sexta-feira, 24 de julho de 2009

Auto defesa contra atiradores de sapo.

O autor da frase: "política é a arte de engolir sapos", foi o senador Nereu de Oliveira Ramos, presidente do senado de 1946 a 1951. Período que eu nem tinha nascido, mas esta frase ficou na história em virtude da postura pacificadora que tinha o ilustre político diante das demandas que se verificam pelas bandas do congresso nacional até os dias de hoje.
Pensando bem, atualmente engolir sapos é aguentar a a cara-de-pau dos atuais homens públicos. Como não sou genro, nem filho de político de qualquer escalão, tenho que ser "Cobra", por analogia a este réptil, único animal capaz de digerir sem problema o batráquio asqueroso escolhido como símbolo da impostura e da falta de ética que constatamos tanto na vida pública quanto na vida privada.
Vamos trazer a questão para o campo do nosso cotidiano de cidadão comum. Imaginemos se fosse possível colocar em nosso currículo profissional o quesito: "Especialista em engolir sapos de qualquer espécie". Não teria pra ninguém. Você seria o mais forte candidato à vaga. Digo do emprego, não do cargo político.
Você está preparado para a batalha engolindo sapos?
No mundo corporativo das grandes organizações, se você não tiver um estômago forte para enfrentar os atiradores de sapos, na primeira rajada de impropérios e falta de educação você vai sucumbir. No mínimo você vai respirar, ir até o banheiro pegar um pedaço de papel-toalha e torcer, imaginando ser o pescoço do incompetente superior hierárquico que você tem que engolir imaginando-o a dar pulinhos estéricos à sua frente. Até conscientizar-se de que tem um exército dos ditos atiradores a te esperar: os clientes. Armados de incompreensão, humilhação, ironia, desclassificação, falta de respeito. Não que todos pertençam ao mesmo grupo dos cara-de-pau citados acima, mas com a mesma intenção de levar vantagem em tudo.
Falando sério, na verdade a batalha é com você mesmo. É você quem tem que descobrir o antídoto da imunidade contra este exército. Como na parábola, transformar "sapos" em "príncipes" exige tolerância e uma dose muito grande de bom humor. Não há outra saída.
Como diria Rubem Alves - "Ninguém engole sapo de livre vontade. Engole porque não tem outro jeito" - eternizar a raiva causada pelo ato é esperar o dia em que estes atiradores sejam também obrigados a engolir sapos.
Opte por ser "Cobra".

Leia também as postagens: Identifique tua verdadeira motivação.
Evite conflitos no trabalho.
Criatividade.
O motivador de todos os dias.
A fila do Banco, o caixa, e o caixa eletrônico.
RSS/Feed: Receba automaticamente todas os artigos deste blog.
Clique aqui para assinar nosso feed. O serviço é totalmente gratuito.

2 comentários:

Anônimo disse...

Sem dúvidas o melhor "desabafo" que já li........uma pitada de humor sarcástico, muito bom.......

Vamos faze-los morrer sufocados pela própria saliva.......... e por seus "cargos" de "noivo" "genro" ou o que quer que seja

Guara disse...

Agradeço seu comentário. Mesmo que anonimamente uma manifestação de descontentamento com a classe política do nosso país.

Postar um comentário

Comente e compartilhe. Seu comentário é muito importante para agregar valor à matéria. Obrigado.

Arquivos

Site Meter

  ©Blog do Guara | Licença Creative Commons 3.0 | Template exclusivo Dicas Blogger