quinta-feira, 9 de março de 2017

A estreia de Flamengo e Palmeiras na Copa Libertadores 2017 - resumo e melhores momentos

O Flamengo estreou de forma brilhante na Copa Libertadores 2017, nesta quarta-feira (08), no Maracanã. Venceu de goleada o San Lorenzo da Argentina, por 4 a 0. O confronto bateu recorde de público para este ano. A estreia do Palmeiras, fora de casa, foi mais difícil. O atual campeão brasileiro jogou com um jogador a menos, desde a metade do primeiro tempo. E ficou no empate em 1 a 1, diante do Atlético Tucumán da Argentina, no estádio José Fierro em San Miguel de Tucumán.
O Flamengo dominou da partida desde o começo e jogou melhor que o San Loranzo nos dois tempos. Poderia ter vencido com placar maior. A excelente vitória colocou o rubro-negro carioca na ponta do Grupo 4 e a equipe argentina na última colocação, Atlético paranaense e Universidad Católica completam a chave com um ponto cada, já que empataram em 2 a 2, nesta terça-feira (07), na Arena da Baixada. 

Todos os gols da goleada do Flamengo foram marcados no segundo tempo. Diego, cobrando falta com perfeição, abriu o placar aos 3 minutos. Aos 16', o peruano Trauco marcou o segundo com uma bomba de fora da área. O terceiro saiu após cobrança de escanteio, aos 24'. Berrío desviou e Rômulo, rente a trave fez de cabeça, fez seu primeiro gol com a camisa do Flamengo.

Aos 39', Gabriel sofreu pênalti. mas o goleiro Torrico acertou o canto e defendeu a cobrança de Guerrero. Aos 41', Gabriel marcou um belo gol, depois de driblar o zagueiro dentro da área mandou de curva no canto esquerdo e fechou a goleada. 

Estreia de gala do rubro-negro carioca na Copa Libertadores 2017, encheu a torcida de otimismo em relação à participação da equipe na competição. Uma vez que no domingo passado, o Flamengo havia perdido a decisão da Taça Guanabara para o Fluminense, nos pênaltis,



Com status de campeão brasileiro e na suposição de ser tecnicamente superior ao adversário, o Palmeiras esperava uma estreia tranquila na Copa Libertadores 2017. Mas no desenrolar da partida contra o Atlético Tucumán, na Argentina, a partida ficou complicada. Melhor em campo no primeiro tempo, o Verdão Paulista perdeu uma grande chance de abrir o placar com o centro-avante Miguel Borja, mas Luchetti impediu praticando uma grande defesa. 

O goleiro argentino faria mais duas intervenções importantes em conclusões do próprio centroavante colombiano, que não levou sorte na estreia. Tudo corria bem para o time paulista, mas aos 21 minutos o zagueiro Vitor Hugo fez falta no atacante Zampedri, tomou o segundo cartão amarelo e foi expulso.

A situação ficou ainda mais difícil para o Palmeiras, quando três minutos depois a equipe acabou sofrendo o gol. Num cruzamento da esquerda, Zampedri ganhou a disputa da bola com Edu Dracena e de costas bateu encobrindo Fernando Prass. A bola bateu na trave esquerda e ganhou o fundo das redes. 

Momentos de dificuldades para o Palmeiras, que teve uma oportunidade de empatar somente aos 32'. Dudu, em bela jogada individual deu passe perfeito para Borja, que bateu forte na saída de Luchetti, que mais uma vez salvou os argentinos. O gol de empate palmeirense veio de uma bola parada. Dudu cobrou a falta cruzando pelo alto, Thiago Santos cabeceou pra dentro da área e achou Keno, que completou pra dentro do gol para empatar a partida. ainda na primeira etapa, aos 39'. 

No segundo tempo, em desvantagem numérica, o Palmeiras apostou nos contra-ataques e quase marcou o gol da vitória em duas oportunidades. Uma na jogada individual de Dudu, deixando três marcadores para trás e deixou Borja à vontade para bater cruzado, porém a bola foi pra fora. Na segunda chance, por volta dos 34', Jean cruzou forte na área em direção a Dudu, que tentou cabecear mas não alcançou a bola.

Aos 42', Méndez reclamou pênalti quando caiu dentro da área ao disputar a bola com o zagueiro Thiago Santos, mas a arbitragem nada marcou. Nos minuto finais o Verdão tratou de garantir o empate, que dado as circunstâncias pode ser considerado uma vitória. 

Com este resultado, Palmeiras e Atlético Tucumán dividem a segunda posição no Grupo 5 da Copa Libertadores. A liderança é do time boliviano, Jorge Wilstermann, que goleou o Peñarol por 6 a 2 e será o próximo adversário do Verdão, que depois joga contra o time uruguaio.



(com informações da Gazeta Esportiva)
Imagem: reprodução/créditos: AFP Photo/Yasuyoshi Chiba

RSS/Feed: Receba automaticamente todas os artigos deste blog.
Clique aqui para assinar nosso feed. O serviço é totalmente gratuito.

0 comentários:

Postar um comentário

Comente e compartilhe. Seu comentário é muito importante para agregar valor à matéria. Obrigado.

Arquivos

Site Meter

  ©Blog do Guara | Licença Creative Commons 3.0 | Template exclusivo Dicas Blogger