segunda-feira, 1 de outubro de 2018

Brasileirão 2018: com muitos erros de arbitragem, a 27ª rodada aponta o Palmeiras como novo líder. Confira o resumo e melhores momentos

A arbitragem andou muito mal na 27ª rodada do Brasileirão 2018, cometendo erros assustadores com pelo menos três pênaltis marcados equivocadamente. Um deles aconteceu no confronto de domingo pela manhã, no Pacaembu, entre Palmeiras e Cruzeiro, no qual o Verdão Paulista venceu por 3 a 1, e assumiu a liderança do campeonato brasileiro no lugar do São Paulo.

O Tricolor paulista cai para a 3ª posição ao empatar com o Botafogo em 2 a 2, no Nilton Santos, e ficou com 1 ponto a menos que os dois primeiros colocados. Na vice-liderança, empatado com o Palmeiras na pontuação (53), aparece o Internacional. O Colorado bateu o Vitória por 2 a 1, no Beira-Rio, com um gol de pênalti que não existiu.

Na Vila Belmiro, o Santos venceu o Atlético paranaense por 1 a 0 com um gol de pênalti, aos 51 minutos do segundo tempo. Pra lá de duvidosa, a marcação da penalidade máxima gerou muita polêmica e muita reclamação por parte do técnico e jogadores do Rubro-negro paranaense. Contudo, o Alvinegro santista perdeu várias chances de gol no decorrer da partida. Com os três pontos, o Santos chegou mais perto do grupo de classificação para a Libertadores 2019, na 8ª colocação com 36 pontos. E na próxima rodada jogará contra o Vitória-BA, sexta-feira (05), no Barradão. O Furacão caiu para a 11ª colocação, com 33 pontos, e enfrentará o América-MG, sábado, às 16:00 horas, na Arena da Baixada.

No Pacaembu, o Palmeiras saiu na frente do Cruzeiro, que jogou com maioria de reservas. Dudu cobrou escanteio e a bola sobrou para Lucas Lima, que contou com desvio na zaga para abrir o placar, aos 22 minutos do primeiro tempo. A Raposa empatou oito minutos depois. O árbitro Dewson Fernando Freitas apitou pênalti, quando a bola bateu na mão de Gustavo Gomez, mas claramente o paraguaio estava fora da área. Mesmo assim a marcação foi mantida. Mancuello cobrou e deixou tudo igual. Hyoran desempatou aos 41', e o próprio Gustavo Gomez marcou o terceiro gol palmeirense, aos 20' da etapa final fechando o placar.

Palmeiras e Cruzeiro jogam no meio da semana pelas quartas de final da Copa Libertadores 2018. O Verdão paulista encara o Colo-Colo, às 21:45 horas, quarta-feira, no Allianz Parque. Na quinta-feira, no mesmo horário, a Raposa pega o Boca Juniors, no Mineirão. Pelo Brasileirão, o Palmeiras terá o clássico contra o São Paulo, sábado, às 18:00 horas, no Morumbi. O Cruzeiro joga contra o Ceará, no Mineirão, com data e horário a serem definidos. 

No Engenhão, o São Paulo foi a campo sabendo que precisava da vitória diante do Botafogo para voltar à liderança, mas não consegui. O Tricolor teve uma atuação fraca no primeiro tempo e saiu perdendo. O time de General Severiano abriu o placar aos 4 minutos, após uma cobrança de escanteio que Rodrigo Lindoso desviou e Jean completou pra o fundo das redes. O gol de empate são-paulino veio três minutos depois. Nenê arriscou de longe e a bola desviou duas vezes na zaga botafoguense sobrando para Diego Souza bater rateiro, sem chance para Saulo. O Botafogo foi para o intervalo na frente. Aos 24 minutos, Kieza recebeu lançamento na área, ganhou de Anderson Martins, tabelou com Erick e tocou na saída de Sidão pra marcar o segundo gol.

Na etapa final o Botafogo voltou melhor, e Igor Rabello quase ampliou de cabeça. Mas o São Paulo reagiu e foi buscar o empate, que aconteceu aos 16 minutos. Reinaldo cobrou falta pela direita, Saulo fez defesa parcial e no rebote o uruguaio Gonzalo Carneiro deixou tudo igual no Engenhão. No último lance do jogo, aos 48', o São Paulo teve a grande chance da vitória e resgatar a liderança do campeonato, mas Saulo fez duas defesas seguidas, à queima roupa, nos chutes de Roja e Diego Souza. Bom resultado para o Botafogo, que na 12ª posição somou 33 pontos, e na próxima terá o clássico contra o Vasco, na terça-feira (09), às 21:00 horas, outra vez no Nilton Santos.

A 27ª rodada começou na sábado com três jogos. Dois deles terminaram em zero a zero. No primeiro o Grêmio venceu o Fluminense por 1 a 0, no estádio Nilton Santos. O Tricolor gaúcho garantiu o 4º lugar vencendo o Tricolor da laranjeiras com um golaço de Everton, aos 47 minutos do segundo tempo. Com o resultado, o Fluminense caiu para o 10º lugar, com 34 pontos.  O Grêmio somou 50, dois a menos que o São Paulo e 1 a mais que o Flamengo, na quinta posição.

No início da noite, o Rubro-negro carioca ficou no empate sem gols contra o Bahia, na Arena Fonte Nova. O Flamengo jogou muito mal diante do Tricolor de Aço, que em duas ocasiões reclamou de pênaltis, não marcados pela arbitragem no primeiro tempo. Na etapa complementar, poucas chances de gol e lances bizarros para os dois lados. No final, aos 49', o Flamengo perdeu grande chance de marcar e sair com a vitória, na estreia do técnico Dorival Júnior. O lateral Renê, que substituiu Trauco lesionado, fez um cruzamento que encontrou William Arão livre na pequena área, mas o meia desperdiçou cabeceando pra fora.

Na próxima rodada, o Flamengo joga contra o Corinthians, sexta-feira, às 21:00 horas, em Itaquera. O Bahia, rondando a Zona perigosa enfrenta o Grêmio, sábado, no mesmo horário, em Porto Alegre.

No Independência, América-MG e Corinthians também empataram em zero a zero. O Timão jogou ótima partida, dominando as ações ofensivas na maior parte do tempo de jogo contra o Coelho, que contou com a boa atuação do goleiro João Ricardo para manter o placar. Neste confronto também a arbitragem deixou de marcar um pênalti claro, numa falta sofrida por Gabriel no final do jogo. Com o resultado, o Corinthians ficou longe do G6, na 9ª posição. O América-MG ocupa o 13º lugar com 32 pontos.

No Horto, domingo, o Atlético mineiro tomou um susto no início mas venceu o Sport de goleada por 5 a 2, construída ainda no primeiro tempo. O Leão abriu o placar com um gol contra de Leonardo Silva, mas o Galo contou com a inspiração coletiva da equipe indo para o intervalo com a vantagem de 4 a 1 no placar. Com gols de Elias, Fábio Santos, Emerson e Cazares. No segundo tempo, o Sport diminuiu com gols de cabeça de Michel Bastos, aos 11 minutos. Aos 24', Ricardo Oliveira fechou a goleada.

Com a vitória, o Atlético mineiro chegou à 6ª colocação somando 45 pontos, e na próxima rodada enfrentará a Chapecoense, sábado, às 16:00 horas, na Arena Condá. Na vice-lanterna do Brasileirão 2018, com 24 pontos, vindo de derrota para o Palmeiras na rodada anterior, na próxima o Sport tem outra pedreira pela frente. Pega o Internacional na sexta-feira, às 19:00 horas, na Ilha do Retiro.

Na Arena Castelão, o Ceará fez uma boa partida diante da Chapecoense. Com a vitória por 3 a 1, o Vozão somou 30 pontos, pulou para o 15º lugar na tabela da classificação e deixou a Zona do rebaixamento. Com a derrota, a equipe catarinense caiu ainda mais na ZR. Está na 18ª posição, com com 28 pontos. A equipe do técnico Lisca "doido" tem um ponto a mais que o Vitória-BA e Vasco, primeiro na lista dos quatro últimos colocados. O Cruz-maltino pode ultrapassar o Ceará, se vencer o lanterna Paraná logo mais no Durival de Britto, às 20: 00 horas, em Curitiba, no confronto de encerramento da 27ª rodada.



















(com informações da Gazeta Esportiva)
Imagem: Djalma Vassão/Gazeta Press

RSS/Feed: Receba automaticamente todas os artigos deste blog.
Clique aqui para assinar nosso feed. O serviço é totalmente gratuito.

0 comentários:

Postar um comentário

Comente e compartilhe. Seu comentário é muito importante para agregar valor à matéria. Obrigado.

Arquivos

Site Meter

  ©Blog do Guara | Licença Creative Commons 3.0 | Template exclusivo Dicas Blogger