segunda-feira, 11 de março de 2019

Conheça a história real que originou o filme "O menino que descobriu o vento"

Publicado por Nara Rúbia Ribeiro, no Site da Revista Pazes - Em 2009, William Kamkwamba, jovem que inspirou a criação do protagonista do filme "O menino que descobriu o vento", gravou um vídeo no qual ele introduzia a sua palestra com a seguinte observação: "Eu falarei rapidamente sobre uma da minhas invenções que tenho orgulho" e, a partir de então, descreve a "máquina simples" que mudou a sua vida para sempre.
Conforme descrito no site R7, William Kamkwamba nasceu em uma família de camponeses na vila de Kasungu, no Malaui. Apesar de sempre ter vivido na pobreza, a situação se complicou em 2001, quando uma seca assolou a região e causou grandes transtornos para toda a comunidade. Muitos morreram de fome e William e sua família passaram a se alimentar apenas uma veza ao dia.

Embora em condições precárias de existência, ele decidiu continuar na escola: "Eu estava determinado a fazer qualquer coisa para poder aprender. Então eu fui para a biblioteca e li livros de ciências, em particular de física", conta. Ele não tinha domínio de inglês, contudo nem mesmo isso o impediu de analisar e de interpretar figuras e diagramas para tentar compreender o que estava nos livros. 

Um desses livros, por "sorte" explicava como um moinho de vento poderia bombear água e até mesmo gerar eletricidade. Este livro mudou para sempre o destino de William. "Bombear água significava irrigação. Uma defesa contra a fome, pela qual nós estávamos passando naquela época". Foi aí que ele decidiu construir um moinho sozinho.


Com esse objetivo bem delineado, o menino inventor teve que improvisar matérias-primas essenciais para a construção. Para isso, valeu-se de um ferro-velho e juntou tudo o que julgou útil: "quadro de bicicleta, roldana, tubo plástico, ventilador de trator, amortecedor e outras peças enferrujadas bastaram para construir um moinho capaz de gerar 12 watts de eletricidade - suficiente para ligar quatro lâmpadas e dois rádios em sua casa. Depois, William partiu em outra missão: construir um moinho capaz de gerar no mínimo 20 watts, o suficiente para bombear água e irrigar toda a vila". 

Abaixo, confira a TED de William e saiba, por meio do próprio jovem, os detalhes que inspiraram o filme: 



Imagem:reprodução

RSS/Feed: Receba automaticamente todas os artigos deste blog.
Clique aqui para assinar nosso feed. O serviço é totalmente gratuito.

0 comentários:

Postar um comentário

Comente e compartilhe. Seu comentário é muito importante para agregar valor à matéria. Obrigado.

Arquivos

Site Meter

  ©Blog do Guara | Licença Creative Commons 3.0 | Template exclusivo Dicas Blogger