terça-feira, 5 de outubro de 2021

"É como técnico que aposta na vitória do adversário", diz procurador sobre offshore de Paulo Guedes

Isadora Teixeira, no Metrópoles: O procurador da República Hélio Telho criticou, nesta terça-feira (5/10), a offshore do ministro da Economia, Paulo Guedes. O ministro mantém contas em paraíso fiscal, conforme lista revelada pelo consórcio internacional de jornalismo investigativo (ICIJ), do qual fazem parte no Brasil o Metrópoles, a Revista Piauí, a Agência Pública e o jornal Poder360.

www.seuguara.com.br/Paulo Guedes/Ministro da Economia/Offshore/

"O responsável pela política econômica de um país manter suas economias em paraíso fiscal no estrangeiro é como o técnico que aposta na vitória do time adversário, né não?", escreveu o procurador no Twitter. Veja o post:


O presidente do Banco Central, Campos Neto, também tem negócios fora do país. Em resposta, Guedes e Campos Neto afirmam que declararam à Receita Federal a existência dessas empresas fora do domicílio fiscal. Apesar da prática não ser considerada ilegal, abre questionamentos sobre a transparência dos negócios.



Imagem: reprodução/Foto: Hugo Barreto/Metrópoles


[Eduardo Moreira explica por que offshores de Guedes e Campos Neto são um escândalo: "(...) Ele detalhou que os dois trabalham para que as leis sejam mudadas para serem favorecidos. Por conta disso, trata o tema de forma muito séria e que a dupla precisa ser responsabilizada.

"Resumo para facilitar: Os dois principais responsáveis por combater a desigualdade no país e fiscalizar o sistema financeiro têm conta em paraísos fiscais onde não se paga impostos e esconde-se recursos. E estão promovendo mudanças na lei a seu favor. Escândalo pouco é bobagem", escreveu.
(...)
Paulo Guedes, ministro da Economia, pode ter lucrado R$ milhões com o alto preço do dólar. Todo esse lucro teria ocorrido na gestão dele no governo federal. Ele mantém offshore nas Ilhas Virgens Britânicas, segundo informações reveladas pelo Pandora Papers.
(...)
Ele é responsável por cuidar doas antigas pastas da Fazenda, do Planejamento e do Comércio Exterior, além de outras ações. Por conta disso, suas atitudes possuem impacto direto na cotação do dólar, segundo o Metrópoles.

***

RSS/Feed: Receba automaticamente todas os artigos deste blog.
Clique aqui para assinar nosso feed. O serviço é totalmente gratuito.

0 comentários:

Postar um comentário

Seu comentário é muito importante para agregar valor à matéria. Obrigado.

Arquivos

Site Meter

  ©Blog do Guara | Licença Creative Commons 3.0 | Template exclusivo Dicas Blogger