segunda-feira, 21 de outubro de 2013

O dia do atentado à menina Malala, em quadrinhos

O violento atentado sofrido pela menina paquistanesa, Malala Yousafzai de 16 anos, foi noticiado no mundo inteiro. Malala, foi baleada na cabeça e duas de suas amigas também ficaram feridas no ataque. A tentativa de assassinato foi conduzida por radicais fundamentalistas mascarados, membros do Talibã. Veja abaixo, a história dramática deste terrível dia, retratada em quadrinhos. E um pouco da vida desta jovem estudante que virou símbolo internacional de luta pela educação. 

reprodução/Sigfodr
Na sequência dos quadrinhos, as transcrições e os diálogos traduzidos livremente por, Amanda Maria Primo:

- Eu tinha medo de ir para a escola, porque o Taliban havia emitido um decreto banindo todas as garotas de comparecerem na escola.

- BBC: Minha vida sob o comando Taliban

- NEW YORK TIMES: AULA DISPENSADA Um perfil de Malala.

- PAKISTAN OBSERVER: Adolescente Malala ganha premio nacional de juventude pala paz.

- Apenas 11 estudantes de 27 apareceram para a aula.

- Eu quero que toda a menina,toda a criança seja educada.

- Eu tenho direito à educação.

- Eu tenho direito de brincar
  Eu tenho direito de cantar

- QUAL DE VOCÊS É MALALA ?

- FALE OU VOU ATIRAR EM TODOS !

- Eu tenho direito de falar

- CNN: Adolescente ativista pela educação leva tiro na cabeça

- WASHINGTON POST: Garota de escola sobrevive a ataque taliban

- TELEGRAPH: Vigilia por Malala

- Mesmo que eles venham me matar

- Eu vou dizer que o que eles estão fazendo é errado,que educação é nosso direito básico

- Eu vou conseguir minha educação,seja e casa na escola ou qualquer outro lugar.

- Eles não podem me parar. (Malala Yousafzai).

O único crime de Malala: criticar as estranhas regras do Talibã contra a educação feminina e lutar pelo direito de ir à escola. Inspirada em seu pai, que era ativista, envolveu-se na luta pela justiça social desde pequena. Destacou-se logo aos 11 anos, quando escreveu em um blog para a BBC durante 10 semanas (sob pseudônimo) revelando detalhes de sua vida sob o regime do Talibã.

O Blog ganhou enorme popularidade. A partir daí, Malala começou a aparecer na televisão, falando contra a decisão do Talibã em proibir as meninas de frequentar a escola. Ficou conhecida internacionalmente, quando foi destaque em um documentário do jornal The New York Time.

No dia 09 de outubro de 2012, no caminho de casa para a escola, Malala foi baleada na cabeça e no pescoço por um pistoleiro mascarado. Duas de suas colegas também foram feridas. O Talibã reivindicou a responsabilidade pelo ataque, dizendo que Malala era "o símbolo dos infiéis e da obscenidade". Logo após o atentado, foi levada a um hospital militar onde foi submetida a uma cirurgia de emergência, para retirada de parte do seu crânio para dar espaço ao inchaço que surgiu em seu cérebro.

Posteriormente, foi conduzida ao Reino Unido para continuar o tratamento. Receberia mais duas cirurgias. A primeira para colocar uma placa de titânio em seu crânio e outra para anexar um dispositivo em sua orelha esquerda, para restaurar a audição.

A jovem Malala Yousafzai, foi transformada em símbolo internacional por sua luta pela educação universal. É a pessoa mais jovem indicada ao prêmio Nobel da Paz que foi conquistado pela Organização contra Armas Químicas.

"Uma criança, um professor, um livro e uma caneta podem mudar o mundo. Educação é a única solução", disse a jovem Malala ao iniciar o seu discurso proferido na Assembléia das Nações Unidas (ONU), em julho de 2012.


Fonte: http://zenpencils.com
(com informações do R7)
Imagem: reprodução/Sigfodr

     
  
RSS/Feed: Receba automaticamente todas os artigos deste blog.
Clique aqui para assinar nosso feed. O serviço é totalmente gratuito.

0 comentários:

Postar um comentário

Comente e compartilhe. Seu comentário é muito importante para agregar valor à matéria. Obrigado.

Arquivos

Site Meter

  ©Blog do Guara | Licença Creative Commons 3.0 | Template exclusivo Dicas Blogger