quarta-feira, 13 de julho de 2011

Internet - grupos virtuais revelam o mesmo comportamento da vida real

É inegável. O advento da Internet nos proporcionou uma revolução no mundo do conhecimento, da informação, e da comunicação. Transformou-se rapidamente no maior instrumento democrático de divulgação, disseminação, e compartilhamento de ideias. Haja vista, o enorme sucesso das redes sociais como Twitter, Facebook, Orkut, e outras, que a cada dia recebem inúmeros adeptos. Sem mencionar os Blogs, é interessante perceber também, que é cada vez mais comum a participação das pessoas nos chamados grupos virtuais de discussão.


Caracterizados pelo  relacionamento democrático entre os participantes, o comportamento nesse mundo virtual revela-se muitas vezes ser o mesmo do mundo real. É o que demonstra uma estudo realizado pela Universidade da Geórgia, nos Estados Unidos.

Um dos autores do estudo, Itai Himelboim, revela que mesmo sendo a Internet considerada como um ambiente de igualdade, os grupos virtuais seguem a tendência dos grupos sociais do mundo real, no que diz respeito a sua estrutura hierárquica. Isto é, "somente 2 % dos que começam um tópico de discussão, recebem 50% dos comentários. Embora tenhamos uma ampla diversidade de fontes, apenas algumas delas estão realmente atraindo a atenção", afirma Himelboim.  

Tendo como base as atividades dos usuários cadastrados na Usenet, a plataforma de discussão mais antiga da Internet, Himelboin e seus colegas analisaram mais de 200.000 participantes de 35 grupos, durante seis anos. Constataram entre outros fatos, que 60% do conteúdo das discussões vieram dos grandes jornais, canais de TV, e agências de notícias, 15% de sites de notícias, 8% de blogs e sites pessoais e 6% de organizações não governamentais e ONGs. Um dado interessante do estudo revela que a popularidade dos participantes não está na opinião pessoal de cada um. Apenas 12% das mensagens contém observações e opiniões próprias. A maioria simplesmente copia de outras fontes. E as pessoas parecem dar preferência àquelas com mais conexões.

Com este estudo os pesquisadores descobriram ainda (o que eu já tinha lido no Ferramentas Blog do Marcos Lemos), que, "conteúdo de alta qualidade é necessário para atrair a atenção, mas não é suficiente. Ou seja, mensagem de alta qualidade com poucos comentários, atraem menos comentários adicionais". Por conseguinte menos atenção na Internet.

Por fim, a pergunta: "o que é necessário fazer para atrair a atenção na Internet"? Himelboim, responde - "essa é a pergunta de um milhão de dólares. Mas apenas postar muito não fará de você alguém que atraia a atenção". Ao que me parece este é o objetivo primeiro que leva as pessoas a participarem efetivamente, tanto nesses grupos virtuais de discussão quanto em redes sociais e blogs. Da mesma forma, no mundo real querer aparecer demais, não nos tornará da noite pro dia em uma celebridade. É necessário ir muito mais além.


 
Fonte: Diário da Saúde.
Imagem: blogbits8.                 
RSS/Feed: Receba automaticamente todas os artigos deste blog.
Clique aqui para assinar nosso feed. O serviço é totalmente gratuito.

0 comentários:

Postar um comentário

Seu comentário é muito importante para agregar valor à matéria. Obrigado.

Arquivos

Site Meter

  ©Blog do Guara | Licença Creative Commons 3.0 | Template exclusivo Dicas Blogger