sexta-feira, 1 de junho de 2018

Peixe é derrotado pelo Furacão e fica na ZR do Brasileirão 2018. Confira o resumo e melhores momentos dos jogos da 8ª rodada

No confronto de encerramento da 8ª rodada do Campeonato Brasileiro, nesta quinta-feira (31), na Arena da Baixada, o Santos perdeu para o Atlético paranaense, por 2 a 0. Com o resultado, o Alvinegro praiano, com um jogo a menos, ficou com 6 pontos e entrou na Zona do rebaixamento. Na frente do Ceará e do lanterna Paraná Clube, ambos com 3 pontos e sem nenhuma vitória no Brasileirão 2018. O Furacão somou 9 pontos e chegou à 13ª posição na tabela.

O Atlético-PR dominou as principais ações da partida na Arena da Baixada, em Curitiba. E teve chances de vencer por placar ainda mais elástico. O Santos se defendeu bem no início e apostava nos contra-ataques, porém sem sucesso. O primeiro gol atleticano saiu aos 17 minutos do primeiro tempo. Após cobrança de escanteio, Thiago Heleno se antecipou à zaga e cabeceou firme sem chace para o goleiro Vanderlei.

No segundo tempo, o Furacão continuou jogando melhor que o Peixe e ampliou logo aos 8 minutos. Na cobrança de uma falta pelo lado esquerdo, perto da grande área, Carleto mandou uma bomba dificultando a defesa de Vanderlei. No rebote, Guilherme bateu firme de primeira para o segundo gol do rubro-negro paranaense. Visando reverter a desvantagem, o técnico Jair Ventura mexeu no ataque santista, mas de nada adiantou. Aos 35 minutos, o goleiro Vanderlei praticou três defesas em sequência impedindo o terceiro gol atleticano. Na próxima rodada, o Atlético-PR enfrenta o América-MG, domingo, às 16:00 horas, no Independência. O Santos pega o Vitória-BA, no mesmo dia e horário, na Vila Belmiro.

A 8ª rodada do Brasileirão 2018 iniciou na quarta-feira (30), com sete partidas e três em horário simultâneo,  às 19:00 horas. Em São Januário, o Vasco recebeu o Paraná Clube e venceu por 1 a 0. Mesmo desfalcado de muitos titulares, o Cruz-maltino não teve grandes dificuldades para vencer o Tricolor paranaense, totalmente sem inspiração dentro de campo, contudo ter criado a primeira boa chance de gol em um cabeceio perigoso de Carlos, aos 5 minutos. O Vasco chegou várias vezes, mas sem muito perigo e em meio a muitos erros de passes conseguiu marcar no final do primeiro tempo, o que seria o gol da vitória. Andrey fez um ótimo lançamento para Yago Pikachu, que driblou o goleiro Thiago Rodrigues e tocou para o fundo das rede, aos 43 minutos.

O início do segundo tempo foi marcado por muitos erros das duas equipes. Até que aos 24 minutos o Paraná teve a grande chance de empatar a partida. Jhonny Lucas deixou Léo Itaperuna na cara do gol, que tinha a opção de tocar para um companheiro livre no lado direito, mas desperdiçou a oportunidade concluindo para a grande defesa de Fernando Miguel. Aos 32', o Vasco teve a chance de ampliar. André Rios invadiu a área e foi derrubado por Néris. O árbitro marcou pênalti, que Giovanni Augusto cobrou mal facilitando a defesa de Thiago Rodrigues.

Aos 34', um erro na saída de bola do Vasco ocasionou oportunidade ao Paraná de deixar tudo igual no placar. Carlos Eduardo ficou cara a cara com o goleiro, mas foi desarmado por Fernando Miguel e caiu dentro da área. Os paranistas pediram pênalti, no entanto a arbitragem nada viu de irregular no lance. No final, o time carioca se postou atrás para garantir o resultado, enquanto a equipe paranaense pressionava em busca do gol de empate, que não veio. As duas equipes terminaram com um jogador a menos. O zagueiro Neris imprudentemente tentou uma bicicleta dentro da área e acabou acertando o braço de Werley e recebeu cartão vermelho. Do lado do cariocas, Moresche foi expulso por entrada violenta em Mansur.

Com a vitória, o Vasco somou 11 pontos e chegou à 10ª colocação. Na próxima, terá o clássico contra o Botafogo, em São Januário. O Paraná Clube, ainda na lanterna com somente três pontos conquistados e ainda sem vencer no Brasileirão 2018, jogará na 9ª rodada contra o Fluminense, na Vila Capanema, em Curitiba.

Na Ilha do Retiro, o Sport obteve uma importante vitória diante do Atlético mineiro, por 3 a 2, em um jogo de duas viradas. O Leão do Recife somou 14 pontos e chegou na 6ª posição, a três pontos do líder Flamengo. O Galo caiu para o 8º lugar, com 13 pontos. O time pernambucano abriu o placar com um belo gol de Rogério, aos aos 29 minutos do primeiro tempo. Tomou a virada no segundo tempo, com gols de Cazares, aos 3', e de Ricardo Oliveira, aos 20 minutos. Dois minutos depois, Gabriel recebeu de Rafael Marques e chutou de fora da área contando com desvio na zaga para empatar a partida.

No lance seguinte acontece o pênalti a favor dos donos da casa, gerando muita polêmica. Após alguns instantes de paralisação, a arbitragem confirma a penalidade máxima cobrada por Michel Bastos, que marca o gol da vitória do Leão. Na próxima, o Sport enfrenta o Internacional, sábado, às 16:00 horas, no Beira Rio. O Galo recebe a Chapecoense, no Independência, no mesmo dia e horário.

No terceiro confronto realizado à 19:30 horas, na quarta-feira (30), Internacional e Vitória-BA, ambos a três jogos sem perder, realizaram um jogo eletrizante, no Barradão. Como ocorreu na rodada anterior, com a vitória contra o Corinthians, o Colorado venceu o time baiano com gol nos acréscimos. Os gaúchos abriram 2 a 0 e perderam um  pênalti, antes dos baiano reagirem e empatarem o jogo. Os dois primeiro gols do Inter foram marcados por Patrick, aos 24', e Aderllan (contra), aos 38'. O Vitória diminuiu ainda no primeiro tempo, aos 38 minutos, e chegou ao empate com gol de Aderllan, aos 13' da etapa final. No último lance da partida, aos 48 minutos, Nico López marcou o gol que deu o trinfo aos gaúchos, que somaram 14 pontos e chegaram à 5ª posição. Com a derrota, o Vitória ficou beirando a Zona perigosa, com 8 pontos.

A 8ª rodada seguiu à noite com dois confrontos às 21:00 horas e outros dois às 21:45 horas. No Morumbi, o São Paulo venceu o Botafogo por 3 a 2. Os gols do Tricolor Paulista foram marcados por Nenê, Diego Souza e Everton. Léo Valência e Rodrigo Pimpão diminuíram para o Fogão. Com a vitória, o São Paulo dormiu na liderança do Brasileirão, depois ficou com vice-líder somando 16 pontos, com um a menos que o líder Flamengo. O Botafogo é o décimo quarto colocado, com 9 pontos. Na próxima rodada, ambas as equipes terão clássicos pela frente. No sábado, o Tricolor pega o Palmeiras, no Allianz Parque. O Alvinegro carioca encara o Vasco em São Januário, no mesmo dia.

Na Arena Condá, a Chapecoense recebeu o Ceará e venceu por 2 a 0, com gols de Arthur Caike, aos 17', e Canteros, aos 33 minutos do segundo tempo. Com a vitória, a equipe catarinense somou 9 pontos e deixou a Zona do rebaixamento ocupando a 15ª colocação. Já a equipe cearense continua na penúltima colocação com apenas 3 pontos conquistados.

No horário das 21:45 horas de quarta-feira, jogaram Grêmio x Fluminense, em Porto Alegre, e Cruzeiro x Palmeiras, no Mineirão. Na Arena do Grêmio, o Tricolor gaúcho foi constante no ataque, mas o Tricolor da Laranjeiras foi perfeito na defesa e garantiu o resultado de zero a zero e a permanência no G4, com 14 pontos. Com 1 ponto a menos, o Grêmio ficou em 9º lugar. No Mineirão, a Raposa garantiu três pontos vencendo o Verdão Paulista, com apenas um gol marcado por Rafael Sóbis, aos aos 23 minutos do segundo tempo. Com a vitória, o Cruzeiro chegou à sétima posição com 13 pontos, na frente do Atlético-MG e do Grêmio, ambos com a mesma pontuação. O Palmeiras está na décima posição, com 11 pontos ganhos.

Na quinta-feira (31), além da partida de fechamento da rodada entre Atlético-PR 2 x 0 Santos, aconteceram outros dois jogos. O Flamengo garantiu a liderança do Brasileirão 2018 ao vencer o Bahia, por 2 a 0, com gols de Diego e Lucas Paquetá marcados nos últimos 5 minutos do primeiro tempo. O Rubro-negro somou 17 pontos e na próxima rodada enfrenta o Corinthians, no Maracanã. Com a derrota, o Tricolor baiano é o primeiro na lista dos quatro últimos colocados, com 8 pontos e jogará na próxima rodada contra o Grêmio, na Fonte Nova.

Na Arena Corinthians, o Timão jogou pro gasto e venceu o América de Minas Gerais, mantendo-se em terceiro lugar na tabela de classificação, com 14 pontos. Dois a menos que o vice-líder São Paulo e mesma pontuação do Fluminense em quarto. O único gol da partida foi marcado por Jadson, aos 4 minutos do segundo tempo. O Coelho, que teve Wesley expulso, por falta violenta em Júnior Dutra,  nos minutos finais do jogo, ficou na 12ª posição com 10 pontos, seguido de Atlético-PR, Botafogo e e Chapecoense, todos com 9.




















(com informações da Gazeta Esportiva)
Imagem: reprodução/Foto: Miguel Locatelli/CAP

RSS/Feed: Receba automaticamente todas os artigos deste blog.
Clique aqui para assinar nosso feed. O serviço é totalmente gratuito.

0 comentários:

Postar um comentário

Seu comentário é muito importante para agregar valor à matéria. Obrigado.

Arquivos

Site Meter

  ©Blog do Guara | Licença Creative Commons 3.0 | Template exclusivo Dicas Blogger