terça-feira, 9 de novembro de 2010

Curiosidades na utilizaçãdo dos Raios X.

Quando o físico alemão, Wilhelm Conrad Röntgen, em 1895, descobriu que raios misteriosos eram capazes de produzir imagens através do corpo, das roupas, da madeira ou metal, não imaginava o vasto campo onde ele seria utilizado. Os chamados Raios X, além da contribuição valiosa à medicina, são usados hoje na segurança dos aeroportos, para determinar a qualidade de um presunto,  e encontrar  "matéria perdida" do universo.
Na Inglaterra, o aeroporto de Manchester já utiliza um scanners de Raios-X na triagem de passageiros, para detectar armas, drogas, ou explosivos. E assim melhorar o sistema de segurança, porém sem causar um certo tipo de polêmica em virtude de violação do direito à privacidade.

Na universidade da Pensilvânia (EUA), cientistas usam a chamada cristalografia de Raios X, que permitiu a primeira foto dos processos genéticos que ocorrem dentro de cada célula do corpo.

Uma equipe de astrônomos do observatório de Chandra (Nasa), e XMM-Newton, usando dois telescópios de raios X, conseguiu encontrar uma enorme reserva de gás intergalático, localizada à 400 anos-luz da Terra. O que poderia ser a "matéria desaparecida", que há muito os cientistas vêm procurando.

A conhecida tomografia computadorizada, também conhecida como scanner de diagnóstico, procedimento que utiliza a tecnologia dos Raios X assistida por um computador, pode agora fornecer imagens em 3D. Também é utilizada "para visualizar o processo de salgar um pedação de presunto, e analisar a proporção de carne e gordura", quando da sua fabricação.

Engenheiros e químicos da universidade de Delaware, Estados Unidos, usaram a espectoroscópia dos Raios X, para desenvolver uma técnica que permite medir a contaminação do solo e da água, em milésimos de segundos. Um avanço da ciência para cuidar com eficiência do meio ambiente.

Em Grenoble, França, paleontólogos estão usando os Raios X através de um acelerador de partículas, para estudar insetos e aranhas presos em pedaços de âmbar há mais de 100 milhões de anos. A técnica permite analisar o continha em seus aparelhos digestivos, para verificar o que comeram antes de ficarem presos. Para estudar como o cérebro os fazia ver e voar.

Pesquisadores da universidade de Stanford, através de uma técnica chamada fluorescência de Raios X, revelaram o que escondiam uma série de imagens e textos, do físico e matemático grego, Arquimedes, tido como uma das mentes mais brilhantes da antiguidade. 

Conheça mais sobre o trabalho de Wilhelm Conrad Röntgen.  

      
Fonte: Muyinteresante/tradução livre.  
Imagem: gazetanews/SLP.                 
RSS/Feed: Receba automaticamente todas os artigos deste blog.
Clique aqui para assinar nosso feed. O serviço é totalmente gratuito.

0 comentários:

Postar um comentário

Seu comentário é muito importante para agregar valor à matéria. Obrigado.

Arquivos

Site Meter

  ©Blog do Guara | Licença Creative Commons 3.0 | Template exclusivo Dicas Blogger