terça-feira, 7 de janeiro de 2020

Política: cientista político faz alerta sobre efeitos da polarização no país

O tema polarização na política está entre as preocupações da sociedade como um todo, principalmente, de empresários, executivos, profissionais liberais e trabalhadores. Por conta das forças políticas que se contrapõem o risco de acirramento poderia levar o país a um impasse para o crescimento? Confira a questão na entrevista que o historiador e cientista político concedeu ao site Bem Paraná.
Recentemente Teixeira participou de Fórum Empresarial, organizado pela consultoria JVALÉRIO, onde falou sobre as perspectivas para economia mundial e fez alertas sobre os efeitos da polarização política na economia e nos negócios. 
Quais possibilidades reais de uma polarização atrapalhar mais ainda a nossa situação de insegurança para investidores? 

"A polarização política no país já atrapalha as condições reais de investimentos e de segurança jurídica das empresas. Essa questão já é real. Nós estamos vendo questões de investimentos sendo adiados, por causa de política e, principalmente, de declarações e idas e vindas. São feitas declarações e depois são feitos desmentidos. Vejamos: na área do MERCOSUL - isso é muito claro -, se retirar de uma organização tão poderosa, tão importante como é o MERCOSUL, por questões ideológicas, isso evidentemente faz com que empresas que poderiam aproveitar do mercado único adiem seus investimentos. A assinatura de uma área de livre comércio - outro caso -, seja com os EUA, seja com a China, faz com que o cálculo de longo prazo das empresas seja revisto. Uma empresa que vai se instalar ou ampliar seu parque industrial, sua área de atuação no Brasil, em longo prazo, vai pensar: como será meu plano estratégico se for feito um acordo de livre comércio tão poderoso como uma área de livre comércio com a China? Com isso, o setor de indústria de transformação, indústria para consumo de bens duráveis, serão duramente afetadas. Estão sendo feitas declarações sem serem realizados estudos aprofundados sobre essas questões e cria uma insegurança muito grande. Essa possibilidade de estarmos fazendo uma guerrilha ideológica para efeito de potencializar uma situação é muito desfavorável nesse momento". 

O que os empresários podem fazer? 

"O papel dos empresários, nesse momento, deveria ser um papel de mediação e moderação. Os empresários deveriam exigir do governo um plano claro, um programa claro de ações em que pudessem estar estabelecidos quais são as metas e aqui os empresários deveriam ter clareza das diferenças entre reforma do estado, que é um elemento importante, principalmente na área de tributação - e aqui particularmente nós invertemos a situação colocando a reforma tributária em plano secundário em relação às outras reformas, a exemplo de política industrial e de emprego. Estamos atrelando alguma coisa que deveria ser imediata, a política industrial e a de emprego, as reformas de longo prazo, mais difíceis e complicadas, que dependem da aprovação do Congresso. Uma política industrial e uma política de emprego não dependem do Congresso. São políticas de âmbito do governo. O governo pode colocar isso em prática no momento que quiser. E não faz por simples decisão própria. Hoje o Brasil precisa de uma clara política industrial e de uma clara política de emprego. E a política de reformas do Estado precisa ser negociada com o Congresso. 
Então são coisa diferentes. Caberia ao empresariado brasileiro, através dos seus entes associativos demandarem ao governo um programa de longo prazo, um calendário, uma agenda dessas reformas, o que ele quer com essa agenda e realizar as etapas sem desmentidos, sem voltas, sem balões de ensaios que criam esse clima de insegurança. E ao mesmo tempo ir praticando, de maneira sistemática e paulatina, com clareza, a política industrial e a política de empregos". 

Clique aqui para acessar a entrevista na íntegra. 

Imagem: reprodução

RSS/Feed: Receba automaticamente todas os artigos deste blog.
Clique aqui para assinar nosso feed. O serviço é totalmente gratuito.

0 comentários:

Postar um comentário

Seu comentário é muito importante para agregar valor à matéria. Obrigado.

Arquivos

Site Meter

  ©Blog do Guara | Licença Creative Commons 3.0 | Template exclusivo Dicas Blogger