sábado, 2 de fevereiro de 2013

Blindemo-nos uns aos outros e locupletemos-nos todos

Enquanto a voz surda do povo grita lá fora, probos senhores detentores do poder público tramam a seu próprio favor e de seus comensais. Dois deles, eram candidatos a presidência do Senado. Renan Calheiros (PMDB-AL) e Pedro Taques (PDT-MT). O primeiro, uma raposa velha, ficha suja, porém detentor da preferência do PMDB.
O maior partido político do Brasil, que na realidade é quem dá as cartas na Casa. O segundo, praticamente um neófito no Congresso, destacou-se por sua atuação na CPI do Cachoeira que não chegou aonde deveria chegar. Foi a opção da oposição neste jogo político, onde previamente já se sabia que seria quase impossível vencer o adversário. Só nós não sabemos que para garantir a "governabilidade", nenhum partido político no país pode prescindir do apoio do monstruoso PMDB e sua gula insaciável de poder.

Mesmo baleado pela denúncia feita pouco antes da eleição no Senado, pelo procurador-geral da República Roberto Gurgel ao Supremo Tribunal Federal (STF), o senador do PMDB foi eleito novamente o presidente da Casa, depois de renunciar ao mandato para fugir à cassação, há cinco anos atrás. Calheiros, que venceu por uma diferença de 38 votos, agora tem nas mãos uma representação feita pelo senador Fernando Collor, para usar contra Gurgel. Collor, que no passado sofreu impedimento quando presidente da República, foi absolvido no STF e hoje é um parlamentar de influência no Senado.

Agora, pede abertura de processo do  impeachment do procurador geral da Republica, no caso de corrupção comandado por Carlinhos Cachoeira, e mais uma vez o acusou de chantagista e prevaricador. Gurgel, se recusou a comparecer no Senado para explicar porque não encaminhou a denúncia da organização criminosa, mediante as provas colhidas pela Polícia Federal na operações Vegas e Monte Carlo. Cachoeira, como todos sabem, tinha ligações íntimas de poder com o ex-senador Demóstenes Torres. Foi cassado pelos seus colegas, que lhe atribuíam o falso título de defensor da ética e dos bons costumes no mundo obscuro da política. Tal qual o próprio Gurgel na procuradoria geral da República, cujas ações revelam oportunismo de fundo político-partidário.

Quanto à oposição, ao apoiar o senador Pedro Taques para concorrer com Renan Calheiros, visava tão somente um aliado importante no comando do Senado, e por tabela a administração dos vetos da presidência aos projetos que não fossem de interesse do bloco oposicionista. Ou pensam os incautos que foram sensíveis aos apelos da sociedade com a tamanha desfaçatez com a indicação de Renan Calheiros? Qual nada, igualmente aos outros estão gananciosamente embevecidos com o canto da sereia do poder. Não há ética, muito menos interesse público. As mesquinharias e a blindagem mútua seriam as mesmas, sempre sob a batuta do PMDB. A exemplo de José Sarney, ninguém quer largar o osso.   

O procurador geral da República, Roberto Gurgel certamente possui arsenal jurídico que poderá usar contra Calheiros num possível embate que pode provocar nova renúncia do novo velho presidente do Senado. Dentro desse novo quadro que poderá advir, o cargo mais cobiçado por todos os partidos ficaria nas mãos do vice-presidente eleito, Jorge Viana do PT.

Fica do fato, a impressão que sempre tivemos da política brasileira. Temos um Congresso Nacional sem conexão alguma com a sociedade. Quando trata-se do poder politico, prevale o interesse mesquinho que tem origem no corporativismo nocivo reinante no Congresso Nacional. Em nome dessa tal "governabilidade", fatos como esse continuarão sendo mais prejudiciais à nação do que a própria corrupção arraigada no seio de todos os partidos, indistintamente. Calheiros, indiferente a todas as denúncias que lhe pesam e aos protestos do povo, discursa falando de ética. Que ética? E aqui fora a   sociedade rouca, com cara de paisagem.


Com informações do Brasil247.



  
RSS/Feed: Receba automaticamente todas os artigos deste blog.
Clique aqui para assinar nosso feed. O serviço é totalmente gratuito.

0 comentários:

Postar um comentário

Seu comentário é muito importante para agregar valor à matéria. Obrigado.

Arquivos

Site Meter

  ©Blog do Guara | Licença Creative Commons 3.0 | Template exclusivo Dicas Blogger