domingo, 15 de julho de 2018

França vence a Croácia de goleada e conquista o título da Copa do Mundo 2018

A França venceu a Croácia de goleada, por 4 a 2, neste domingo (15), em Moscou, e sagrou-se campeã da Copa do Mundo 2018. Valendo-se do talento e a juventude de craques como Mbappé, Pogba e Griezmann, os franceses superaram a Croácia dos consagrados, Modric, Mandzukic, Rakitic, e conquistam o título pela segunda vez em sua história. Uma final com arbitragem polêmica, VAR, pênalti duvidoso e gol contra. Confira os melhores momentos da decisão. 
Apontada como favorita desde o início da Copa 2018, a França foi eficiente no ataque para superar a força e a determinação da seleção croata dos consagrados craques, Modric, Mandzukic, Rakitic, além do goleiro Subasic, um dos responsáveis pela grande campanha da Croácia no Mundial da Rússia.

Nos minutos iniciais, a Croácia jogou melhor que a França. Teve mais intensidade no ataque, mas sem criar grandes chances e finalizações que representassem real perigo à forte defesa dos franceses. Com mais toque de bola, os croatas dominavam o jogo mas na primeira oportunidade os franceses abriram o placar. Aos 18 minutos, depois de uma marcação de falta duvidosa do árbitro argentino Néstor Pitana. Depois de muita reclamação, Griezmann cobrou na grande área pelo alto e Mandzukic ao tentar cortar de cabeça desviou para as próprias redes, marcando contra o primeiro gol da partida.

Habituada com o placar adverso no decorrer da competição, a Croácia não desanimou e partiu em busca do gol de empate. Após cobrança de uma falta, o lateral Vrsaljko cabeceou para o centro da grande área e a bola encontrou Perisic, que dominou e bateu forte sem chance de defesa para o goleiro Lloris, empatando a partida aos 27 minutos do primeiro tempo.

Onze minutos depois, Mbappé invadiu e cruzou na pequena área, a bola tocou na mão de Perisic. Outra decisão questionável do árbitro, que depois de considerar que o toque na mão do croata não foi intencional, apelou para o VAR e marcou pênalti para a França. Griezmann cobrou e marcou seu quarto gol nesta Copa colocando a seleção francesa em vantagem no placar até o fim da primeira etapa.

No segundo tempo, a Croácia voltou com a mesma intensidade do início da partida e logo aos 3 minutos poderia ter igualado novamente o placar. Lloris salvou a França, praticando uma grande defesa na conclusão perfeita de Rebic. Na sequência, o técnico Deschamps substituiu Kanté por N'Zonzi. Apontado como o melhor volante do torneio, Kanté teria alegado cansaço e não conseguiu as grandes atuações de outros jogos. A alteração surtiu efeito e e a França passou a dominar o meio campo.

Aos 14 minutos, Paul Pogba marcou o terceiro gol da França. Mbappé ganhou na velocidade do marcador e no cruzamento a bola ficou com Griezmann, que tocou para Pogba em condições do primeiro arremate bloqueado pela defesa croata, mas no rebote acertou um belo chute certeiro de esquerda no canto direito do goleiro Subasic, que nada pode fazer.

Seis minutos depois, o jovem atacante Mbppé, 19 anos, eleito a revelação da Copa do Mundo 2018, sacramentou a vitória da França acertando um chute perfeito de fora da área para marcar um bonito gol. O quarto dos franceses no confronto. Esta foi a primeira vez desde o Brasil de 70, que uma seleção marca quatro gols numa final de Mundial.

Por volta dos 25 minutos de jogo, a Croácia diminuiu o placar em uma falha incrível do goleiro Lloris. O zagueiro atrasou mal a bola para o goleiro francês, que sob a pressão de Mandzukic tentou o drible, mas o atacante croata foi esperto e se redimiu do gol contra tocando e tocou de leve pro fundo das redes. Contudo, na base da superação, os croatas conseguiram chegar várias vezes ao ataque e criaram boas chances de marcar seu terceiro gol na partida, no entanto, sem êxito.

A França ainda teve a chance de marcar o quinto gol. Já nos acréscimos, aos 47', Mbappé fez um lançamento perfeito para Pgoba, que dentro da área furou na hora da conclusão e a bola ficou com o goleiro Subasic. Final de jogo, ao som dos cânticos de "Allez les Bleus" vindo das arquibancadas do estádio Luzhniki, em Moscou.

Certamente, até a próxima Copa do Mundo no Catar em 2022, os croatas lembraram com saudade da grande participação e da bela representação que fez a seleção da Croácia na Copa do Mundo 2018. Além de ter eleito pela FIFA, o melhor jogador do Mundial da Rússia, o meia Modric. Mas também não esquecerão da arbitragem contestável, com atuação no mínimo polêmica.    

Por outro lado, os franceses sempre lembrarão da atuação impecável da seleção da França, na partida, e no decorrer do torneio, que a levou ao título de bicampeão mundial. Agora, é hora de comemorar a conquista e a  consagração dos seus jovens jogadores e do seu técnico Deschamps, o terceiro a vencer uma Copa do Mundo com jogador e treinador, após o brasileiro Zagallo e o alemão Beckenbauer.



(com informações de DW/EFE)
Imagem: reprodução/Foto: Nemenov/EFE

RSS/Feed: Receba automaticamente todas os artigos deste blog.
Clique aqui para assinar nosso feed. O serviço é totalmente gratuito.

0 comentários:

Postar um comentário

Comente e compartilhe. Seu comentário é muito importante para agregar valor à matéria. Obrigado.

Arquivos

Site Meter

  ©Blog do Guara | Licença Creative Commons 3.0 | Template exclusivo Dicas Blogger