sábado, 3 de agosto de 2019

Os hackers vão apodrecer na cadeia se não fizerem o que se espera deles: delação. Por Moisés Mendes


Por Moisés Mendes, em sua página no Facebook - Os quatro hackers de Araraquara deveriam se informar, por seus advogados, se pode acontecer com eles, já a partir de agora, o que aconteceu com os presos da Lava-Jato. É provável que aconteça.
As prisões temporárias dos quatro foram transformadas em preventivas pela Justiça. Ficarão presos por uma eternidade, até se submeterem, como quadrilha (já foram ou serão enquadrados), a acordos de delação.  

Foi assim que a Lava-Jato prosperou. Sustentada pelas delações, e não por investigações, com deduragens só conseguidas com prisões preventivas que encarceraram suspeitos por mais de ano. 

Todo mundo sabe: quem delatou acabou sendo libertado, muitos sem penas a cumprir, e quem não apontou ninguém para Deltan Dallagnol e Sergio Moro está preso até hoje. 

Os hackers não sairão tão cedo da cadeia, enquanto não corresponderem às expectativas do ministro que atua como polícia, como promotor, como juiz e como déspota.

O site Antagonista, de Diogo Mainardi, o homem-mosca [àquele que implorou de joelhos por "provas" contra Lula], já avisou que Sergio Moro quer transformar o jornalista Glenn Greenwald em receptador de informações.

Esta é a informação que deverá ser 'buscada' nas delações. Os quatro hackers saberão logo: ou incriminam o Intercept, como os delatores da Lava-Jato fizeram com Lula, ou apodrecem na cadeia. 

Imagem: reprodução

RSS/Feed: Receba automaticamente todas os artigos deste blog.
Clique aqui para assinar nosso feed. O serviço é totalmente gratuito.

0 comentários:

Postar um comentário

Comente e compartilhe. Seu comentário é muito importante para agregar valor à matéria. Obrigado.

Arquivos

Site Meter

  ©Blog do Guara | Licença Creative Commons 3.0 | Template exclusivo Dicas Blogger