quarta-feira, 2 de maio de 2012

Dia do Trabalho e Dia do Trabalhador - Nem tanto jubilo assim

No Brasil não houve manifestações de grande expressão neste 1° de maio de 2012. Houve sim grandes comemorações, com comida farta e sorteio de carros para celebrar do Dia do Trabalhador. Não ao Dia do Trabalho, pois todo dia é dia de trabalho. Redundância talvez, ou interpretação pessoal desta memorável data, enquanto os brasileiros vivem uma certa tranquilidade em relação a emprego, o mesmo não acontece em várias partes do mundo. 
Se neste 1° de maio de 2012 não ocorreram manifestações contundentes em favor do trabalhador brasileiro, como em outros momentos, o mesmo não se pode dizer com relação aos Estados Unidos e Europa, que vivem um momento delicado em razão da crise econômica, que atinge diretamente o cidadão trabalhador. Não há vagas para muitos.

Enquanto a América Latina apresenta um quadro aparentemente saudável em relação ao emprego e o trabalhador vive um momento de tranquilidade, o mesmo não se pode afirmar com relação a outros países na Europa. Agências de notícias internacionais nos dão conta que a austeridade fiscal e as severas reformas trabalhistas adotadas em vários países europeus, demonstram que não há sinal de recuperação no mercado de trabalho mundial.
 
Embora algumas regiões tenham se recuperado perante a crise econômica desde 2008, "O relatório sobre o trabalho no mundo em 2012: melhores empregos para uma economia melhor", da Organização Internacional do Trabalho-OIT, revela que ainda faltam 50 milhões de empregos em todo mundo."A excessiva importância que muitos países da eurozona estão dando à austeridade fiscal está aprofundando a crise de emprego e poderá inclusive conduzir a outra recessão na Europa", disse Raymond Torres, Diretor do Instituto Internacional de Estudos Laborais e principal autor do relatório. 

O dia de jubilo vivido pelos trabalhadores brasileiros, não é o mesmo em boa parte do resto do mundo. Hoje, o clima não foi bom do outro lado do planeta para milhares de pessoas que vivem momentos de incerteza quanto ao futuro. A situação demonstra que a eterna luta entre capital e trabalho, pode retornar com toda a força como era no passado. 

O quadro que se apresenta nos países avançados, nos faz reportar às brumas do passado onde começou toda a história do Dia do Trabalho, que deveria ser sempre lembrado também como Dia do Trabalhador. Esta relação ruidosa entre empregador e empregado, parece sofrer um retrocesso. Interessante observar que nos dias atuais, há a mesma falta de consideração para com o trabalhador (pelo menos na Europa), tal qual ocorrera no longínquo ano de 1886, quando oito líderes trabalhistas norte-americanos morreram enforcados em Chicago (EUA). Eles foram presos e julgados sumariamente por liderarem manifestações que reivindicavam melhores condições de trabalho, como redução da carga horária (que era de até 17 horas diárias), e melhoria salarial. Esta atrocidade ocorreu justamente no dia 1° de maio daquele ano. 

Aquele dia ficaria para sempre na memória dos trabalhadores. Algum tempo depois, em um Congresso Socialista realizado em Paris no ano de 1889, a data foi escolhida como Dia Mundial do Trabalho em homenagem àqueles que pereceram na luta pela conquista de direitos e uma vida mais digna para os trabalhadores do mundo. No Brasil, apesar da data ser comemorada desde 1895, só em 1925 virou feriado nacional, por decreto do então presidente, Artur Bernardes. Saiba mais sobre esta história aqui e aqui.

Todo o labor humano deve ser considerado com dignidade e respeito, enquanto fator  primordial de harmonia e progresso de todas as nações. Que todo o 1° de maio seja acima de tudo lembrado como dia de luta e conquistas para a grande maioria de homens e mulheres que vivem a custa do seu trabalho em todo o mundo. Dia do Trabalho, ou Dia do Trabalhador, não importa. Há que se encontrar sempre o ponto de equilíbrio entre capital e trabalho, para o bem estar geral da humanidade. 

Imagem: aparaiba.com 
    
RSS/Feed: Receba automaticamente todas os artigos deste blog.
Clique aqui para assinar nosso feed. O serviço é totalmente gratuito.

0 comentários:

Postar um comentário

Seu comentário é muito importante para agregar valor à matéria. Obrigado.

Arquivos

Site Meter

  ©Blog do Guara | Licença Creative Commons 3.0 | Template exclusivo Dicas Blogger