sexta-feira, 13 de janeiro de 2012

Big Brother Brasil - assistir, ou não assistir

Está no ar desde Terça (10) o reality show Big Brother Brasil. Um dos negócios mais rentáveis da Rede Globo. Queira ou não, durante os próximos três meses o BBB12 entra na sua vida mesmo que você não o assista. Dispensável para alguns, polêmico para outros, a atração tem audiência garantida de milhares de telespectadores. Lucro garantido para a emissora, gera espaço publicitário disputado por grandes anunciantes com a mesma finalidade.
A Globo detém direito da franquia até 2020, conforme contrato com a empresa de comunicação Endemol, detentora da formatação do programa. Aliás, que não muda nunca. O mesmo das novelas, que busca escravizar o telespectador em um sequencial de capítulos. 

O elenco, sistematicamente escolhido conforme um perfil pré-determinado. Gostosas e saradões com disposição para promover baixarias e fofocas, obedecendo a coluna mestra do espetáculo. Cenas de sexo embaladas por festas temáticas, que muitas vezes acabam debaixo do edredon, e levadas ao ar em horário nobre. Ações devidamente vigiadas e previstas dentro do enredo proposto pelo chamado Big Boss. Nada mais que isso. Peões conduzidos por um script que ter que ser rigorosamente obedecido, e monitorados durante 24 horas por câmaras em todos os recintos da casa. Ambiente que faz lembrar o livro de George Orwell, 1984, uma obra de ficção. 

Na verdade sempre haverá gente comentando sobre a nova edição do Big Brother Brasil 2012. Na tua família, no teu ambiente de trabalho, e certamente em todas as redes sociais, alguém sempre mencionará as nuances curiosas e as fofocas produzidas no último capítulo. É inevitável. Sempre alguém estará questionando o lado bom do BBB12. Um programa que realmente mexe com o consciente coletivo. 

Um exemplo contundente disso, é o blog da tal Cleycianne, "a crente mas linda da Internet" (assim mesmo, m-a-s linda). Um personagem fictício, tal qual o tema do livro de Orwell. Na Blogosfera há algum tempo, faz muito sucesso na área do humor. Ali você pode encontrar, "15 motivos para você não assistir ao BBB12". Ressalvado o fito primordial do referido Blog, existem vários motivos para você assistir, ou não assistir ao Big Brother Brasil. Há quem lembre que você deve assistir, só por um único motivo, como se fosse esta a única opção de entretenimento. Por outro lado há quem lembre que os reality shows produzem consequências políticas e não devem ser tomados  apenas como "entretenimento". Mas, com certeza você não recomendaria aos seus filhos ou sobrinhos adolescentes, por motivos óbvios. O cidadão maduro deve saber que existem opções de entretenimento que não imbecializam ou emburrecem, dentro da restrita programação que oferece a TV aberta no Brasil. 

Tudo leva a crer, incluídos os e-mails que recebemos sobre o Big Brother Brasil, que existem três exércitos de pessoas com posições divergentes sobre o assunto. Primeiro, os que assistem e o vêem como mais um meio de entretenimento sem nada demais. Segundo, os que o defendem por levar vantagem com isso, pois estão de certa forma atrelados com a divulgação, e dão suporte aos primeiros. Terceiro, os que são contra por acharem que o programa nada acrescenta. Principalmente aos mais jovens, que buscam a formação de uma escala real de valores, e não ilusória. 

Enfim, é uma questão de escolher em qual exército gostaríamos de servir. Já que nos julgamos preparados e adultos suficientes para a escolha, mas conscientes que os mais jovens não estão. Mesmo considerando que todo e qualquer conteúdo possa estar disponível na grande rede. Como dito no início, o objetivo final neste caso, é tão somente o lucro, às custas do povo. Não que nosso julgamento condene as pessoas a um moralismo hipócrita e igualmente nocivo. Porém, existem Leis e regras a serem observadas. Que visam resguardar a maioria dos mais jovens,  expostos a todo tipo de influência negativa. Uma maioria relegada a um sistema que certamente contribui para uma formação bitolada, sem qualidade. Que faz surgir o delinquente, o mau eleitor, e por conseguinte o politico corrupto que ilude as massas. Tal qual um programa sem compromisso com a ética e os bons costumes. Há entretenimentos melhores, como o esporte e a leitura, por exemplo. Que eleva, distrai, não emburrece.

Para concluir, confira a opinião de Antonio Veronese no vídeo abaixo, apenas para refletir sobre a televisão brasileira.








Imagem: sevenaudiencia.


RSS/Feed: Receba automaticamente todas os artigos deste blog.
Clique aqui para assinar nosso feed. O serviço é totalmente gratuito.

0 comentários:

Postar um comentário

Seu comentário é muito importante para agregar valor à matéria. Obrigado.

Arquivos

Site Meter

  ©Blog do Guara | Licença Creative Commons 3.0 | Template exclusivo Dicas Blogger