Mostrando postagens com marcador opinião. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador opinião. Mostrar todas as postagens

sexta-feira, 3 de dezembro de 2021

André Mendonça é a vitória dos terrivelmente simplórios e perigosos. Por Moisés Mendes

Por Moisés Mendes, para o Jornalistas pela Democracia: Um dos grandes momentos da sabatina de André Mendonça no Senado foi quando o terrivelmente evangélico dirigiu-se a Davi Alcolumbre e reconheceu as gentilezas do inimigo preocupado até com o seu lanche. Mendonça falava e olhava para Alcolumbre com a expressão de quem pensa estar enganando a todos.
Leia Mais ►

segunda-feira, 16 de agosto de 2021

Paulo Paim: A democracia corre perigo

Paulo Paim*, no jornal O Dia: A crise é uma realidade. A ditadura ronda a democracia brasileira. Como disse Leszek Kolakowski: "Em política, enganar-se não é desculpa". É preciso conter qualquer aventura que leve à implantação de governos absolutistas. As tentativas são claras: desrespeito ao Estado Democrático de Direito, enfraquecimento das instituições, abandono da Constituição, ataque aos poderes Judiciário e Legislativo, insultos à imprensa, discursos de ódio, negacionismo, fake news.
Leia Mais ►

terça-feira, 18 de maio de 2021

Opinião: Será que Pazuello também acha que há direitos demais no Brasil? Por Lenio Luiz Streck

www.seuguara.com.br/Pazuello/STF/habeas corpus/
Por Lenio Luiz Streck, no Conjur: O subtítulo poderia ser também "Malditas" questões processuais: nunca mais digam "há direitos demais". Ao trabalho. Enquanto uma súcia faz manifestações pedindo o fechamento do STF e intervenção militar, temos novidades. Sigam-me.
Leia Mais ►

sexta-feira, 22 de janeiro de 2021

O Brasil dos últimos anos elegeu a ignorância como o sol em torno do qual se quer orbitar


Por Fernando Rocha de Andrade, no site da Revista Bula - Atribui-se ao poeta alemão Bertolt Brecht, o vaticinado questionamento "Que tempos são estes em que temos que defender o óbvio?". Apesar da consagração, ao longo do séculos, da ciência e da razão, que teve como pano precursor o movimento renascentista do século 15, agora, em pleno século 21, vozes do obscurantismo vindas de todos os lados escoam para contestar as mais importantes conquistas civilizatórias.
Leia Mais ►

segunda-feira, 17 de agosto de 2020

O povo não assiste a tudo bestializado. Por Antonio Lassance

www.seuguara.com.br/povo/mídia/opinião/informação/
Artigo de Antonio Lassance, em seu blog, "questiona até que ponto as pessoas reagem ou não criticamente aos conteúdos apresentados pela mídia e percebem as intenções e os interesses que orientam o enquadramento da informação.
Leia Mais ►

sábado, 2 de maio de 2020

Depoimento de um vírus: "Vim esclarecer pontos fundamentais"

Por Valdemar Augusto Angerami, no Carta Capital - Sou um simples vírus. Vim esclarecer pontos fundamentais sobre a minha razão de ser. Não é fato que provoco o desequilíbrio no mundo, ao contrário, veja como a poluição diminuiu, como se é possível ver o firmamento estrelado até nas grandes cidades. Os rios mais limpos. As pessoas voltaram a se preocupar umas com as outras.
Leia Mais ►

quarta-feira, 22 de abril de 2020

Vamos falar francamente: a Petrobras só não está em pedido de recuperação judicial porque é estatal

Por Cláudio da Costa Oliveira* - A frase deste artigo faz parte do divulgado por Carlos Alberto Sardenberg em 28 de abril de 2016, portanto completará 4 anos na próxima semana, com o título "Enterrar de novo o populismo". Na época Sardenberg, cujo artigo foi publicado em todos os jornais das afiliadas à rede Globo pelo Brasil, foi categórico, "Quebraram a estatal. Vamos falar francamente:
Leia Mais ►

sábado, 11 de abril de 2020

Opinião: Quem disse que o mundo não será mais o mesmo após tudo isso passar? Por Alberto Villas

Por Alberto Villas* - No primeiro domingo depois que as torres gêmeas desabaram em Nova York, um repórter do Fantástico apareceu na tela afirmando que dificilmente os Estados Unidos voltariam a produzir ou exibir filmes de violência. Naquele 16 de setembro de 2001, muita gente concordou com o repórter.
Leia Mais ►

quinta-feira, 9 de abril de 2020

A pandemia mostra que a modernização trabalhista não passou de uma falácia

Publicado por João Carlos Juruna, Wagner Gomes e Álvaro Egea*, no jornal GGN - Entre 2016 e 2017, durante o governo de Michel Temer, um discurso sobre uma pretensa "modernização" baseou a destruição em série de leis de proteção ao trabalhador, sistematizada na reforma trabalhista. A reforma foi tramada por um notório representante dos mais desnacionalizados setores patronais: o ex-deputado Rogério Marinho.
Leia Mais ►

terça-feira, 31 de março de 2020

O que estão tramando contra Bolsonaro. Por Moisés Mendes

Por Moisés Mendes, em seu blog - Por que Sergio Moro não apareceu ontem entre os ministros que irão participar a partir de agora das entrevistas coletivas sobre as ações contra a pandemia? A Folha pode ter tentado dar a resposta hoje em reportagem de Renato Onofre, Talita Fernandes, Natália Cancian e Gustavo Uribe.
Leia Mais ►

quinta-feira, 23 de janeiro de 2020

Opinião: 'Por que é inepta e abusiva a denúncia do MPF contra Glenn Greenwald do The Intercept Brasil'

Por Lenio Luiz Sreck, Gilberto Morbach e Horacio Neiva, no Conjur - [Confira no final do post, a repercussão do caso entre juristas, na mídia em geral, e na imprensa mundial]. No dia 21 de janeiro, o Ministério Público Federal denunciou, além de outras seis pessoas, o jornalista Glenn Greenwald, por supostos crimes relacionados à interceptação de diálogos privados envolvendo o então juiz Sergio Moro, Deltan Dallagnol e procuradores da Operação Lava Jato.
Leia Mais ►

domingo, 10 de novembro de 2019

Carta ao nosso caríssimo presidente, por Jô Soares

Por Jô Soares*, na Folha - Vossa excelência é mesmo o leão, o rei dos animais! Très cher président: "Quo usque tandem abutere patientia nostra?!". Frase que, em latim, vossa excelência, melhor latiador do que eu, conhece perfeitamente, foi dirigida em quatro cartas do senador e escritor romano Cícero aos Senado e ao povo em relação a Catilina, militar e senador que pretendia derrubar a República. Veja que ousadia! Isso antes do AI-5!
Leia Mais ►

quarta-feira, 4 de setembro de 2019

5ª série

Por Hélio Schwartsman*, na Folha - Vamos colocar a discussão em nível de 5ª série para que todos a compreendam. Sim, o Brasil tem soberania sobre a Amazônia. Se quiser derrubar toda a floresta e pavimentar a área, transformando-a num gigantesco estacionamento, pode perfeitamente fazê-lo. Só que o mundo também tem suas soberanias.
Leia Mais ►

quinta-feira, 29 de agosto de 2019

Liberdade como fundamento, igualdade como tática, fraternidade como estratégia

Por Carlos Fernando Galvão*, publicado em Le Monde Diplomatic - Via: Bem Blogado - Hoje, qualquer um é produtor de conteúdo; do conteúdo que desejar e não precisa se basear em fatos, basta ter, como dizem, uma opinião. O "opinismo" é a tônica e é tanto mais forte, quanto mais poder a pessoa que dele lança mão, tiver. 
Leia Mais ►

quarta-feira, 21 de agosto de 2019

Política: 'A radicalização invisível da direita brasileira no WhatsApp'. Por David Nemer

Por David Nemer* - Nas semanas finais da eleição presidencial, no ano passado, um boato perverso sobre Fernando Haddad se espalhou pelas redes sociais. O ex-prefeito de São Paulo e último adversário do direitista autoritário Jair Bolsonaro defendia a pedofilia gay. Era uma informação tão obviamente falsa, mas tão disseminada, que veículos de imprensa legítimos e até mesmo a campanha de Haddad forma obrigados a negá-la vigorosamente.
Leia Mais ►

quinta-feira, 20 de dezembro de 2018

'O zap que afaga é o mesmo que apedreja'

Por Cefas Carvalho, no SaibaMais - Qualquer pessoa com o mínimo de percepção da realidade sabe que a eleição presidencial foi, em grande parte, decidida por informações falsas, as Fake news, transmitidas por grupos de Zap. Após as eleições, descobrimos que esse surto de notícias falsas e sua disseminação não eram orgânicas, mas, sim planejadas, sistematizadas e dentro de uma estrutura cara e bem montada com origem nos EUA e ramificações mundiais.
Leia Mais ►

terça-feira, 13 de novembro de 2018

Escola Sem Partido significa: "é possível dizer que a terra é plana"

Por Lenio Luiz Strek*, na ConJur - Esta coluna é para iniciados. Os "janjões" (na sequência saberão o que é "janjão") não devem ler, para não terem confusão e mais inópia mental. Tratarei da tal Escola Sem Partido (ESP), reivindicação de parcela da sociedade (principalmente políticos e membros da "sociedade civil" - sem que se saiba bem o que é isso), em um país em que pastores têm partido (e como têm!), donos de canais de TV (alguns são também pastores) têm partido, membros do PJ e MP têm partido e até clubes de futebol (Atlético paranaense) têm partido...
Leia Mais ►

sábado, 19 de maio de 2018

Prendam-nos todos!

Por Lenio Luiz Streck*, na Folha - "Matem-nos todos. Deus saberá reconhecer os seus!" Diz-se que estas foram as palavras ditas pelo Abade Arnoldo de Amaury, determinando a aniquilação total dos cátaros que se escondiam na fortaleza de Béziers, no Languedoc, em julho de 1209. É que dentre eles havia cristãos. Eram as cruzadas do papa Inocêncio 3º (1161-1216).
Leia Mais ►

quinta-feira, 16 de novembro de 2017

'Ter vergonha na cara'

Por, Renato Janine Ribeiro (*) - "Não estou interpelando os outros, os que discordam de nós. Estou dizendo que nós mesmos, que nos consideramos progressistas, seja nos costumes seja na política, precisamos ter vergonha na cara. Faz dois ou três anos que vivemos uma crise forte, e nos sentimos desarmados, sem saber o que fazer. Deveríamos ter aprendido.
Leia Mais ►

terça-feira, 5 de setembro de 2017

'A lei não é para todos'

Escrito por Eliane Brum, no EL PAÍS - "A Operação Lava Jato, mesmo com todas as falhas e abusos cometidos, assim como a vaidade descontrolada de parte de seus protagonistas, presta um grande serviço ao Brasil ao revelar a relação de corrupção entre o púbico e o privado. Uma relação que atravessa vários governos e vários partidos políticos de vários partidos. E a Operação Lava Jato presta também um grande desserviço ao Brasil ao reforçar uma das ideias mais perigosas, entranhadas no senso comum dos brasileiros, e realizada no concreto da vida do país: a de que prisão é sinônimo de justiça.
Leia Mais ►

Arquivos

Site Meter

  ©Blog do Guara | Licença Creative Commons 3.0 | Template exclusivo Dicas Blogger