegro paulista, que bem na defesa soube anular as investidas do adversário. Aos 33 minutos, Jadson sofreu uma lesão que teve que deixar o campo sendo substituído por Roger. A mudança acabou sendo boa para a equipe do técnico Osmar Loss, que passou a ter mais posse de bola e mais presença no ataque. Entretanto, o duelo entre as duas maiores torcidas do Brasil seguiu equilibrado, sem que os goleiros fossem muito exigidos e a primeira etapa acabou sem abertura no placar.

No segundo tempo, o time carioca se lançou mais ao ataque diante de aparente apatia dos corintianos e aos 34 minutos construiu um bom ataque que culminou no gol da vitória. Lucas Paquetá recebeu a bola pela lado direito, perto da grande área, dominou e bateu forte de esquerda obrigando o goleiro Walter a fazer grande defesa, porém espalmando para o lado. A bola sobrou limpa para Felipe Vizeu, que substituiu Henrique Dourado, inapelavelmente mandar para o fundo das redes.

Sem criatividade, o Corinthians não criou nenhuma boa chance de marcar o gol de empate. Somente nos acréscimos teve oportunidade de igualar o placar. Na cobrança de escanteio, a bola sobrou para o centro-avante Roger, cara a cara com o goleiro Diego Alves. Porém, o árbitro Anderson Daronco apitou o final do clássico, sob muita reclamação dos corintianos e comemoração dos flamenguistas pela importante vitória. Na próxima rodada do Brasileirão 2018, as duas equipes têm clássicos regionais pela frente. O Timão pega o Santos, quarta-feira, às 21:00 horas, na Arena Corinthians. O Flamengo encara o Fluminense, quinta-feira,à 20:00 horas, no Estádio Mané Garrincha, em Brasília.

A 9ª rodada do Campeonato Brasileiro 2018 teve três confrontos realizados no sábado (02): Internacional 0 x 0 Sport, Atlético-MG 3 x 3 Chapecoense e Vasco 1 x 2 Botafogo. No Beira Rio, o Inter esteve mais perto da vitória, com uma bola na trave em um belo chute do argentino Nico López, aos 34 minutos do segundo tempo. Com o resultado sem gols, Colorado e Leão, invictos a três rodadas seguem iguais em número de pontos (15). O Internacional, em 5º lugar, terá o São Paulo como próximo adversário, na terça-feira, às 21:30, no Morumbi. O Sport ficou na sexta posição, e no dia seguinte enfrentará o Atlético paranaense, na Ilha do Retiro.

No Independência, o Galo e Chape realizaram um duelo empolgante. A primeira chance foi dos mineiros. Aos 7 minutos, Roger Guedes fez um ótimo passe para Luan dentro da área chutando com muito perigo, raspando a trave. Três minutos depois, os catarinense responderam com uma bola na trave, e na sequência abriram o placar com Leandro Pereira escorando um cruzamento quase dentro do gol. No minuto seguinte, Roger Guedes errou um chute de fora da área e a bola encontrou Ricardo Oliveira, que bateu com tranquilidade para empatar a partida.

Aos 33', após a cobrança de escanteio o árbitro marcou pênalti para o Atlético-MG cometido por Wellington Paulista, que segurou o zagueiro Gabriel. Depois de muita reclamação dos jogadores da Chape, Fábio Santos cobrou e colocou o time mineiro na frente. Aos 37', Leandro Pereira tomou o segundo cartão amarelo e foi expulso. E nos acréscimos, aos 50' do primeiro tempo, Arthur Caike bateu flata com perfeição e empatou a partida.

No segundo tempo, com um jogador a menos, a Chapecoense tratou de se fechar na defesa. E o Galo partiu com tudo em busca do terceiro gol, que saiu logo aos 13 minutos. Roger Guedes recebeu dentro da área e enganou a marcação de Apodi batendo forte rasteiro no canto direito de Jandrei. A Chapecoense tratou de sair em busca do empate. Em uma boa jogada de ataque, Arthur Caike invadiu a área no meio da defesa e foi derrubado por Fábio Santos. Pênalti marcado e Wellington Paulista foi para a cobrança e deixou tudo igual.

Nos minutos finais de jogo no Independência, era ataque do tem da casa contra defesa dos visitantes. Na última chance do Galo, Ricardo Oliveira quase marca o gol da vitória, mas no arremate a bola passou raspando a trave. Com o resultado, o Atlético-MG ficou com 14 pontos, na décima colocação, e na próxima enfrentará o América-MG, em casa. A Chapecoense jogará contra o Vitória-BA, no Barradão.

Em São Januário, o clássico carioca entre Vasco e Botafogo terminou com a primeira vitória da equipe de General Severiano. Bem melhor no primeiro tempo, o Fogão abriu 2 a 0 de vantagem com gols de Kieza e Igor Rabello. O Cruz-maltino diminuiu com gol marcado por Andrey, aos 7 minutos da etapa final. O time do técnico Zé Ricardo, que pediu demissão após a partida, foi bem na etapa complementar, mas não conseguiu o gol de empate pecando nas conclusões. Na próxima rodada, o Vasco vai enfrentar o Cruzeiro, no Mineirão. O Botafogo recebe o Ceará, no Nilton Santos.

No domingo, Palmeiras e São Paulo realizaram o sétimo clássico paulista no Allianz Parque. E mais uma vez deu Verdão, que venceu de virada por 3 a 1. O Tricolor abriu o placar aos 29 minutos do primeiro tempo, com um gol contra de Edu Dracena. O zagueiro palmeirense atrasou mal a bola para o goleiro Jailson, que atrapalhado por Marcos Guilherme não conseguiu defender deixando a bola passar por entre suas pernas e morrer no fundo das redes. O atacante são-paulino, que não chegou a tocar na bola, comemorou a autoria do gol.

Desde o início do segundo tempo, o Palmeiras passou a dominar completamente o jogo e logo chegou ao gol de empate, aos 9 minutos. William recebeu na entrada da pequena área pelo lado direito e bateu cruzado. A arbitragem levou alguns instantes para validar o lance, na dúvida se Dudu, em posição de impedimento havia tocado na bola. Com a interferência do árbitro, o árbitro da partida confirmou o gol. Aos 21', novamente William, em posição duvidosa dentro da área acertou um chute no ângulo e virou o placar. Três minutos depois, Moisés lançou Hyoron em velocidade pela direita, que cruzou para Dudu de peixinho marcar o terceiro gol palmeirense e fechar o placar.

Com o resultado, o Palmeiras somou 14 pontos e chegou ao 7º lugar, a dois pontos do G4. Na próxima, o Verdão terá pela frente o Grêmio, na quarta-feira, em Porto Alegre. O São Paulo, que era o vice-líder caiu para a quarta posição, com com 16 pontos e na 10ª rodada recebe o Internacional, no Morumbi.

Na Fonte Nova, o Grêmio venceu o Bahia por 2 a 0 e deu um salto na tabela chegando ao terceiro lugar, também somando 16 pontos. Após a derrota, o Tricolor baiano ficou com 8 pontos e permaneceu na Zona do rebaixamento. Resultado que causou a demissão do técnico Guto Ferreira, no comando do Tricolor da Aço. O primeiro gol do Tricolor gaúcho nasceu de um pênalti cobrado por Maicon, que o goleiro Douglas Friedrich defendeu. Mas no rebote, o capitão gremista converteu, aos 9 minutos do primeiro tempo. Aos 47' da etapa final, Thaciano marcou o segundo e sacramentano a vitória dos gaúchos.

Na Vila Belmiro, o Santos se livrou da Zona perigosa vencendo de goleada o Vitória-BA, por 5 a 2. O Peixe construiu a vitória ainda no primeiro com três gols marcados pelo jovem atacante Rodrygo e um de cabeça do experiente volante Renato. Na etapa complementar, Neílton marcou o primeiro gol do time baiano, na falha do zagueiro David Braz. Aos 28', Vanderlei praticou espetacular defesa e puxou o contra-ataque para Rodrygo dar assistência a Gabigol marar o quinto gol do Alvinegro praiano. Aos 38', Ramon ainda marcou o segundo para o Vitória-BA, mas não deu tempo para qualquer reação. O Santos é 15º colocado, com 9 pontos conquistados. Um a mais que o Vitória-BA, no momento o primeiro na lista dos quatro últimos colocados.

No independência, o América mineiro recebeu o Atlético paranaense e venceu por 3 a 1. Com o resultado, o Coelho somou 13 pontos e subiu para a 11ª colocação. Com a derrota o Furacão ficou com um ponto a menos, beirando a ZR. O Rubro-negro paranaense abriu o placar com Carleto cobrando uma falta com perfeição, aos 37 do primeiro tempo. Dois minutos depois, Serginho empatou para o time mineiro de Minas e marcou também o gol da virada, aos 30' do segundo tempo. Aos 44 minutos, Ademir marcou o terceiro e fechou o placar para o América, que joga a próximo contra o Atlético-MG, outra vez no Independência. Já o Furacão tenta fugir da Zona perigosa no confronto conta o Sport, na Ilha do Retiro.

Na última partida da rodada realizada no domingo, o Cruzeiro jogou contra o Ceará, no Castelão, e venceu por 1 a 0. Com a vitória a Raposa assumiu a vice-liderança do Brasileirão 2018 pelo saldo de gols, com a mesma pontuação (16) do Grêmio (3º), e do São Paulo em 4º lugar. O gol da equipe celeste saiu aos 18 minutos do primeiro tempo. Rafael Sóbis fez ótimo lançamento para Bruno Silva, que cruzou para Sassá, meio enrolado tocar na bola que foi para o fundo das redes. Com o resultado e até agora sem nenhuma vitória no campeonato, o Ceará fica como lanterna da competição.

A partida de de encerramento da 9ª rodada do Brasileirão 2018 aconteceu nesta segunda-feira (04). O Paraná Clube, enfim encerrou o jejum de vitórias na Série A batendo o Fluminense, por 2 a 1, no Durival de Britto, em Curitiba. O Tricolor paranaense somou seus seus primeiros três pontos na competição, com três a mais que o último colocado Ceará. Já o Tricolor da Laranjeiras, com a derrota, perdeu a chance de assumir a vice-liderança e caiu para a 9ª colocação, com 14 pontos somados.

O primeiro tempo do confronto na casa dos Paranistas, terminou sem abertura do placar. O Fluminense, que fez um bom jogo empatando em zero a zero com o Grêmio, na rodada anterior, jogou sem o artilheiro Pedro. Além disso, perdeu ainda mais a força ofensiva com a lesão de Marcos Junior, que deixou o campo de jogo logo no início, lesionado. Consequentemente, a equipe paranaense foi quem andou mais perto do primeiro gol. Aos 25 minutos, Thiago Santos recebeu a bola dentro da área e mandou uma bomba carimbando a trave. Logo depois, na cobrança de escanteio, Léo Itaperuna mandou um voleio para uma grande defesa de Júlio Cesar.

No segundo tempo, aos 5 minutos, o Tricolor abriu o placar. Lé Itaperuna foi derrubado por Léo dentro da área e o árbitro marcou pênalti. Thiago Santos foi para a cobrança e marcou o primeiro gol paranista. Depois do gol, o Paraná se fechou e o Fluminense passou a pressionar em busca do empate aos 25 minutos, em um cabeceio perigoso de Luan Peres defendido por Thiago Rodrigues. Um minuto depois, em um contra-ataque a equipe paranista marcou novamente. Thiago Thiago Santos chegou a driblar o goleiro e cutucar para o fundo das redes, mas a arbitragem anulou corretamente o lance por impedimento do atacante.

Aos 34', nova chance para o Paraná na jogada individual de Caio Henrique, que acertou um bom chute para a defesa de Júlio Cesar. Aos 43', Guilherme Biteco, que entrou no lugar de Thiago Santos, aproveitou um cruzamento da esquerda e marcou o segundo do Paraná. O goleiro do Flu ainda chegou a tocar na bola que já havia ultrapassado a linha de gol. Já nos acréscimos, Pablo Diego diminuiu para o Tricolor carioca marcando um golaço, aos 47 minutos.

Na próxima rodada, o Paraná Clube tem o confronto direto na Zona do rebaixamento contra o Bahia, que tem dois pontos a mais, em 18º lugar na tabela de classificação. O Tricolor paranaense tem a vantagem de jogar outra vez diante de sua torcida, no Durival de Britto, às 20:00 horas. Já o Fluminense, tem uma pedreira pela frente no clássico contra o líder Flamengo, no mesmo dia, no estádio Mané Garrincha, em Brasília.



















(com informações da Gazeta Esportiva)
Imagem: reprodução/Foto: Gilvan de Souza/CRF

RSS/Feed: Receba automaticamente todas os artigos deste blog.
Clique aqui para assinar nosso feed. O serviço é totalmente gratuito.

0 comentários:

Postar um comentário

Comente e compartilhe. Seu comentário é muito importante para agregar valor à matéria. Obrigado.

Arquivos

Site Meter

  ©Blog do Guara | Licença Creative Commons 3.0 | Template exclusivo Dicas Blogger