quarta-feira, 4 de julho de 2012

Libertadores 2012: Corinthians está a um passo do título de campeão

Estamos há poucas horas de uma decisão inédita da Copa Libertadores. Pela primeira vez em sua história o Timão chega a uma final que tem todos os ingredientes para ser dramática. Porém, nunca houve um clima tão favorável ao Corinthians para conquista do título. Para o amante do futebol não tem como não ficar indiferente diante da importância da vitória para os corintianos. Esta decisão está mexendo com o consciente coletivo, e entrará para a história do futebol brasileiro.
Tudo converge para uma grande vitória corintiana. Quem torce para outro time, evidentemente não quer ver o Corinthians campeão. Mas, do outro lado estão os argentinos, tradicionais adversários do Brasil, e muitos não desejam que mais uma vez o Boca Juniors venha estragar a festa. Diante desse quadro, o sentimento da torcida brasileira em geral, está difícil de definir.
Para a nação corintiana, formada por mais de 30 milhões pessoas comprovadamente apaixonadas pelo Clube, este é o momento da conquista do inédito título. Depois do belíssimo resultado da primeira partida na Bambonera, não passa pela cabeça nem do menos louco corintiano qualquer possibilidade de derrota. 

O anti-corintiano, deverá torcer para o outro lado. Mesmo lá estando os argentinos, nossos eternos desafetos do futebol. Para a torcida rival, resta a indiferença. Qualquer que seja o resultado deste grande jogo, ambos deverão ficar com gosto de chá de chuchu na boca, ganhe o Boca ou ganhe o Corinthians. Mas é bom lembrar que tudo conspira para que a grande festa da vitória seja da mais fanática e fiel torcida brasileira. Há manifestações positivas em toda a mídia e redes sociais em prol da vitória corintiana, a produzir uma energia especial sendo canalizada para o sucesso da equipe brasileira. 

Manifesto da Nike direcionado aos anti-corinthians publicado originalmente em brainstorm9

A verdade é que o Corinthians trás toda pinta de campeão desde o começo da disputa pela classificação. Dois elementos foram fundamentais para que chegasse até onde chegou. A trajetória do Timão,dentro da competição, foi marcada pela sorte e pela competência. Elementos fundamentais para o sucesso, e que não faltaram inclusive na última partida diante do Boca no caldeirão da Bombonera, onde o excelente técnico Tite, demonstrou poder de visão e de decisão. Perdendo o jogo, promoveu a estreia de Romarinho que saiu do banco pra entrar pra história da Copa Libertadores. O desconhecido jovem meio campista, no primeiro toque na bola, combinou os dois elementos no gol de empate que só fez aumentar a confiança da equipe. O Timão contaria com mais uma lance de sorte naquele jogo. Quase no final da partida, o Boca meteu uma na trave, e no rebote quase fez o gol da virada argentina. Mas a sorte sempre esteve ao lado de quem tem competência, e o Corinthians provou isso durante todo o tempo, e sai da Argentina com o gosto da vitória e favorito ao título.        

Para sentir o clima de positividade que cerca a decisão favorável ao Corinthians, blogs e sites lembram que a história gloriosa do Clube, mesmo não tendo nunca chegado a uma final de Libertadores. Tarso, em seu blog, reuniu vários vídeos para comprovar que nesta final, todo o favoritismo é o Corinthians. Quem não lembra, por exemplo, de Sócrates, Vladimir, Casa Grande, Zenon, Biro-biro, craques da equipe, precursores da importante "Democracia corintiana", que revolucionou não só a equipe, colocando-a entre as primeiras do mundo, como também inaugurou uma nova realidade para todos os jogadores do futebol profissional do país.



A tensão aumenta e a paixão aflora. Para o torcedor corintiano será um momento inesquecível, e certamente jogará junto com o time até o último instante. Esta é a primeira vez em sua história, que o Corinthians chega à final de uma Copa Libertadores. A partida final valendo o título de campeão da Libertadores 2012, começa logo mais às 21:50 hs, no estádio do Pacaembu. 
Tem gente torcendo contra o Corinthians, tem gente torcendo para que a vitória seja do adversário argentino. Mas, a impressão que dá, é que o Timão tem um só inimigo daqui até o fim do jogo: a ansiedade. Para tanto, conta com a força super-dimensionada da mais apaixonada torcida do Brasil, e com a garra e a força de uma equipe perfeitamente entrosada que fez por merecer estar na final. Tem todas a chances de uma grande vitória. De resto, está a um passo da conquista de um grande sonho corintiano. Só uma fatalidade tira o título do Timão.


Informações: Esportes R7
Imagem: OfinodaBola
RSS/Feed: Receba automaticamente todas os artigos deste blog.
Clique aqui para assinar nosso feed. O serviço é totalmente gratuito.

0 comentários:

Postar um comentário

Seu comentário é muito importante para agregar valor à matéria. Obrigado.

Arquivos

Site Meter

  ©Blog do Guara | Licença Creative Commons 3.0 | Template exclusivo Dicas Blogger