quarta-feira, 5 de outubro de 2011

O bizarro a transitar na web entre o falso e o verdadeiro

Como dizia a minha avó Leonor, que Deus a tenha, dor de barriga não dá uma vez só. Recorro a infalível sabedoria dos antigos para lembrar a você que recebeu àquele e-mail bizarro, ou viu na Internet mais um boato a se propagar com velocidade supersônica, que esta não será a última vez. Se a tua lista de endereços eletrônicos, de amigos e amigos virtuais é razoavelmente extensa, ou se você costuma navegar mesmo que de vez em em quando pela grande Rede, vai dar de cara com a bizarrice, o imponderável, infinitas vezes.
Ficar refém do sistema em dado momento será inevitável. Sendo bem simplório, é como estar na chuva e não se molhar. O progresso vertiginoso da tecnológica nos dias de hoje nos submete ao convívio dieturno com um mundo que inclui também informações irrelevantes, enganosas, e quase sempre pernicioso . Ora distraindo, ora iludindo. E na maioria da vezes nos colocando frente a frente com um impasse qualquer.

De repente, uma montanha de dados sem origem definida e de conteúdo questionável, gerando cada vez mais dúvida, insegurança, desconhecimento, surge aos nossos olhos. Assim como no mundo real, é preciso vigilância, prudência, e investigação, para que não nos tornemos mais uma vítima do engodo e das más intenções presentes neste mundo virtual.

Não é um conselho. Apenas um argumento criado com a intenção de alertar ao nobre leitor e a mim mesmo, sobre aquilo que se produz e mutuamente é compartilhado na Internet, e que não contribui para agregar valor algum. Conteúdo imprestável, que não leva a lugar nenhum. Apenas gera confusão e desconhecimento. Daí a necessidade de garimparmos com critério o que possa nos elevar, ou aquilo que nos proporcionará real prazer.

Salvaguardado o objetivo previamente definido de uma infinidade de Blogs e sites com conteúdo exclusivamente voltados ao entretenimento e humor, o que constatamos na web, é a existência de um batalhão de usuários, cuja meta obscura sempre será a de produzir ilusões, meias verdades, e desinformação.

Nos últimos dias, rolou por aí, e acredito continuarão sendo repassados por muito tempo, alguns textos e vídeos que ganharam as redes sociais, e é quase certo que cairão na sua caixa postal. Pois já se tornaram virais a poluir o ambiente virtual. E com perdão da palavra, enchendo o saco da galera.

Um texto que deu o que falar diz respeito àquele famoso pastor evangélico, Silas Malafaia. O texto informa que ele lançou no mercado um spray "que remove o diabo do couro das pessoas". Isto é, mata o capeta no corpo da pessoa que esteja possuída. O frasco custaria em torno de R$ 100,00 e daria para umas vinte pessoas. Não tenho dúvida que o produto venderia como banana, em vista da credulidade ingênua não só das "ovelhas" do influente pastor, como de um grande numero consumidores desavisados.

Muita gente acreditou na veracidade do texto, que causou espanto e revolta ao mesmo tempo. Muitos blogs o publicaram na seção de humor, que originalmente foi produzido pelo site G17, com a única finalidade de fazer rir. O G17 é uma sátira ao portal de informações da rede Globo, G1, e tem um aviso bem claro: "um jornal sem compromisso com a verdade". Inadvertidamente, muitas pessoas não sacaram o teor humorístico do texto, interpretendo-o como um fato verídico. E claro, foi objeto de repulsa por alguns, justamente por envolver a figura do midiático pastor. Mas, não teve tanta rejeição quanto a atitude do humorista, Rafinha Bastos, ao fazer o infeliz comentário (gracinha) sobre a gravidez da cantora Wanessa Camargo. Abusou da liberdade de expressão e foi devidamente punido pela Band, sendo afastado do programa humorístico CQC. Em fim, mais uma desprentenciosa brincadeira do G17, que fez sucesso sem evitar os normais efeitos colaterais. 

Um vídeo campeão de acesso no YouTube e que se tornou comum na Blogosfera sob a classificação de bizarro, se refere a uma entrevista inusitada concedida pela polêmica modelo Ângela Bismarchi. Famosa pelo numero de cirurgias plásticas que fez, Ângela declara categoricamente na entrevista que vai implantar um seio. Se tornando a primeira mulher no Brasil a ter três seios. Sim. A modelo desejava ter três peitos. Não tem como negar que a princípio a revelação tenha causado impacto na mídia. Afinal a Ciência médica também está adaptada ao progresso tecnológico. Porém, a notícia é falsa. O vídeo foi produzido pelos humoristas do site Sensacionalista, mencionado aqui, com a intenção de promover a estreia do grupo no canal da TV Multishow. E outra vez, o site engana a imprensa. A notícia foi ao ar no programa TV Fama da Rede TV, e vinculado em outras mídias como sendo real.(vídeo).

Outro vídeo que causou perplexidade na Web, postado no início de Setembro deste ano, mostra um anjo caindo do céu, em Jacarta, na Indonésia. Não demorou para que vários sites e blogs, publicassem o vídeo como verdadeiro, descrevendo o impacto do ser alado luminoso, e o estrago provocado. Sabedores que o único anjo que "caiu" na terra, expulso do céu, com base nos preceitos das sagradas escrituras, foi o próprio Lúcifer, a primeira reação seria a dúvida. O vídeo é mais um fake a ludibriar na Internet, produzido através da computação gráfica, conforme a análise de usuário do YouTube, mostrando a armação. A verdade veio à tona quando a equipe de eventos de um shopping (Center Citos), revelou que contratara uma produtora para criar uma campanha visando um evento musical. Comprovado então, mais uma balela virtual em que muitos acreditaram e até julgaram como sendo o começo de uma nova intervenção divina aqui na terra. 

Um texto que começou a circular em meados de Agosto/2011, dá conta de uma frase atribuída ao grande arquiteto que projetou Brasília, Oscar Niemeyer: "projetar Brasília para os políticos que vocês colocaram lá, foi como criar um lindo vaso de flores para vocês usarem como pinico. Hoje eu vejo, tristemente, que Brasília nunca deveria ter sido projetada em forma de Avião e sim de Camburão..." Pelo que consta em seu site oficial, Niemeyer, jamais teria feito tal declaração. Mas a frase foi largamente utilizada em outros textos, como este que vemos aqui. Não há registros fidedignos que a referida frase tenha sido pronunciada por Oscar Niemeyer. O texto não passa de um hoax a mais.

Alguém com extremas simpatias partidárias, aproveitando a onda de escândalos e corrupção em torno do poder central político do país, elaborou o texto certamente para criar ideia simpática aos seus correligionários, e provocar antagonismos aos que tem outro posicionamento político partidário. Um comportamento anti-ético muito comum na rede, quando da época da última campanha política, com  intúito de levar as pessoas à divulgação e compartilhamento do texto, normalmente de conteúdo tendencioso, recheado com termos equivocados ou falsos.

Assim navega pela grande Rede, parcela significativa de incautos internautas. Como uma nau cujas velas estão ao sabor tanto de bons como de maus ventos.




Fonte das informações: E-farsas

                     
RSS/Feed: Receba automaticamente todas os artigos deste blog.
Clique aqui para assinar nosso feed. O serviço é totalmente gratuito.

0 comentários:

Postar um comentário

Comente e compartilhe. Seu comentário é muito importante para agregar valor à matéria. Obrigado.

Arquivos

Site Meter

  ©Blog do Guara | Licença Creative Commons 3.0 | Template exclusivo Dicas Blogger