quarta-feira, 20 de maio de 2020

Federações tentam cancelar campeonatos estaduais, diz secretário-geral da CBF

O secretário-geral da Confederação Brasileira e Futebol (CBF), Walter Feldman revelou em videoconferência com o programa "Troca de Passes" do SporTV, que algumas federações procuraram a entidade como o objetivo de cancelarem seus campeonatos estaduais em 2020. Porém a CBF está orientando para evitarem esta proposta, que afetaria os critérios de classificação para a Quarta Divisão do Campeonato Brasileiro.
"Nós vamos ajudar, orientar, mas existe uma realidade cuja deliberação deve se dar no plano estadual. Alguns, inclusive, pensam em cancelar os campeonatos. Para nós seria um problema, à medida em que os campeonatos estaduais têm uma incidência particularmente na Série D. Queremos que isso seja feito em processo de conexão, de sequência, e estamos orientando no sentido de que nenum campeonato seja cancelado. Mas evidentemente vai ser uma deliberação de cada federação", disse Feldman.

Outro assunto abordado na entrevista com o secretário-geral da entidade foi o suposto caso de "desvio" da verba repassada pela CBF ao futebol feminino. Uma reportagem do GloboEsporte.com revelou que, dos R$ 3,7 milhões distribuídos aos 52 times da Séria A1 e A2 do Brasileirão Feminino, a maioria não transferiu o pagamento para as jogadoras. Feldman explicou que o dinheiro foi cedido para cobrir os salários das atletas, com exigência de prestação de contas, e anunciou que a denúncia já está sendo investigada.

Disse ainda o secretário-geral da Confederação: "quando  CBF no início da pandemia repassou aquele recurso para a Série C, Série D, para o feminino, fez um ajuste em relação à arbitragem, isentou a taxa de registro...Ou seja, um pacote que o presidente Rogério Caboclo ofereceu exatamente para aqueles segmentos do futebol mais desprotegidos, que não têm contratos em direitos de transmissão, eventualmente têm um ou outro patrocinador e não têm nada hoje em relação a bilheteria. Era justamente para dar a sustentação aos atletas, para que eles (clubes) pudessem ter um mínimo de condições de, chegando o reinício do campeonato, os plantéis estivessem mantidos". 

"Nós repassamos esses recursos evidentemente com prestações de contas, mas não podemos ter uma ingerência administrativa no clube. Aqueles locais, particularmente em relação ao feminino, que estamos recebendo informações e denúncias de que não foram repassados para as atletas, nós estamos conferindo e solicitando para que isso seja feito. Futebol feminino para nós é prioridade absoluta para nós também, conclui Feldman. 

Veja entrevista aqui.

Fonte: Globoesporte/Troca de passes
Imagem: reprodução

RSS/Feed: Receba automaticamente todas os artigos deste blog.
Clique aqui para assinar nosso feed. O serviço é totalmente gratuito.

0 comentários:

Postar um comentário

Seu comentário é muito importante para agregar valor à matéria. Obrigado.

Arquivos

Site Meter

  ©Blog do Guara | Licença Creative Commons 3.0 | Template exclusivo Dicas Blogger