terça-feira, 29 de novembro de 2011

Estudantes criam vídeo pró-Belo Monte parodiando artistas da Globo - veja outras informações sobre a construção da hidrelétrica

Na verdade eu não sabia muito sobre a construção da Usina hidrelétrica de Belo Monte, até perceber em minha caixa de e-mails, o vídeo que reúne atores da Globo numa campanha contra a instalação da hidrelétrica. Artistas globais se posicionando contra alguma coisa? Estranho. Pesquisando, verifiquei que o assunto borbulha há algum dias nas redes sociais. Consultei meus gurus cibernéticos na Blogosfera, e descobri muito mais. O referido vídeo além de ser um plágio, contém informações inverídicas.
Para quem ainda não viu o vídeo posto abaixo. Para quem já viu sugiro que reveja para certificar-se que na verdade os argumentos são realmente imprecisos. A finalidade, a primeira vista, seria exortar as pessoas a se posicionarem contrários à continuação da obra, e  favoráveis à defesa do meio ambiente e da ecologia, torna-se obscura. Ficou fácil de chegar a esta conclusão.

No final, deixo alguns links importantes que ajudam a formar uma opinião mais consciente sobre o assunto.




É de conhecimento dos internautas, que o grupo de artistas também é responsável por um movimento chamado Gota D'água, que inclui uma petição para que o Governo interrompa imediatamente a construção de Belo Monte.

Acontece que alunos de engenharia civil e economia da Unicamp (Universidade Estadual de Campinas), defensores da construção da usina de Belo Monte no rio Xingu (PA), produziram vídeo em resposta ao projeto. Certamente indignados com os disparates e a falácia contidas no vídeo de divulgação, tiveram a feliz idéia de criar outro movimento chamado "Tempestade em Copo D'Água", uma sátira a campanha original. Simplesmente desmontam o vídeo global.

A equipe de estudantes contou com a orientação do Prof. Dr. Sebastião de Amorim, formado em Engenharia Eletrônica pelo Instituto Tecnológico de Aeronáutica, que recolheram informações necessárias para rebater os argumentos utilizados pelos artistas. Verifique os fatos e os dados concretos apresentados, e a opinião do professor. É salutar conhecer os dois lados da moeda. Desconsidere a dicção e interpretação amadora dos estudantes, que obviamente não é a mesma dos atores globais, preparados e escolados na arte da interpretação.





Os números de um projeto podem sofrer alterações durante o processo de execução, mas é interessante observar a explicação didática contida no vídeo abaixo.






Não obstante uma porção de gente achá-lo um reacionário, inimigo ferrenho de Lula e dos petistas, o jornalista Reinaldo Azevedo, como ele mesmo disse, "nem tudo o que não é PT me serve. Há obscurantismos maiores e potencialmente mais perversos no Brasil". Azevedo, escreveu um artigo que detona o script do vídeo. Que segundo ele, é inspirado (ou copiado?) de "Five Friend- vote", produzido por Leonardo DiCaprio e dirigido por Steven Spielberg,  com a finalidade de convencer os eleitores a comparecer às urnas. Com sabemos, nos EUA o voto não é obrigatório.

Evidentemente que o projeto de construção da hidrelétirca de Belo Monte, é por demais emblemático. Por envolver questões ideológicas, questões políticas, preservação do meio ambiente, comunidades indígenas e ribeirinhas em suas condições sócio-econômicas, sustentabilidade, ONGs, interesses estrangeiros, necessidade de abastecimento de energia, etc. Uma infinidade de questões a considerar. No entanto, não é justo fomentar o debate para não chegar a lugar nenhum. Já são demais os impasses criados. O importante é buscar informação consistente, pois cedo ou tarde este projeto irá se concretizar. 

O momento sugere cuidado com radicalismos. Para que se possa formar melhor juízo em relação ao que é melhor para o Brasil de um modo geral. Sem termos que nos submeter a pressões de grupos descompromissados com a verdade. Em fim, sem ter que correr o risco de convivermos com ameaças constantes provindas do exterior, com exploração inconsequente, e com a depredação irregular e desenfreada que ocorre há muito tempo na Amazônia brasileira. 

Posto que é fundamental o equilíbrio entre preservação do meio ambiente, e progresso com sustentabilidade da região e de todo o território brasileiro, há que se lembrar da construção de Itaipu. Que igualmente gerou protestos e várias polêmicas. Custou o desaparecimento das belas Sete Quedas. Entretanto, as cataratas do Iguaçu e a Amazônia (grande parte em solo brasileiro), estão entre as 7 maravilhas da natureza existentes em todo o mundo. Imagine como estaríamos hoje, sem a construção da hidrelétrica de Itaipu.

Abaixo alguns links para informação. Atentar para os comentários sobre a matéria.





Ilustração: olharvirtual

RSS/Feed: Receba automaticamente todas os artigos deste blog.
Clique aqui para assinar nosso feed. O serviço é totalmente gratuito.

1 Comentário:

Estagiário disse...

Isso é uma tentativa ridícula de manipular a população usando artistas da globo. http://modafo.ca/noticias-modafoca/a-verdade-usina-de-belo-monte/

Postar um comentário

Comente e compartilhe. Seu comentário é muito importante para agregar valor à matéria. Obrigado.

Arquivos

Site Meter

  ©Blog do Guara | Licença Creative Commons 3.0 | Template exclusivo Dicas Blogger